1

Me deparei com uma dúvida:

  • Qual a diferença entre o RestTemplate (nunca implementei) e o FeingClient (já implementei)?

Percebi que os dois possuem a mesma finalidade ou são semelhantes, porém me parece mais simples implementar o FeingClient. Tem alguma situação que um é melhor que o outro?

0

Bom Fernando, como você falou, parece ter a mesma finalidade. Já tive a oportunidade de implementar os dois modelos no Spring. O que me serviu como critério de uso de um ou outro foi realmente a finalidade.

Onde usei o Feign, e porque usei? Como você deve ter notado na sua implementação de Feign, é muito fácil criar interfaces entre sua aplicação e outros serviços, especificando caminhos e métodos de forma muito clara via anotações. Também é facilitado o tratamento de erro e demais retornos através da configuração de Decoders. Então em situações que quero fazer uma espécie de "interface" entre a aplicação A e a aplicação B passando por uma API minha eu uso o Feign.

Já o RestTemplate, costumo adotar quando preciso fazer uma chamada pontual a um serviço externo a minha aplicação, tendo em vista que possui uma implementação simples de fazer, sem necessidade de configurações extras como pode ser vista no exemplo abaixo.

        RestTemplate restTemplate = new RestTemplate();
    String fooResourceUrl
            = "http://localhost:8080/spring-rest/foos";
    ResponseEntity<String> response
            = restTemplate.getForEntity(fooResourceUrl + "/1", String.class);
    assertThat(response.getStatusCode(), equalTo(HttpStatus.OK));

Uma boa documentação sobre a implementação de um RestTemplate pode ser vista aqui The Guide to RestTemplate.

Espero ter ajudado.

1

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.