1

Eu tenho um dicionário que é criado a partir de um select no banco de dados, o que eu precisava era gerar uma métrica a partir desse dicionário

Dicionário

# cria dicionário do banco de dados com os valores
lds_data = {}
for lds_item in db_result:
    lds_data.update({lds_item[1] : {'code_client' : lds_item[0], 'city' : lds_item[2]}})

Saída do Dicinário:

u'BRASIL_ALIMEN': {'code_client': u'BRA', 'city': u'SAO PAULO'},
u'BRASIL_CARROS': {'code_client': u'BRC', 'city': u'PARANA'}

Exemplo da métrica:

code_client: BRA aparece 1x dentro do dicionário

Resumindo:

Preciso calcular quantas vezes se repetem os valores dentro da KEY = *code_client*

Tentei fazer da seguinte forma:

ct = {}
for key in lds_data:
    ct['code_client'] = len(lds_data[key]['code_client'])
  • Chegou a usar um countou if para fazer a contagem? – Edward Ramos 3/09 às 16:42
  • Só consegui assim: print(len(lds_data.keys())) – Luis V. 3/09 às 16:43
  • Dê uma olhada nessa documentação: docs.python.org/2/library/collections.html#collections.Counter – Vinicius Bussola 3/09 às 16:53
  • 1
    Luis, pelas suas últimas perguntas aqui no site acho que você precisa estudar SQL. Você pode pegar a contagem de repetições diretamente pelo banco de dados, é muito mais performático. A não ser que você esteja aprendendo python e não queira usar SQL propositalmente. – fernandosavio 3/09 às 17:52
  • 2
    Não foi isso que quis dizer... O db_result é o resultado de uma query feita pelo python em um banco de dados... Você não consegue modificar essa query? – fernandosavio 3/09 às 18:10
3

Para realizar uma contagem de code_client dos seus registros usando python você pode usar:

  1. a classe collections.Counter
  2. um dicionário comum
  3. a classe collections.default_dict
  4. …alguma outra solução que desconheço…

Para os exemplos a seguir, usarei uma sequência de tuplas para simular o retorno de um SELECT no banco de dados… Os dados fictícios são:

dados = (
    ('BRA', 'BRASIL_ALIMEN', 'SAO_PAULO'),
    ('BRA', 'BRASIL_CARROS', 'PARANA'),
    ('BRA', 'BRASIL_NAVIOS', 'PARAIBA'),
    ('CAN', 'CANADA_ALIMEN', 'ALBERTA'),
    ('USA', 'USA_CARROS', 'MASSACHUSSETS'),
    ('USA', 'USA_NAVIOS', 'CALIFORNIA'),
    ('UK', 'UK_NAVIOS', 'YORK'),
)

Nos exemplos que seguem, contarei a ocorrência do primeiro elemento das tuplas, como BRA, CAN, etc…


Conhecimentos necessários

Nos exemplos das respostas faço uso de list comprehensions* e iterable unpacking (veja a PEP 3132 para mais informações).

Mas para fins de clareza, segue uma breve demonstração de como os uso nas respostas abaixo:

# cria uma lista normal
lista = [1, 2, 3, 4, 5]

# Usa uma list comprehension para criar outra lista
list_comprehension = [-x for x in lista]
# list_comprehension = [-1, -2, -3, -4, -5]

# Usa iterable unpacking para "quebrar a lista em pedaços"
um, dois, *restante = lista
# um = 1
# dois = 2
# restante = (3, 4, 5)

Com estas informações, acredito que os código a seguir não serão problema.

* na verdade é uma generator expressions, mas vai ficar muito mais fácil entender generator expressions, dict comprehensions e suas variações, se você entender list comprehensions.


1. Usando collections.Counter (#Docs)

A classe Counter é uma subclasse de dict, o dicionário padrão do python, que serve como um contador para objetos hashable.

Podemos criar um contador a partir de um iterável qualquer, como uma lista, tupla ou, por exemplo, uma string:

from collections import Counter

contador = Counter("abracadabra")
# Counter({'a': 5, 'b': 2, 'r': 2, 'c': 1, 'd': 1})

Dessa maneira podemos fazer com que Counter conte apenas os primeiros elementos de uma tupla com o seguinte código:

from collections import Counter

contador = Counter(cod_cliente for cod_cliente, *_ in dados)
# contador = Counter({'BRA': 3, 'USA': 2, 'CAN': 1, 'UK': 1})

Lembrando que:

[cod_cliente for cod_cliente, *_ in dados]
# ['BRA', 'BRA', 'BRA', 'CAN', 'USA', 'USA', 'UK']

2. Usando dict (#Docs)

Podemos usar um dicionário comum para adicionar a soma das ocorrência a medida que iteramos sobre dados.

