3

Estou a desenvolver aplicações web Java usando JSP's. Eu tenho um arquivo chamado header.jsp, que contem links dos arquivos CSS's e outras coisas que são importantes para o meu sistema que está no diretório raiz.

Eu tenho uma pasta que tem outros arquivos .jsp, mas quando eu tento fazer um arquivo de inclusão header.jsp, não funciona.

  • Lucas, seja bem-vindo ao StackOverflow em Português, se você for brasileiro sinta-se a vontade para perguntar em português =) – João Neto 11/11/14 às 3:30
  • 1
    @LucasNascimento, o que você quer dizer com "quando eu tento fazer um arquivo de inclusão header.jsp, não funciona"? Você não está conseguindo incluir o .jsp em outro? – Andre Figueiredo 11/11/14 às 4:12
  • Eu consigo fazer o include se o arquivo estiver no mesmo diretório, mais se ele estiver em um diretório diferente eu nao consigo. – Lucas Nascimento 11/11/14 às 4:16
  • 1
    Sem descrever o problema na pergunta vai ser muito difícil alguém conseguir te ajudar. Apenas dizer que não funciona não dá informações suficientes para as pessoas ajudarem. – Maniero 11/11/14 às 11:36
3

Então, vamos supor que você queira incluir o header.jsp dentro de um arquivo chamado clientes.jsp (você não especificou o nome, então eu inventei um para poder exemplificar). Há basicamente 4 formas de se fazer isso:


Alternativa 1: Diretiva include

É só usar o seguinte no clientes.jsp:

<%@ include file="header.jsp" %>

Isso daí vai copiar-e-colar o código do header.jsp no clientes.jsp antes de compilá-lo para um servlet java. A inclusão ocorre em tempo de compilação.


Alternativa 2: Standard action jsp:include

Você usa desta forma no clientes.jsp:

<jsp:include page="header.jsp" />

Isso daí vai fazer o servlet compilado do header.jsp ser invocado de dentro do servlet compilado do clientes.jsp. A inclusão ocorre em tempo de execução, quando a requisição está sendo processada.

É possível passar parâmetros no jsp:include:

<jsp:include page="header.jsp">
    <jsp:param name="teste" value="Parâmetro de teste" />
</jsp:include>

No arquivo header.jsp, você pode pegar o valor do(s) parâmetro(s) usando EL:

${param.teste}

Alternativa 3: Tag c:import da JSTL

Esta outra alternativa, é semelhante a forma usada com a standard action:

<c:import url="header.jsp" />

O <c:import> permite você importar até documentos externos ao seu container de aplicação:

<c:import url="http://example.com/header.jsp" />

E também pode usar parâmetros:

<c:import url="header.jsp">
    <c:param name="teste" value="Parâmetro de teste" />
</c:import>

No arquivo header.jsp, você pode pegar o(s) valor(es) do(s) parâmetro(s) usando EL, exatamente da mesma forma como ocorre com a standard action:

${param.teste}

Alternativa 4: Tagfiles

Esta forma é a mais complicada, porém é também a mais flexível, robusta e poderosa. Você pode colocar o arquivo header.tag dentro da pasta WEB-INF/tags. Observe que a extensão do arquivo é tag e não jsp neste caso.

Então, no seu clientes.jsp basta você colocar isso no começo:

<%@ taglib prefix="meuProjeto" tagdir="/WEB-INF/tags" %>

E lá no meio, aonde você quiser colocar o cabeçalho:

<meuProjeto:header/>

Se quiser passar um (ou mais) parâmetro(s), use assim:

<meuProjeto:header teste="Tagfiles são legais"/>

E lá no seu arquivo header.tag, você coloca isso no começo:

<%@ attribute name="teste" required="true" rtexprvalue="true" %>

E no mesmo arquivo header.tag, você resgata o(s) parâmetro(s) com estas expressões EL extremamente simples:

${teste}

O required especifica se o atributo é requerido ou não (opcional). O rtexprvalue indica se o valor será avaliado em tempo de execução quando a requisição estiver sendo processada ou não.

Observe que ao usar tagfiles, o resultado fica semelhante a uma chamada de função, aonde você diz quais parâmetros são requeridos ou não e o código do clientes.jsp para incluir o header.tag fica super enxuto e simples. Além disso, os parâmetros ficam definidos com um escopo estático (não-dinâmico), o que facilita bastante para o desenvolvedor ao evitar problemas de ter que adivinhar o nome do parâmetro ou de o mesmo colidir com o nome de outra coisa e também forçam um erro se um parâmetro requerido for esquecido ou se um parâmetro inexistente for usado.

Se o conteúdo do parâmetro for muito grande, você pode declarar um corpo para ele. Para fazer isso, coloque o seguinte no início do seu header.tag:

<%@ tag body-content="tagdependent" %>

E para interpretar o corpo:

<jsp:doBody/>

No clientes.jsp você invoca desta forma:

<meuProjeto:header teste="tagfiles sao legais">
    Este é um exemplo de uma tagfile aonde é usado um corpo bem grande.
    Lorem ipssum dolor sit amet consectetuer adispiting elit.
</meuProjeto:header>

O corpo da tag é interpretado quando o <jsp:doBody> é invocado, ele não é apenas copiado e colado, e sim é uma forma de um lambda em JSP. Logo, você pode fazer isso:

<meuProjeto:header teste="tagfiles sao legais">
    <c:if test="${variavelQualquer == 1}">
        O valor da variável é 1.
    </c:if>
    <c:if test="${variavelQualquer == 2}">
        O valor da variável é 2.
    </c:if>
</meuProjeto:header>

Para finalizar, você pode colocar os seus arquivos tag dentro de qualquer subpasta de WEB-INF/tags, e normalmente só isso já basta. Alternativamente, é possível colocá-los dentro de pastas META-INF/tags de JARs que estejam dentro do WEB-INF/libs, mas neste caso você vai precisar acrescentar um arquivo TLD e fica um pouquinho mais complicado.


Fonte: Livro "Head First Servlets & JSP" de Bryan Basham, Kathy Sierra e Bert Bates. Usei a primeira edição, que já é antiga e ultrapassada (de 2004), mas ainda assim é muito boa e recomendo bastante.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.