1

Me deparei com uma dúvida:

  • Qual a diferença entre o RestTemplate (nunca implementei) e o FeingClient (já implementei)?

Percebi que os dois possuem a mesma finalidade ou são semelhantes, porém me parece mais simples implementar o FeingClient. Tem alguma situação que um é melhor que o outro?

0

Bom Fernando, como você falou, parece ter a mesma finalidade. Já tive a oportunidade de implementar os dois modelos no Spring. O que me serviu como critério de uso de um ou outro foi realmente a finalidade.

Onde usei o Feign, e porque usei? Como você deve ter notado na sua implementação de Feign, é muito fácil criar interfaces entre sua aplicação e outros serviços, especificando caminhos e métodos de forma muito clara via anotações. Também é facilitado o tratamento de erro e demais retornos através da configuração de Decoders. Então em situações que quero fazer uma espécie de "interface" entre a aplicação A e a aplicação B passando por uma API minha eu uso o Feign.

Já o RestTemplate, costumo adotar quando preciso fazer uma chamada pontual a um serviço externo a minha aplicação, tendo em vista que possui uma implementação simples de fazer, sem necessidade de configurações extras como pode ser vista no exemplo abaixo.

        RestTemplate restTemplate = new RestTemplate();
    String fooResourceUrl
            = "http://localhost:8080/spring-rest/foos";
    ResponseEntity<String> response
            = restTemplate.getForEntity(fooResourceUrl + "/1", String.class);
    assertThat(response.getStatusCode(), equalTo(HttpStatus.OK));

Uma boa documentação sobre a implementação de um RestTemplate pode ser vista aqui The Guide to RestTemplate.

Espero ter ajudado.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.