8

Na versão 7.4 do PHP foi implementado o operador de atribuição de coalescência nula que promete unificar os comportamentos dos operadores de atribuição e de coalescência nula, sendo este último presente desde a versão 7.0.

A ideia é que a linha

$var = $var ?? "default";

Possa ser reescrita agora como

$var ??= "default";

O que acontecerá nesse caso?

Na RFC é ainda citado um exemplo um pouco mais complexo:

// The folloving lines are doing the same
$this->request->data['comments']['user_id'] = $this->request->data['comments']['user_id'] ?? 'value';

// Instead of repeating variables with long names, the equal coalesce operator is used
$this->request->data['comments']['user_id'] ??= 'value';

O que acontecerá nesse caso? O que incentivou a criação de um novo operador para isso? Apenas para reduzir código escrito? Em que situações esse operador poderá ser realmente útil?

  • Eu posso traduzir o que motivou a programadora a criar esse operador. Tá no github, mas o texto é curto. Mais interessante são as considerações deles no StackExchage porém é muito material para traduzir e colocar em forma de resposta. Por isso lhe pergunto, pois vai demandar tempo e trabalho, essa tradução lhe é interessante e relevante para sua pergunta? – Augusto Vasques 27/07 às 16:16
  • 1
    @AugustoVasques Se acha que isso será interessante trazer para cá, fique a vontade :D Entender a motivação sempre é importante – Anderson Carlos Woss 31/07 às 12:55
5

O que acontecerá nesse caso?

É PHP, né? Então já viu, tudo pode acontecer :D Mas se tudo correr bem e eles tomaram decisões corretas (ok, devem ter tomado porque colocaram este caso como exemplo), se o conteúdo de $this->request->data['comments']['user_id'] for nulo ou indefinido então essa variável (ela completa) passará ter como valor o texto value. Note que é um operador que causa efeito colateral. Até onde eu entendo ele irá criar todos os valores necessários, e o exemplo dá a entender a isso, mas só testando para ter certeza.

O que incentivou a criação de um novo operador para isso? Apenas para reduzir código escrito?

Acredito que só a simplificação de sintaxe (encurtar código) e linearidade de sintaxe já que outros operadores do tipo permite sua forma composta com a atribuição, e claro que isto pode reduzir a chance de algum erro na hora de fazer a atribuição (é uma forma de DRY), raro mas pode ocorrer. Não consigo ver outro motivo.

Como é PHP o pull request (RFC?!?!?!) e proposta não explica nada conclusivo ou determina a motivação de forma muito forte de algo tão importante que vai mudar na linguagem, parece que era só um desejo e não uma necessidade estudada. Dá a impressão que copiaram de outra linguagem sem considerar as peculiaridades de PHP. Features funcionam diferente dependendo de outras features que existem na linguagem, tem que ser pensado todos os casos onde será usado e dizer qual é o resultado em todas elas, não é diferente do que fazer qualquer software, só que a relações são mais complexas que a maioria dos softwares.

Em que situações esse operador poderá ser realmente útil?

Nos mesmos lugares que o ?? era útil e guardava o resultado na própria variável avaliada, o que é a esmagadora maioria dos casos do seus uso. Ele não deverá ser usado se apenas usar o resultado sem guardar em variável, como uma simples impressão, o return e qualquer lugar que só exija uma expressão. Lembrando que você só deve guardar em variável aquilo que precisa usar mais de uma vez (existe a questão de fazer isso por legibilidade apenas em vez de fazer um comentário, mas deve ser usado com parcimônia porque pode até afetar a performance, e neste caso guardará na mesma variável, então não deixará mais legível).

Certeza só quando puder testar e fazer o que eles não fizeram antes de implementar, poderá até achar casos que não forma pensados por eles.

  • Se eu fizer $var->foo->bar = $var->foo->bar ?? "ok" funcionará mesmo até quando $var não estiver definido e assim define um objeto "recursivamente". Será que o mesmo comportamento se aplicará para esse operador? Se $var não existir, define-o, se o campo foo não existir, define-o, e, finalmente, se o campo bar não existir, define-o? – Anderson Carlos Woss 31/07 às 12:20
  • 3
    Então, é o que eu disse, a proposta é tosca e não fala nada dessas coisas, é como tudo é definido no PHP, é o desejo de alguém, faz e vê o que acontece quando as pessoas começarem usar. Você vê claramente que o processo não observa tudo o que pode ocorrer, não são pessoas que entendem de linguagens de programação que conduzem isto. Eu acho que acontece o que você definiu, ele cria tudo, porque seria consistente, mas vai saber. A maioria das propostas atuais torna tudo inconsistente. Certeza? Só esperando para testar. Pode ser uma surpresa até pra eles. – Maniero 31/07 às 12:27
  • 1
    Na minha opinião, viram isso em C# e resolveram fazer também, só que eles não perceberam que C# não tem variáveis indefinidas. Eles não percebem que cada feature que você adiciona na linguagem cria um fardo pra você carregar pro resto da vida. Agora eles querem transformar a linguagem em Java, mas esbarram em todo legado que foi criado para ser uma linguagem de script, ou seja, fazer algo rápido e simples, não algo enterprise. – Maniero 31/07 às 12:30

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.