4

Minha arquitetura é Unix, logo por padrão o tamanho do tipo int é de 4 bytes, até ai tudo bem. No livro do Luis Dama ele afirma que os prefixos short e long resolvem o problema para portabilidade de programas entre arquiteturas diferentes, pois os prefixo short estabelece um valor mínimo de 2 bytes e o prefixo long um valor máximo de 4 bytes. Segundo ele uma declaração, numa arquitetura Unix, do tipo:

long int num;

printf("%d", sizeof(num));

Teria como saída:

4

Mas na prática a saída é:

8

Gostaria de saber se há um erro na informação repassada no livro(pag 31 da 10ª edição), ou se houve alguma mudança do padrão do C que não torna isso mais possível.

3

Para portabilidade essa pergunta já fala um pouco sobre, onde o @Maniero responde:

Comportamento definido
Na verdade a maioria dos comportamentos são definidos pela especificação e para uma implementação conformar com a especificação precisa fazer exatamente o que ela manda. Ainda bem. Por ser o normal nem há uma definição dele.

Se seu código precisa ser portável, só os comportamentos definidos devem ser usados, ou as outras três formas de comportamentos precisam ser devidamente tratadas em cada ambiente de compilação de forma individual.

Segundo as respostas nessa pergunta no SOen, não há garantias da especificação, nem POSIX, de tamanho ocupado em memória que uma variável dos tipos short, int e long terão. Em contrapartida no rascunho da especificação tem-se as garantias de "valores mínimos":

Their implementation-defined values shall be equal or greater in magnitude (absolute value) to those shown, with the same sign.

Por exemplo, no meu sistema:

#include<stdio.h>
#include<limits.h>
int main(void){
    printf("The value of INT_MAX is: %d.\n", INT_MAX);
    printf("The value of INT_MIN is: %d.\n", INT_MIN);
}

Cujo resultado é:

mateus@debian:~/desk$ ./a.out 
The value of INT_MAX is: 2147483647.
The value of INT_MIN is: -2147483648.

Note que o valor do INT_MIN no meu sistema é menor do que o da especificação, mas em valores absolutos o da minha máquina é maior, e portanto neste caso atende à especificação.

Ainda no rascunho §5.2.4.2.1:

minimum value for an object of type short int
SHRT_MIN -32767 // −(2^15 − 1)

maximum value for an object of type short int
SHRT_MAX +32767 // 2^15 − 1

minimum value for an object of type int
INT_MIN -32767 // −(2^15 − 1)

maximum value for an object of type int
INT_MAX +32767 // 2^15 − 1

minimum value for an object of type long int
LONG_MIN -2147483647 // −(2^31 − 1)

maximum value for an object of type long int
LONG_MAX +2147483647 // 2^31 − 1

O que escrevi é sobre C11, o livro é anterior, embora eu não possa garantir que ele atendia aos padrões mais antigos da linguagem, porque eu mesmo não conheço.

1

Olá. Aqui está um exemplo do mundo real. Para o seguinte código:

#include <stdio.h>
int main () {
  printf("sizeof(long) = %zu\n", sizeof(long)); 
  return 0;
}

Output on Debian 7 i686: sizeof(long) = 4

Output on CentOS 7 x64: sizeof(long) = 8

Luis Dama afirmou no seu livro:

short = 2 bytes long = 4 bytes

Seu livro: http://www.ams.eti.br/livros/Luis_Damas.pdf

Mas no outputs o valor é diferentes.

O valor retornar nesse diferente:

sizeof(short): %d\n", 4
sizeof(int): %d\n", 4
sizeof(long): %d\n", 4
sizeof(long long): 8
sizeof(size_t): 4
sizeof(void *): 4
Hit enter to exit.

Veja um exemplo: https://stackoverflow.com/questions/20109984/c-c-sizeofshort-sizeofint-sizeoflong-sizeoflong-long-etc-on-a

Será que ele errou ou teve falta de atenção?

Fonte: https://stackoverflow.com/questions/35844586/can-i-assume-the-size-of-long-int-is-always-4-bytes

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.