2

Estou tendo que migrar um projeto todo feito em PHP 5 para PHP 7, ao rodar uma ferramenta de diagnóstico, ela aponta que algumas funções utilizam o @ e estão depreciadas por exemplo:

/**
 * Creates a copy of a class object
 * @param $object (object) class object to be cloned
 * @return cloned object
 * @since 4.5.029 (2009-03-19)
 * @public static
 */
public static function objclone($object) {
    if (($object instanceof Imagick) AND (version_compare(phpversion('imagick'), '3.0.1') !== 1)) {
        // on the versions after 3.0.1 the clone() method was deprecated in favour of clone keyword
        return @$object->clone();
    }
    return @clone($object);
}

Note que esta sendo usado o @ para lidar com isso. Preciso alterar o fonte de forma segura para o sistema continuar funcionando normalmente, como posso lidar com os casos que ultilizam o @?

3
  • Em algum momento é utilizado o imagick nessas versões antigas?
    – Woss
    6/08/19 às 19:52
  • Sim, ainda é utilizado. Eu sei que se der erro ao executar o clone() de um objeto inexistente ele da falta error
    – ALE_ROM
    6/08/19 às 20:00
  • errata *fatal error
    – ALE_ROM
    6/08/19 às 20:07
0

O operador @ é utilizado para suprimir mensagens de erro. Pode até ser que o código que dependa desse método já esteja errado a tempos, mesmo no PHP 5.

Nesse caso eu removeria o @ para garantir que tudo está funcionando. É possível incluir outras verificações de tipo a fim de garantir que ao chegar no clone não aconteça maiores problemas.

Você pode por exemplo adicionar um type hinting de object para garantir que somente objetos serão passados para esse método (funciona a partir do PHP 7.2):

public static function objclone(object $object) {

}

Nesse caso ao usar um tipo inválido você saberá onde precisa arrumar.

Outra abordagem um pouco menos disruptiva é verificar o tipo da variável e se não for um objeto retornar a própria variável, pois o clone só funciona com objetos e retornar uma variável primitiva é semelhante ao comportamento do clone (no PHP só objetos recebem uma referencia na atribuição):

public static function objclone($object) {
    if (!is_object($object)) {
        return $object;
    }

    // ...
}

Outra opção que pode dar mais trabalho, verifique se você realmente precisa fazer um clone dos objetos. Além de melhorar o consumo de memória, seu código ficará mais legível. E caso precise use diretamente clone ao invés de chamar a função.

Por último, mas não menos importante, confirme a versão correta do Imagick. De acordo com a documentação desse método, ele foi descontinuado na versão 3.1.0, e não na versão 3.0.1.

Tente alterar seu código para utilizar essa versão. Num compilado, seu método pode ficar assim:

public static function objclone($object) {
    if (!is_object($object)) {
        // If is not an object, return the variable itself
        return $object;
    }

    if (($object instanceof Imagick) && (version_compare(phpversion('imagick'), '3.1.0') !== 1)) {
       // clone() method was deprecated in favor of clone keyword
       // see https://www.php.net/manual/en/imagick.clone.php
       return $object->clone();
    }

    return clone $object;
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.