4

Estou trabalhando em um projeto da faculdade onde fiz um aplicativo que usa fragments. Estive sempre acostumado a criar um fragment da seguinte maneira:

// imports

...

public class LoginFragment extends Fragment {
    public LoginFragment() {
    }

    @Override
    public View onCreateView(LayoutInflater inflater, ViewGroup container, Bundle savedInstanceState) {
        View view = inflater.inflate(R.layout.fragment_login, container, false);
        return view;
    }
}

Porém vi que o Android Studio dá uma opção de criar um fragment em branco, com o seguinte código:

// imports 

...

/**
 * A simple {@link Fragment} subclass.
 * Use the {@link BlankFragment#newInstance} factory method to
 * create an instance of this fragment.
 */
public class BlankFragment extends Fragment {
    // TODO: Rename parameter arguments, choose names that match
    // the fragment initialization parameters, e.g. ARG_ITEM_NUMBER
    private static final String ARG_PARAM1 = "param1";
    private static final String ARG_PARAM2 = "param2";

    // TODO: Rename and change types of parameters
    private String mParam1;
    private String mParam2;


    /**
     * Use this factory method to create a new instance of
     * this fragment using the provided parameters.
     *
     * @param param1 Parameter 1.
     * @param param2 Parameter 2.
     * @return A new instance of fragment BlankFragment.
     */
    // TODO: Rename and change types and number of parameters
    public static BlankFragment newInstance(String param1, String param2) {
        BlankFragment fragment = new BlankFragment();
        Bundle args = new Bundle();
        args.putString(ARG_PARAM1, param1);
        args.putString(ARG_PARAM2, param2);
        fragment.setArguments(args);
        return fragment;
    }

    public BlankFragment() {
        // Required empty public constructor
    }

    @Override
    public void onCreate(Bundle savedInstanceState) {
        super.onCreate(savedInstanceState);
        if (getArguments() != null) {
            mParam1 = getArguments().getString(ARG_PARAM1);
            mParam2 = getArguments().getString(ARG_PARAM2);
        }
    }

    @Override
    public View onCreateView(LayoutInflater inflater, ViewGroup container,
                             Bundle savedInstanceState) {
        ((FservActivity) getActivity()).getSupportActionBar().setTitle("Chamados");
        return inflater.inflate(R.layout.fragment_blank, container, false);
    }


}

O que eu gostaria de saber é: como eu faço para chamar uma instância do fragment (usando o newInstance)? Qual é a diferença prática entre eu chamar uma nova instância e eu chamar um novo fragment (new BlankFragment)?

4

A forma de se inicializar um novo fragmento com argumentos é guardá-los em um Bundle e passar esse Bundle para o fragmento via setArguments(Bundle). Dessa forma os argumentos passados por você serão preservados entre destruições e recriações do fragmento pelo próprio sistema Android.

Em geral porém você irá querer simplificar a ação de guardar argumentos em um Bundle e passá-lo via setArguments() aos seus fragmentos. Inicialmente podemos pensar que a forma de se fazer isso é encapsular esse comportamento em uma versão de construtor sobrecarregada para receber argumentos.

Porém, criar um construtor com argumentos não é uma opção viável porque quando o Android decide recriar seu fragmento ele tem por comportamento chamar a versão sem argumentos do construtor:

Fragment.instantiate(context, MeuFragmento.class.getName(), meuBundle)

Com isso, a forma recomendada de simplificar a passagem de argumentos é encapsulando-a dentro de um método estático newInstance(argumento1, argumento2, ...).

Feito isso, a instanciação de um fragmento usando newInstance() não tem segredos. Ao invés de fazer:

MeuFragmento fragmento = new MeuFragmento(argumento1, argumento2);

...você o faz chamando o método estático:

MeuFragmento fragmento = MeuFragmento.newInstance(argumento1, argumento2);

Como você pode perceber, newInstance(arg1, arg2, ...) é útil somente se o seu fragmento recebe argumentos; se ele não recebe nenhum argumento, então não há necessidade de se criar um método newInstance() sem argumentos.

(Respondido com trechos desta pergunta do SOen)

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.