10

Um dado string é um array-like, já um dado number não o é. Já seus respectivos objetos são array-likes (os objetos em si), né? Um objeto declarado, um Objeto DOM também é um arraylike, correto? Tudo é array-like menos dados number boolean e operadores. Tudo isso é muito confuso para mim.

12

Em JavaScript (e potencialmente outras linguagens, mas não me recordo de nenhuma) existe um tipo de dado Array que possui uma propriedade length (indicando seu tamanho), a capacidade de ter seus elementos individuais acessados por índices numérios (x[0]), e vários outros métodos pertencentes ao tipo.

Entretanto, exceto por alguns pequenos detalhes (mais sobre isso adiante), não há diferença significativa entre um array e um objeto "normal". Se você criar um objeto do tipo:

var objeto = { "0":"foo", "1":"bar", "2":"baz", length:3 };

Você pode usá-lo em muitas situações como se ele fosse um array nativo:

for ( var i = 0 ; i < objeto.length ; i++ )
    console.log(objeto[i]);

O que você não pode fazer é usar métodos nativos de Array - já que esse objeto não possui esse tipo como protótipo (por padrão - se você quiser, você pode dar esse protótipo a ele):

objeto.forEach(function() { ... }); // undefined não é um método

Outra diferença é que em um array, adicionar novos elementos atualiza sua propriedade length automaticamente, enquanto num objeto comum isso não acontece:

var arr = [];
$("#saida").append("<p>" + arr.length + "</p>");
arr[0] = 10;
$("#saida").append("<p>" + arr.length + "</p>");

var obj = { length: 0 };
$("#saida").append("<p>" + obj.length + "</p>");
obj[0] = 10;
$("#saida").append("<p>" + obj.length + "</p>");
<script src="https://ajax.googleapis.com/ajax/libs/jquery/2.1.1/jquery.min.js"></script>
<div id="saida"></div>

Por não haver diferença significativa, é muito comum uma biblioteca JavaScript permitir que os programadores usem seus objetos como se fossem arrays, mesmo quando é inconveniente usar um array "de verdade". Nesse caso, diz-se que o objeto é "parecido com um array", ou em inglês "array-like". O melhor exemplo que eu tenho de um array-like é o "objeto jQuery":

var ps = $("p"); // Selecionei todos os elementos p
ps.html("foo"); // O retorno é um objeto jQuery, com suas próprias funções

for ( var i = 0 ; i < ps.length ; i++ ) // Mas também posso usá-lo como se fosse um array
    ps[i].innerHTML = "foo";

Saber se um objeto é array ou array-like só é importante quando o mesmo é usado de uma forma específica para arrays. Muitas vezes, para permitir uma gama maior de valores de entrada (i.e. sem limitar a objetos do tipo Array) se opta por programar de uma forma que funcione tanto para arrays quanto array-likes. O for acima foi um exemplo. Outro seria o uso das funções de Array referenciadas explicitamente no seu protótipo:

Array.prototype.forEach.call(objeto, function() { ... }); // Funciona em ambos os casos

Ou, para acrescentar um elemento e garantir que o length seja atualizado:

var objeto = { length:0 };
Array.prototype.push.call(objeto, 10); // Depois dessa chamada, length é 1

P.S. Também é bom frisar que em JavaScript todas as propriedades são textuais. Mesmo num objeto do tipo Array, quando você faz:

var arr = [1,2,3];
arr[1] = 4;

Internamente isso é representado como se fosse:

var arr = Object.create(Array.prototype, { "0":1, "1":2, "2":3, "length":3 });
arr["1"] = 4;

Outras linguagens podem ter implementações diferentes, e considerações diferentes em relação ao que é ou não um array-like (ou mesmo não permitir array-likes em absoluto). Formalmente falando, para um objeto ser considerado X-like ele deve possuir uma interface implícita que é compatível, até certo ponto, com o tipo "X". Ou seja, ainda que ele não pertença à classe, e essa classe não possua um contrato explícito, esse objeto ainda cumpra suficientemente o seu contrato implícito para poder ser usado na prática como uma instância daquele tipo.

Desnecessário dizer, esse conceito só faz sentido em linguagens com tipagem dinâmica ou duck-typing - se a tipagem é estática, a única coisa que pode ser usada no lugar de um array é um subtipo de array (que, pela relação de herança "é um" array, não "se parece com" um array).

  • O que é protótipo? – ropbla9 10/11/14 às 23:12
  • @ropbla9 Para entender protótipos (e herança prototípica), sugiro a pergunta "Como funcionam protótipos em JavaScript?" (que eu saiba, JS é a única linguagem popular que usa esse tipo de orientação por objetos). Sobre seu comentário anterior, string é array-like sim, pois possui length e seus caracteres (substrings, na verdade) são acessados por índice numérico. Já um objeto qualquer não seria - pois é necessário a propriedade length no mínimo (e se o objeto não é usado de forma sequencial, ele não funciona como array-like). – mgibsonbr 10/11/14 às 23:16
  • Então todo objeto do JS não é array-like? Até mesmo o Array, sendo arraylike apenas o seu dado primitivo (array)? Só objetos declarados e DOM são array-likes? correto? – ropbla9 10/11/14 às 23:24
  • Amigo, tenho extrema necessidade de falar contigo por chat. Seria possível? – ropbla9 10/11/14 às 23:25
  • @ropbla9 Ainda está aí? Eu estava offline e não vi sua resposta, foi mal! Quanto ao seu comentário, ser ou não array-like é mais uma questão de funcionalidade: se um objeto implementa uma lista, mas o faz por meio de um encadeamento (ex.: {car:1, cdr:{ car:2, cdr:{ car:3, cdr:null }}}) não dá pra acessar esse objeto usando índices. Se ele usa outra coisa em vez de length (ex.: {"0":1, "1":2, "2": 3, tamanho:3}) uma função que foi feita esperando um array não vai funcionar nele. Etc. Ser array-like significa "se eu passar ele pra uma função que espera um array, vai funcionar". Só. – mgibsonbr 11/11/14 às 0:59

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.