6

Tenho 1 branch no meu projeto

1 - Master

Criei mais 1 branch e desenvolvi 1 feature. Agora tenho 2 branchs

1 - Master 
2 - feature1

Comecei a desenvolver outra feature e agora tenho 3 branchs

1 - Master
2 - feature1
3 - feature2

Finalizei a primeira feature e agora tenho 2 branchs

1 - Master
2 - feature2

Mas agora preciso da feature1 no branch da feature2, pois uma funcionalidade da feature2 depende de uma funcionalidade que foi implementada na feature1.

Qual o procedimento correto pra fazer o merge dos branchs nesse caso, sem que eu precise fazer um merge de tudo no master? Estou usando o gitflow.

2 Respostas 2

7

Você está num fluxo de desenvolvimento chamado feature-branch workflow. É bom conhecer esses nomes porque assim você pode procurar por coisas mais especializadas nisso no Google.

Eu gosto bastante da descrição da Atlassian desse worflow: https://www.atlassian.com/br/git/tutorials/comparing-workflows/feature-branch-workflow

Nesse caso específico, houve um problema de levantamento de requisitos antes de se começar o trabalho. Por quê? Porque a feature2 só deveria ter sido implementada após um código básico proveniente da feature1. Talvez não fosse possível resolver esse problema de requisitos antes de começar a implementar, porque talvez só se percebesse essa dependência durante a escrita do código.

Existem algumas alternativas para a sua situação. A mais "básica" e que funciona para quase tudo (não a melhor sempre, entretanto), é fazer

$ git fetch && git merge origin/Master

no branch feature2. Assim, você garante que o código requisito está no lugar correto.

Outra alternativa é diminuir a entrega. Como assim?

Bem, se foi possível começar o código da feature2 antes de existir o código da feature1, então isso significa que tem uma parte da feature2 que é independente da feature1. Nesse caso, você poderia fazer um pull request/merge request do trecho de código independente. Ele não entregará a feature inteira, mas dará um passo importante nela. Só depois de misturado esse código você poderá dar seguimento na feature2-codigo-dependente-da-feautre1 em cima do branch Master já mergeado com essa primeira parte da feature.

Existe outra abordagem que é tentar manter os feature branches todos partindo da cabeça estável, mas para isso é necessário dar constantes rebase após cada merge. Conheço uma equipe que trabalha (mais ou menos) assim (mas com giflow, não feature-branch workflow), o histórico de commits linear fica lindo, mas como eles trabalham com lançamentos "futuros" (manutenções na versão 3.X geram rebase na 4.X [primeiro futuro] que gera rebase na 5.X [segundo futuro] que gera rebase na 6.X [terceiro e último futuro]), fica confuso retro-referência de commits.

Particularmente eu, como revisor de código, prefiro sempre a solução que gere a maior quantidade de merge requests com o menor diferencial de código em cada merge request individual. Claro, desde que cada merge request seja autocontido e autossuficiente, e que também seja realmente uma unidade lógica de mudança. Talvez essas mudanças individualmente ofendam temporariamente o YAGNI, mas se a funcionalidade como um todo precisa entrar, a versão estável do código não ofenderá o YAGNI por muito tempo.

1

Você pode simplesmente sincronizar sua branch feature2 com a branch master utilizando os seguintes comandos:

$ git checkout feature2
$ git pull origin master

O fato de você realizar o pull da sua branch master para a feature2 irá sincronizar sua branch com a master, e consequentemente você terá o código da sua feature1 na feature2 (visto que a feature1 já está na master).

Essa operação pode apresentar conflitos, após a resolução você deve gerar um commit para finalização do merge:

git commit

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.