-1

Estou tentando fazer um git push, mas sempre surge este erro:

$ git push
fatal: The current branch master has no upstream branch.
To push the current branch and set the remote as upstream, use

    git push --set-upstream origin master


dell latitude@DESKTOP-KU6NT53 MINGW64 ~/Downloads/hellospringboot (master)
$ git push --set-upstream origin master
To https://github.com/LealVinicius/arqdesint.git
 ! [rejected]        master -> master (fetch first)
error: failed to push some refs to 'https://github.com/LealVinicius/arqdesint.git'
hint: Updates were rejected because the remote contains work that you do
hint: not have locally. This is usually caused by another repository pushing
hint: to the same ref. You may want to first integrate the remote changes
hint: (e.g., 'git pull ...') before pushing again.
hint: See the 'Note about fast-forwards' in 'git push --help' for details.
  • 2
    Updates were rejected because the remote contains work that you do not have locally O que o erro acima está dizendo é que você não tem no seu repositório local, as últimas alterações que foram recebidas no seu repositório remoto no GitHub. Geralmente, basta executar git pull origin master antes de fazer o push novamente. – pauloimon 1/09/19 às 20:40

1 Resposta 1

0

O aviso que o comando git push está emitindo sinaliza que a sua árvore está dessincronizada em relação ao branch master do GitHub. Neste caso você tem duas opções:

  1. ignorar as diferenças e sobreescrever o branch master que está no GitHub fazendo um push forçado;
  2. fazer um merge dos dois branches (o seu master local e o do GitHub) e fazer novamente um git push.

A primeira opção é a mais simples e mais arriscada. Ela irá ignorar os commits do branch master do GitHub e o sobreescreverá com o seu branch local. Para isso basta acrescentar o argumento --force:

$ git push --set-upstream --force origin master

Caso o servidor continue recusando o seu push, verifique se a opção para recusar forced pushes está habilitada na configuração do seu repositório GitHub e desabilite-a.

A segunda opção é um pouco mais complicada mas é mais segura. Ela deve ser executada em alguns passos:

  1. fazer checkout do branch master local: git checkout master
  2. certificar que você tem a cópia exata do branch master do GitHub com o comando git fetch origin;
  3. fazer um merge to seu branch master com o branch do GitHub: git merge origin/master;
  4. caso haja pendências como conflitos, por exemplo, resolva-as e faça commit (git mergetool?);
  5. finalmente faça o push: git push --set-upstream origin master

Ah, você pode juntar os passos 2 e 3 em apenas um se usar o comando pull: git pull origin

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.