-2

Estou criando um programa que receberá múltiplos inputs do usuário e, ao receber uma string em branco, deverá parar de receber entradas e continuar em frente com o programa.

O código roda perfeitamente pelo meu computador porém o sistema de correção automatizado da faculdade relata um erro:

Exception in thread "main" java.lang.NullPointerException
    at SentencaDancante.main(SentencaDancante.java:20)

A linha 20 corresponde ao while do código abaixo:

BufferedReader input = new BufferedReader(new InputStreamReader(System.in));

String entrada = new String(input.readLine());

int contador = 0;

Frases[] objetos = new Frases[100];


while (entrada.length() != 0){

    //the object constructor gets the length and the char[], converted from the "entrada" string.

    objetos[contador] = new Frases(entrada.length(), entrada.toCharArray());

    // defined method in the Frases class
    objetos[contador].converter();

    entrada = input.readLine();

    contador++;

}

Já tentei substituir o while por um while(entrada != null || entrada.length != 0). Mas aí o VSCode começa a relatar nullpointeraccess.

2 Respostas 2

3

O certo seria

while(entrada != null && entrada.length() != 0)

porque caso entrada for nulo não tentará executar a função length e não entrará no laço que também faz uso da entrada. Não é possivel executar uma função de um objeto nulo.

  • Tentarei implementar, é a melhor solução até agora. Não havia sacado que era necessário o AND e não o OR. Muito obrigado – Diogo Neiss 30/07/19 às 21:48
  • @DiogoNeiss o AND precisa que as duas condições sejam verdadeiras para entrar dentro do escopo, caso a primeira não seja ele não checará a segunda, ou seja, quando entrada for nulo ele não executará entrada.length(). – Penachia 31/07/19 às 11:10
1

Uma alternativa é mudar a forma como você lê os dados:

String entrada;
int contador = 0;
while ((entrada = input.readLine()) != null) { // enquanto conseguir ler alguma coisa
    if (entrada.length() == 0) // string vazia, sai do loop
        break;

    objetos[contador] = new Frases(entrada.length(), entrada.toCharArray());
    ... faz o que precisar com objetos[contador]

    contador++;
    if (contador == objetos.length) // já encheu o array, sai do loop
        break;
}

Dentro do while temos (entrada = input.readLine()) != null - repare nos parênteses: primeiro eu atribuo o retorno de readLine na variável entrada, e depois comparo se ele é null. Caso seja, já sai do loop.

Dentro do loop eu verifico se o tamanho da string é zero (e se for, sai do loop).

Também incluí uma verificação no final para saber se o contador já ultrapassou o tamanho do array (senão daria um ArrayIndexOutOfBoundsException quando o contador chegasse a 100).


No seu computador funcionava porque o System.in é lido do console e você sempre precisa dar um ENTER, então a entrada nunca é nula (o readLine remove a quebra de linha referente ao ENTER, sobrando a string vazia).

Já no sistema de correção automatizado, provavelmente ele pega as entradas de algum arquivo e passa para o seu programa via pipe ou algo assim (não há um ENTER digitado), então quando chega no final da stream de dados, o readLine retorna null.

  • 1
    Devo admitir que eu não gosto de alterar o conteúdo de uma variável dentro da condição do laço, ainda mais com uma verificação logo em seguida com um break... mas desse jeito está melhor do que outras alternativas que vi/consigo pensar – Jefferson Quesado 30/07/19 às 20:47
  • @JeffersonQuesado Concordo, eu também evito fazer isso, BufferedReader é um dos poucos casos em que faço... – hkotsubo 30/07/19 às 20:49
  • Essa solução não funcionaria pra mim, esse meu professor é extremamente contrário ao uso de breaks no código. Vou tentar reformular essa questão da saída colocando um && dentro do while – Diogo Neiss 30/07/19 às 21:46
  • @DiogoNeiss break é uma solução perfeitamente válida, então eu perguntaria pro professor porque ele é contra. Mas na minha opinião, ser contra sem uma justificativa válida é ridículo, o que vai dizer se deve usar ou não é o contexto do código... – hkotsubo 30/07/19 às 21:57
  • @hkotsubo ele me disse uma vez que tinha a ver com o efeito do break na memória, com algo relacionado a pilhas ou algo assim. Além disso, um loop bem projetado é muito mais legível para manutenção que um repleto de breaks e continues. Há também a questão do salto dentro do programa, similar ao do goto. – Diogo Neiss 30/07/19 às 22:20

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.