10

Sempre que crio um branch X, crio ele a partir de outro. Tem como saber a partir de qual branch criei o branch X?

2 Respostas 2

6

Esta é uma tradução/adaptação das respostas desta pergunta do SOen, seguindo as recomendações da Central de Ajuda sobre a tradução de conteúdos para o português.


Os commits do Git formam um DAG (sigla em inglês para "Grafo Acíclico Dirigido"). Os branches são apenas labels ("nomes"/"apelidos") que apontam para commits específicos deste grafo. Por isso, a relação entre dois branches diferentes pode variar com o tempo, mas a relação entre dois commits não muda. Ex:

---o---1  <- foo
        \
         2---3---7  <- bar
              \
               4
                \
                 5---6  <- baz

Olhando este histórico, parece que baz foi criado a partir de uma versão antiga do branch bar. Mas e se apagarmos bar?

---o---1  <- foo
        \
         2---3
              \
               4
                \
                 5---6  <- baz

Agora parece que baz foi criado a partir de foo. Mas os ancestrais de baz não mudaram, nós apenas removemos o label bar (e o commit 7 desaparece do histórico porque não é possível chegar a ele por nenhum branch existente - ele é chamado de dangling commit).

Mas e se adicionarmos um novo label ao commit 4?

---o---1  <- foo
        \
         2---3
              \
               4  <- quux
                \
                 5---6  <- baz

Agora parece que baz foi criado a partir de quux. Novamente, os ancestrais não mudaram, apenas os labels.

Enfim, se a pergunta que queremos responder é "o commit 6 é um descendente do commit 3?" (assumindo que 3 e 6 são nomes de commits válidos), então a resposta é "sim", independente dos branches baz e quux existirem.

Agora se a pergunta for "a partir de qual branch baz foi criado?", não há uma maneira confiável de saber. No exemplo acima, poderia ser de foo, de quux ou de um branch que já foi apagado. Você até poderia verificar a data de criação de foo ou quux, para tentar descobrir se eles já existiam quando baz foi criado, ou no caso de um branch que foi apagado, verificar no reflog se ele existia naquele momento. Mas não é um processo tão simples, como você pode ver nos respectivos links.


Uma outra maneira de atacar este problema é mudá-lo para: "encontre o commit mais próximo do meu branch atual que pertence a outro branch, e me diga que branch é esse".

O comando é:

git show-branch -a \
| grep '\*' \
| grep -v `git rev-parse --abbrev-ref HEAD` \
| head -n1 \
| sed 's/.*\[\(.*\)\].*/\1/' \
| sed 's/[\^~].*//'

Ele funciona assim:

  1. Mostra um histórico de todos os commits, incluindo branches remotos
  2. Ancestrais do commit atual são indicados por um asterisco, então ignoramos o restante.
  3. Ignore também os commits do branch atual.
  4. O primeiro resultado será o branch ancestral mais próximo. Ignore os outros resultados.
  5. Os nomes dos branches são mostrados [entre colchetes]. Ignore os colchetes, e tudo fora deles.
  6. Às vezes o nome do branch possui ~# ou ^# para indicar quantos commits há entre os branches envolvidos. Também estamos ignorando isso.

Por exemplo, se tivermos este histórico:

 A---B---D  <- master
      \
       \
        C---E---I  <- develop
             \
              \
               F---G---H  <- topic

Ao rodá-lo a partir do commit H, a resposta será develop, e se rodarmos a partir de I, o resultado será master. Lembrando que o resultado pode variar com o tempo, conforme branches vão sendo criados ou apagados.

Código disponível neste gist.


Se quiser, você também pode criar um alias para o comando acima. Basta adicionar no seu .gitconfig:

[alias]
    parent = "!git show-branch -a | grep '*' | grep -v \"$(git rev-parse --abbrev-ref HEAD)\" | head -n1 | sed 's/.*\\[\\(.*\\)\\].*/\\1/' | sed 's/[\\^~].*//' #"

Depois basta rodar:

git parent

Se você quiser saber qual commit é o ancestral comum entre dois branches, pode fazer algo como:

git merge-base topic develop

O resultado será o commit E (o ponto em comum entre os branches develop e topic). Pode não ser a resposta ideal, mas já dá algumas pistas de que talvez o branch tenha sido criado a partir dali.

-1

Para visualizar árvore de commits e branches

git log <commit> --graph --decorate

Onde aparece , você deve inserir o hash do commit inicial.

git branch -a --contains <commit>

Isso informará todos os ramos que possuem o commit fornecido em sua história. Obviamente, isso é menos útil se o commit já tiver sido mesclado.

Espero ter ajudado.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.