2

Tenho a classe Funcionario e Projeto. As duas tem os respectivos Id's.

Quero criar uma classe ProjetoFuncionario e gostaria de instanciar a chave primária das duas nessa classe.

Como possa fazer?

namespace Exercicio1.Models
{
    public class Projeto
    {
        public long id_Projeto { get; set; }
        public string nome_Projeto { get; set; }

        public List<FuncionarioModel> listaProjeto = new List<FuncionarioModel>();
    }
}

E também a classe Funcionario:

public class FuncionarioModel
{
    string dataAtual = DateTime.Now.Day.ToString();

    public long id_funcionario { get; set; }
    [Required]

    [DisplayName(" Nome.: ")]
    [StringLength(40, ErrorMessage = " O Campo Nome permite apenas 40 caracteres!")]
    public string nom_funcionario { get; set; }
    [Required]
}
  • 2
    O que você quer dizer com instanciar as chaves primárias? Você quer fazer uma referência dessa nova classe para Funcionario e Projeto eu suponho... para isso basta criar uma classe assim: public class ProjetoFuncionarioModel { public ProjetoModel Projeto { get; set; } public FuncionarioModel Funcionario { get; set; } }. – Miguel Angelo 14/11/14 às 14:02
  • eu quero criar uma clase PROJETOFUNCIONARIO nessa classe eu quero instanciar a chave de funcionario e a chave de projeto – Thamires Cunha 14/11/14 às 14:20
2

Quero criar uma classe ProjetoFuncionario...

Não existe a necessidade de se criar uma classe como ProjetoFuncionario para expressar esses relacionamentos. Isso normalmente ocorre ao criar as tabelas do banco de dados, aí sim você cria uma tabela para expressar o relacionamento, mas a modelagem de seus objetos não ficará exatamente como você modela seu banco de dados.

Você pode trabalhar apenas as classes Funcionario (ou FuncionarioModel como você chamou) e Projeto mesmo.

...gostaria de instanciar a chave primaria das duas nessa classe. Como possa fazer?

Na verdade você não instancia chave primária, pois chave primária está relacionada a campo(s) do objeto(s). Como sabemos, você cria instâncias de objetos (como Funcionario, Projeto, etc...).

Você pode criar a instância da classe Projeto, criar a(s) instância(s) do(s) Funcionário(s) do projeto e adicionar cada objeto Funcionario na lista. Quando você salvar o Projeto no banco de dados, o framework que você usar (Entity Framework, NHibernate, etc...) fará a associação (salvando as informações nas tabelas de Projeto, Funcionario e ProjetoFuncionario e até mesmo gerando os Ids automaticamente) para você.

//Instancia os objetos para exemplificar
Projeto projeto_novo = new Projeto() { nome_Projeto = "Projeto 1", lista_funcionarios = new List<Funcionario>() };
Funcionario funcionario_novo1 = new Funcionario() { nom_funcionario = "Funcionário 1" };
Funcionario funcionario_novo2 = new Funcionario() { nom_funcionario = "Funcionário 2" };

//Adiciona os funcionários na lista
projeto_novo.lista_Funcionarios.Add(funcionario_novo1);
projeto_novo.lista_Funcionarios.Add(funcionario_novo2);

Um ponto de atenção que notei aqui é sobre os nomes de propriedades, pois, onde você está usando "listaProjeto" eu usei "lista_Funcionarios" no exemplo, apenas porque acredito que fica mais claro (apenas sugestão).

Se ainda não respondi sua dúvida, insira um comentário para que eu possa ajudar :-)

  • Entendi o que vc quis dizer, teoricamente era isso mesmo que eu precisava. Obrigada Renan! – Thamires Cunha 14/11/14 às 17:48
1

Apenas complementando a resposta do @Renan, na sua modelagem um Funcionario pode pertencer a apenas um Projeto e um Projeto tem vários Funcionarios. Numa outra interpretação da sua pergunta, você poderia querer que um Funcionario tenha vários Projetos, e que um Projeto pode ter vários Funcionarios (cardinalidade N para N). Neste caso, é pertinente uma entidade ProjetoFuncionario da seguinte forma:

public class ProjetoFuncionario
{
    [Key]
    public int ProjetoFuncionarioId { get; set; }
    public int ProjetoId { get; set; }
    public int FuncionarioId { get; set; }

    public virtual Projeto Projeto { get; set; }
    public virtual Funcionario Funcionario { get; set; }
}

Aproveito para discutir a maneira que você usou para implementar, bem como sugerir algumas normativas para deixar seu projeto mais organizado:

namespace Exercicio1.Models
{
    [DisplayColumn("Nome")] // Esse atributo faz algumas configurações automáticas, como DropDowns, por exemplo.
    public class Projeto
    {
        [Key] // É boa prática anotar qual propriedade é chave primária.
        public long ProjetoId { get; set; } // O padrão do Entity Framework é ProjetoId ou apenas Id
        [Required] // Procure anotar campos não nulos como [Required], obrigatórios.
        public string Nome { get; set; }

        // Procure não instanciar propriedades de navegação; O Entity Framework faz isso pra você;
        // Não precisa limitar a coleção em List<>; Use ICollection<>, que permite mais recursos;
        // Procure anotar a propriedade de navegação com virtual para permitir herança.
        public virtual ICollection<ProjetoFuncionario> ProjetoFuncionarios { get; set; }
    }

    [DisplayColumn("Nome")]
    public class Funcionario
    {
        // Essa propriedade não tem necessidade de ficar aqui, então comentei.
        // public string dataAtual = DateTime.Now.Day.ToString();

        [Key]
        public long FuncionarioId { get; set; } // Novamente coloquei essa chave na convenção.
        [Required] // Atributos são sempre em cima da propriedade alvo, não embaixo como estava.
        [DisplayName(" Nome.: ")]
        [StringLength(40, ErrorMessage = "O Campo Nome permite apenas 40 caracteres!")]
        public string Nome { get; set; }

        public virtual ICollection<ProjetoFuncionario> ProjetoFuncionarios { get; set; }
    }
}
  • Cigano, mesmo se tratando de uma cardinalidade N-N, não a necessidade de uma Entitidade para representar uma tabela de Link, neste caso Projeto pode ter uma ICollection<Funcionario> e Funcionario ICollection<Projeto>. – Tobias Mesquita 21/02/15 às 22:16
  • @TobyMosque E se você precisar expressar campos adicionais dentro da associação, como isso poderia ser feito? E se você não quiser usar Fluent API no projeto por uma questão de normatização, como isso seria feito? – Leonel Sanches da Silva 22/02/15 às 19:26
  • Normalmente eu adoto a mesma estratégia utilizada no modelo Database First, quando a tabela de relacionamento não tem outra finalidade que ligar as duas tabelas não existe a necessidade de criar uma entidade nova. – Tobias Mesquita 22/02/15 às 20:56
  • @TobyMosque Mas aí é que está: 90% dos sites que eu vejo por aí respondem isso. A ideia de dar uma resposta diferente que contempla todos os casos, a meu ver, é mais interessante. – Leonel Sanches da Silva 22/02/15 às 21:01

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.