7

Tem se tornado bastante comum declarar variáveis em múltiplas linhas no JavaScript. Principalmente, quando são inicializadas depois:

var var1 = null,
    var2 = null,
    var3 = 0;

O "normal" seria assim:

var var1 = null;
var var2 = null;
var var3 = 0;
  • Por que a declaração múltiplas de variáveis em múltiplas linhas tem se tornado tão comum?
  • Quais as diferenças entre as duas?
  • Quando eu devo usar uma ou outra?
  • Não sou muito fã de separar as variáveis com vírgula porque assim a primeira e a última linha ficam diferente das linhas do meio. Isso significa que precisamos editar a linha do var3 se quisermos adicionar um var4 na lista. Dito isso, tem gente que acha a primeira versão mais mais bonita. – hugomg 15/11/14 às 15:48
  • Só para mostrar como é mais questão de gosto mesmo, eu a contrário do @hugomg já prefiro usar com vírgulas, assim quando você precisa definir várias variáveis vazias no inicio de uma função, da pra fazer tudo numa linha economizando caracteres. – Kazzkiq 16/11/14 às 19:40
8

É sobretudo uma questão de estilo, questão de gosto.
Não há diferença de funcionamento entre uma e outra.

A única vantagem de declarar com virgulas é poupar uns bites por não precisar de usar var tantas vezes e assim fazer o script ligeiramente mais pequeno. Para poupar os tais bites deve fazê-lo inline, na mesma linha como o @hugomg também apontou).

  • 3
    O script só fica mais pequeno se as declarações separadas por vírgula estiverem todas na mesma linha - se tiver tudo indentado com espaços como no caso do OP então o número de bytes é o mesmo. Dito isso, qualquer bom minificador de Javascript já faz esse truque (e muito mais) sem precisar que você mude seu estilo no código fonte. – hugomg 15/11/14 às 15:51
  • @hugomg verdade, eu assumí isso mas é melhor deixar na resposta para quem não pense nisso naturalmente. Obrigado. – Sergio 16/11/14 às 7:46
  • Achei que pudesse ter alguma problema quanto a manutenção ou possibilidades de erros.. mas pelo visto são só bytes mesmo. Pesquisando na internet, encontrei que se vc esquecer de uma vírgula no multilinha, a próxima var vai ser global. Mas usando o 'use strict', o erro é acusado.. – Andre Figueiredo 18/11/14 às 3:04
5

Existem muitos argumentos a favor de ambos os lados que vão desde inserção automática de ponto-vírgula, hoisting e legibilidade até "esse é mais fácil de fazer diff do que esse".

No final tudo se resume a Escolha o que é melhor para você.

Existe, porém, um critério objetivo que pode fazer você optar pela declaração de um único var, que é a performance. De fato, a performance da declaração de um único var é superior a da declaração de mútiplos var como indica os seguintes testes:

Pode ser uma diferença pequena e irrelevante, mas é o único critério que vai além da subjetividade.

  • 1
    Como o hoisting entra nessa história? – Andre Figueiredo 15/11/14 às 14:35
  • Os argumentos não são muito claros. Os argumentos que encontrei são do tipo : "A single var statement makes it easier to avoid hoisting confusions that can occur when declaring vars in blocks." Essa é uma frase dita pelo Douglas Crockford criador do JSON e JSLint no seguinte link: plus.google.com/+RonWaldon/posts/8kgP8EU56LS – Bruno Calza 15/11/14 às 14:50
  • tentarei mais tarde listar os argumentos que existem para ambos os lados – Bruno Calza 15/11/14 às 14:51
  • 1
    Não sei se esses testes de porformance são tão confiáveis. Você vai gastar muito mais tempo medindo o tempo do que rodando as declarações. Além disso, as duas formas de declarar as variáveis devem gerar momesmo bytecode depois de compiladas. – hugomg 15/11/14 às 15:38
  • O exemplo no jsfiddle mostra uma diferença muito maior por um erro no código, você usou o singleVarStart em vez do multiVarsStart na linha 41 e por isso ele da um valor muito maior – Leandro Godoy Rosa 16/11/14 às 13:20

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.