5

Como posso converter uma data que está em string para um tipo data?

Tentei fazer da seguinte forma mas não funcionou:

var string = "19/07/2019 14:18"
var date = new Date(string);

Quando dou um console.log(date); me mostra "data inválida".

7

Você precisa passar uma string de data em uma formato válido.

De acordo com a documentação, entre as diversas formas de instanciar uma data, existe a opção de passar uma string. Nesse caso:

Um valor do tipo String que representa uma data. A string deverá estar uma formato reconhecido pelo método Date.parse() (IETF-compliant RFC 2822 timestamps e também uma versão da ISO8601).

Assim, a forma mais fácil é converter a sua string (que está no formato brasileiro), para o formato compatível com o ISO. Nesse caso:

YYYY-MM-DDTHH:mm

Em que:

  • YYYY ⇒ representa o ano;
  • MM ⇒ representa o mês;
  • DD ⇒ representa o dia;
  • T ⇒ representa a separação entre a "data" e a hora;
  • HH ⇒ representa a hora do dia;
  • mm ⇒ representa os minutos da hora.

Então, podemos criar uma função para converter a data:

// A data passada deve estar no padrão:
// DD/MM/YYYY HH:mm
function toISOFormat(dateTimeString) {
  // Primeiro, dividimos a data completa em duas partes:
  const [date, time] = dateTimeString.split(' ');

  // Dividimos a data em dia, mês e ano:
  const [DD, MM, YYYY] = date.split('/');

  // Dividimos o tempo em hora e minutos:
  const [HH, mm] = time.split(':');

  // Retornamos a data formatada em um padrão compatível com ISO:
  return `${YYYY}-${MM}-${DD}T${HH}:${mm}`;
}

console.log(toISOFormat('19/07/2019 14:18'));

Agora que você tem o meio de converter a data, basta instanciá-la:

// A data passada deve estar no padrão:
// DD/MM/YYYY HH:mm
function toISOFormat(dateTimeString) {
  // Primeiro, dividimos a data completa em duas partes:
  const [date, time] = dateTimeString.split(' ');

  // Dividimos a data em dia, mês e ano:
  const [DD, MM, YYYY] = date.split('/');

  // Dividimos o tempo em hora e minutos:
  const [HH, mm] = time.split(':');

  // Retornamos a data formatada em um padrão compatível com ISO:
  return `${YYYY}-${MM}-${DD}T${HH}:${mm}`;
}

const dateString = toISOFormat('19/07/2019 14:18');
const date = new Date(dateString);

// Testando:
console.log(date.getFullYear());

É importante dizer que existem muitas formas de se construir uma data no JavaScript. Essa resposta aborda somente uma das diversas possibilidades. Para saber mais, não deixe de consultar a documentação do Date na MDN.

  • 4
    Por que o negativo? – Luiz Felipe 19/07 às 17:37
  • minha data está nesse formato 2019-07-19 19:46:00 porém quando uso no console.log(new Date(stringDate)) ele me retorna data invalida a data está no formato correto ? – Gabriel Silva 19/07 às 17:49
  • Qual o seu navegador e a versão dele? Tente instanciar a data com esse formato: new Date('2019-07-19T19:46:00'). Funciona? – Luiz Felipe 19/07 às 17:50
3

Como muitos já disseram, quando você passa uma string para o construtor de Date, a documentação diz que esta string deve estar em um formato reconhecido por Date.parse. Qualquer outro formato pode resultar em uma data inválida (ou em comportamento indefinido, dependente do browser).

Dito isso, o formato que você está usando não está entre os que são citados na documentação. Uma alternativa seria transformar a string em um dos formatos reconhecidos, como já foi sugerido pelas outras respostas. Mas o construtor de Date também pode receber os valores numéricos diretamente, então basta extraí-los da string:

let s = "19/07/2019 14:18";
let [dia, mes, ano, hora, minuto] = s.split(/[\/: ]/).map(v => parseInt(v));
let data = new Date(ano, mes - 1, dia, hora, minuto);
console.log(data);
console.log(data.getTime());

Usei a regex [\/: ] (uma barra, ou dois pontos, ou espaço) para separar todos os campos de uma vez (é meio "ingênuo", pois se a string for "19 07:2019/14 18", também funcionará - se quiser ser mais restrito quanto ao formato, pode usar as opções sugeridas nas outras respostas).