Para isso basta tratarmos quando a chave ainda não existe no dicionário, pois se tentarmos pegar uma chave inexiste, dict.__getitem__ invocará dict.__missing__ que lançará a exceção KeyError. Exemplos:

dicionario = {'teste': 10}

# 1) Atualiza uma chave existente (OK)
dicionario['teste'] = dicionario['teste'] + 1
# dicionario = {'teste': 11}

# 2) Atualiza uma chave inexistente (erro)
dicionario["outra-chave"] = dicionario["outra-chave"] + 1
#                           ^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^^
# KeyError: 'outra-chave' não existe em 'dicionario'

# 3) Testando antes de usar a chave (OK)
if 'outra-chave' not in dicionario:
    dicionario["outra-chave"] = 0

dicionario["outra-chave"] += 1
# dicionario = {'teste': 11, 'outra-chave': 1}

Você também poderia usar a exceção KeyError para tratar estes casos. Exemplo:

dicionario = {}
try:
    dicionario['teste'] += 1
except KeyError:
    dicionario['teste'] = 1

Porém, dicionários possuem o método get que recebe os argumentos dict.get(key, default), onde key é a chave do dicionário que você quer ler e default é o valor que será retornado caso esta chave não exista.

No nosso caso, queremos somar 1 unidade ao valor atual da chave, porém se a chave não existir queremos que este valor seja 0. Veja em prática:

dicionario = {}

dicionario['teste'] += 1
# KeyError
dicionario['teste'] = dicionario['teste'] + 1
# KeyError

dicionario['teste'] = dicionario.get('teste', 0) + 1
# dicionario = {'teste': 1}

Dessa maneira, se a chave ainda não existir, cria a nova chave com o devido valor.

O código final ficaria:

contador = {}

for code_client, *_ in dados:
    contador[code_client] = contador.get(code_client, 0) + 1

# contador = {'BRA': 3, 'CAN': 1, 'USA': 2, 'UK': 1}

3. Usando defaultdict (#Docs)

Assim como o collections.Counter mencionando anteriormente, default_dict também é uma subclasse de dict.

A classe defaultdict tem um atributo default_factory que deve ser um objeto invocável ou None.

Por padrão, ao acessar um chave inexistente, o método dict.__getitem__ invoca o método dict.__missing__, e este lança uma exceção KeyError. Já o defaultdict sobrescreve o método dict.__missing__ para invocar defaultdict.default_factory e usar o seu retorno como valor padrão caso a chave não exista.

Um resumo:

dicionario = {}
valor = dicionario['teste']
# 1. invoca dicionario.__getitem__('teste')
# 2. chave não existe, então invoca dicionario.__missing__('teste')
# 3. dict.__missing__ lança uma KeyError
# KeyError

Agora defaultdict:

from collections import defaultdict

# função que será a 'default_factory' do defaultdict
def valor_padrao():
    return "Valor padrão"

dicionario = defaultdict(valor_padrao)
valor = dicionario['teste']
# 1. invoca dicionario.__getitem__('teste')
# 2. chave não existe, então invoca dicionario.__missing__('teste')
# 3. defaultdict.default_factory é um objeto invocável, então retorna o resultado do método
# 4. dicionario['teste'] = dicionario.default_factory()
# 5. valor = dicionario['teste']
# valor = 'Valor padrão'

Se defaultdict.default_factory for None, defaultdict se comporta da mesma maneira que dict e lançará uma KeyError em chaves inexistentes.

Para o nosso código final, basta criar uma função que retorne zero e usá-la como default_factory. Para a nossa comodidade a função int, se invocada sem parâmetros, retorna zero. Então o código final usando defaultdict ficaria:

contador = defaultdict(int)

for code_client, *_ in dados:
    contador[code_client] += 1

# contador = defaultdict(<class 'int'>, {'BRA': 3, 'CAN': 1, 'USA': 2, 'UK': 1})

Estas foram 3 maneiras de você contar as repetições que você recebe do seu banco de dados, mas vale lembrar para futuros visitantes que utilizar GROUP BY e COUNT na sua query é muito mais performático.

Criei este Repl.it com os 3 exemplos rodando, caso seja do interesse de alguém.

0

recorri a perguntar na gringa, a solução está abaixo:

Solução

ct = {}
for _, value in lds_data.items():
    if value['code_client'] in ct:
        ct [value['code_client']] += 1
    else:
        ct [value['code_client']] = 1
  • 1
    Se vai ignorar as chaves do dicionário, poderia fazer somente for value in lds_data.values() – hkotsubo 3/09 às 18:06

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.