1

Estou com um problema em um projeto com Backend em PHP e front em HTML, JavaScript e CSS.

O backend está mandando os dados para o front através de JSON, porém, em um dos trechos dos dados há textos com aspas, exemplo:

{
   "descrição": "Eu faço trabalhos "fáceis" porém cansativos"
}

O JSON por padrão reconhece as aspas de "fáceis" como final do dado, e gostaria que não fosse assim.

Posso dar um:

myJson.replace(/"/g,'"');

Mas aí ele irá trocar todas as aspas do JSON, gerando um input assim:

{
   "descrição": "Eu faço trabalhos "fáceis" porém cansativos"
}

O que quebra tudo.

Estou buscando escrever uma regex que substitui as aspas por " apenas no caso de estarem dentro de um campo de dados do JSON. Ou há alguma outra forma de tratar este caso?

  • 2
    Se o JSON está com as aspas exatamente assim, então o erro está no backend, que está gerando um JSON inválido, e é lá que deveria ser corrigido. Tentar arrumar com regex não é simples (não use regex para manipular JSON - para um válido já é difícil, para um inválido, é pior ainda). Provavelmente vc vai ter que manipular a string manualmente mesmo, já que geralmente os parsers dão erro qdo o JSON está inválido (ou corrija onde ele é gerado, que é o mais indicado) – hkotsubo 9/08 às 12:34
  • Saulo, seria interessante você adicionar na pergunta o código que gera o JSON, ou pelo menos informar qual linguagem você está usando para gerar este JSON. – fernandosavio 9/08 às 18:35
1

Como eu já disse nos comentários, se o JSON está vindo com as aspas exatamente dessa maneira, então ele não é um JSON válido. Nesse caso, o melhor é corrigir no backend, para que ele gere o JSON corretamente - no caso, com as aspas escapadas (\"):

{
    "descrição": "Eu faço trabalhos \"fáceis\" porém cansativos"
}

Tratar o problema na origem garante que quem for receber esses dados não precisará se preocupar em arrumá-los, até porque não é uma tarefa tão simples assim.

Como você disse que o backend é PHP, verifique se está usando corretamente a função json_encode (que é a maneira mais simples para gerar JSON no PHP). Ou, caso esteja usando outro mecanismo/API/framework, verifique se tudo está corretamente configurado, se os parâmetros estão corretos, etc, pois é mais provável que o problema esteja aí.

O restante da resposta abaixo é somente para mostrar como usar regex pode ser uma solução ruim, mais complicada e até desnecessária, caso você corrija o problema na origem.


Veja por exemplo como ficaria uma regex para o seu caso (não vai funcionar em todos os browsers):

let s = `{
   "descrição": "Eu faço trabalhos "fáceis" porém cansativos",
   "teste": "Aqui não tem aspas a mais",
   "teste2": "Aqui " tem várias " aspas a mais""
}`;
let r = /(?<!"\s*:\s*)"(?![\n\r,:]|[^"]+":)/g;
console.log(s.replace(r, '&quot;'));

Basicamente, ela pega as aspas, levando em consideração vários fatores:

O negative lookbehind (?<!"\s*:\s*) verifica se algo não existe antes das aspas. No caso, temos uma aspas, seguida de \s* (zero ou mais espaços), dois pontos, zero ou mais espaços. Ou seja, não pode ser a primeira aspas logo depois do :.

Obs: o lookbehind atualmente só funciona no Chrome. Mas mesmo que você use outra linguagem - que não JavaScript - que suporte este recurso, ainda sim vale ler o restante da resposta.

O negative lookeahead (?![\n\r,:]|[^"]+":) verifica se algo não existe depois das aspas. No caso, é [\n\r,:] (uma quebra de linha, ou vírgula, ou dois pontos). Assim, eu não considero as aspas de fechamento. Mas o | (que significa ou) admite outra possibilidade: [^"]+: - um ou mais caracteres que não sejam aspas, seguido de dois pontos (sem isso, a regex também pegava a primeira aspas de cada linha).

Basicamente, todas essas regras são para desconsiderar as aspas de abertura e fechamento legítimas. Mas esta regex não cobre todos os casos.


Por exemplo, se tivermos um array, não funciona mais:

let s = `{
   "lista": [ "Eu faço trabalhos "fáceis" porém cansativos" ]
}`;
let r = /(?<!"\s*:\s*)"(?![\n\r,:]|[^"]+":)/g;
console.log(s.replace(r, '&quot;'));

Nesse caso, ele substitui todas as aspas dentro do array. Então precisamos colocar mais condições na regex para indicar a nova condição. Por exemplo, eu poderia indicar que deve ignorar as aspas logo depois do [ ou logo antes do ]:

let s = `{
   "lista": [ "Eu faço trabalhos "fáceis" porém cansativos" ]
}`;
let r = /(?<!"\s*:\s*|[\[,]\s*)"(?![\n\r,:]|[^"]+":|\s*\])/g;
console.log(s.replace(r, '&quot;'));

Mas ainda há casos em que ela pode falhar. Por exemplo, se dentro da string tivermos algum desses caracteres, como : ou []:

let s = `{
   "fad": "fasdfa "fa" : "fasdfasd"sdfa",
   "xyz": [ "af [ "xyz " ad", " fasd "fasf" dfs"]
}`;
let r = /(?<!"\s*:\s*|[\[,]\s*)"(?![\n\r,:]|[^"]+":|\s*\])/g;
console.log(s.replace(r, '&quot;'));

Agora, como dentro das strings eu tenho os caracteres : e [] (que eu tinha usado como os pontos de referência para saber se estou no início ou fim da uma string), a regex se perde, pois ela não está verificando se deveria estar dentro de uma string ou não.

Eu até acredito que seja possível prosseguir e incluir esta alteração, mas acho que a regex já está complicada o suficiente e não vale mais a pena.


Tudo isso é para mostrar que talvez não valha a pena tentar corrigir o JSON com regex. Tente arrumar o JSON onde ele é gerado, em vez de criar um problema maior ao tentar resolvê-lo com regex.

  • A resposta é muito boa, mas acho que a pergunta ainda não merecia uma resposta, pois do jeito que está, o AP vai usar regex pra resolver um problema que deveria ser feito no backend (mesmo você tendo advertido para não fazer isso)... – fernandosavio 9/08 às 18:27
  • @fernandosavio Minha intenção era mostrar como a solução com regex é complicada e não vale a pena, mas o que vc falou faz sentido. Se bem que, seguir ou não a recomendação já é uma decisão do AP, pois o aviso foi dado... Mas creio que basta surgir um JSON um pouquinho mais complicado para ele perceber que de fato não vale a pena... – hkotsubo 9/08 às 18:30
  • 1
    Exato, a resposta é boa, meu medo é que seja usada no lado negro da força. :P Por via das dúvidas vou perguntar para o AP qual é o código que gera o JSON, pode evitar que uma boa alma use regex pra isso no futuro. – fernandosavio 9/08 às 18:34
  • @fernandosavio É, esqueci de perguntar isso... Mas se o backend é PHP, eu acho que ele não deve estar usando json_encode, pois não vejo uma situação em que ele gera um JSON inválido assim... De qualquer forma, coloquei mais alguns avisos no início da resposta.. – hkotsubo 9/08 às 18:41
  • 1
    Cara, duvido que uma biblioteca nativa de qualquer linguagem de backend gere um JSON com um erro tão básico destes... Enfim, se o AP tiver interesse em uma solução para o problema real dele, só vai depender dele agora. :D Toma meu +1 – fernandosavio 9/08 às 18:42

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.