Em seguida uso map com parseInt para transformar cada trecho em um número (já que o split retorna um array de strings) - assim você já valida que cada parte é um número, já que parseInt retorna NaN caso não receba um número, e o resultado será uma data inválida.

Repare também que tive que subtrair 1 do mês, já que nesta API os meses são indexados em zero (janeiro é zero, fevereiro é 1, etc).

Apesar disso, o construtor aceita valores aparentemente inválidos, como mês 15, dia 32, etc, e faz alguns ajustes automáticos e "não-intuitivos" (dia 32 acaba virando o dia 1 do mês seguinte, mês 12 acaba virando janeiro do ano seguinte, etc). Então se quiser, você ainda pode incluir validações a mais antes de criar a data (if (1 <= dia && dia <= 31), etc) para garantir que os valores são realmente válidos.

Por fim, eu imprimo a data e também o valor de getTime(), que retorna o respectivo timestamp. E aqui tem um detalhe muito importante...


O que é o Date do JavaScript

Um Date do JavaScript representa na verdade um timestamp: a quantidade de milissegundos desde o Unix Epoch (que é 1970-01-01T00:00Z, ou 1 de janeiro de 1970, à meia-noite, em UTC).

O detalhe é que o timestamp é "universal", no sentido de ser o mesmo no mundo todo (diferente dos fusos horários, que em cada parte do mundo pode ser uma data e hora diferente).

Por exemplo, na minha máquina, rodando o código acima, o retorno de data.getTime() foi 1563556680000. Este timestamp representa um único instante, um ponto na linha do tempo. Este exato instante, porém, pode representar uma data e hora diferentes em cada parte do mundo:

  • No Horário de Brasília, é 19 de julho de 2019, às 14:18
  • No Japão, é 20 de julho de 2019, às 02:18 da manhã
  • Em UTC, é 19 de julho de 2019, às 17:18

O mesmo valor de timestamp (1563556680000) corresponde a todas as datas e horas acima. O instante (o ponto na linha do tempo) é o mesmo, o que muda é o valor da data e hora local, de acordo com o timezone (fuso horário) que você usa.

E por que estou dizendo tudo isso? Por que quando eu criei o Date acima passando os valores de data e hora, ele usa o timezone do browser para calcular o timestamp (e o browser, por sua vez, geralmente usa o que está configurado no sistema operacional). Como meu browser está usando o Horário de Brasília, ele entende que estou criando uma data correspondente a 19/07/2019, às 14:18, neste timezone.

Mas se eu mudar o timezone (fuso horário) do meu sistema para o fuso do Japão, o JavaScript vai criar uma data correspondente a 19/07/2019, às 14:18, no fuso horário do Japão. E neste caso, o valor de getTime() será 1563513480000 (um valor completamente diferente, já que 19/07/2019, às 14:18 no Japão ocorreu em um instante diferente de 19/07/2019, às 14:18 no Brasil).

Claro que, dependendo do que você está fazendo com a data, pode não fazer diferença. Mas como você disse nos comentários que quer calcular a diferença para a data atual, pode ser que faça alguma diferença.

A string "19/07/2019 14:18", por exemplo, foi gerada em qual fuso horário? Se for o mesmo que o browser está usando, tudo bem, pois você estará comparando datas e horas no mesmo timezone. Mas caso eles sejam diferentes (por exemplo, o browser está usando o fuso dos EUA, mas a string refere-se a um horário no Brasil - não foi dito onde nem como a string foi gerada, então não é seguro assumir que ela necessariamente usou o mesmo timezone do ambiente no qual o parsing ocorrerá), aí a comparação poderá retornar um resultado incorreto.

Se você usar o código da resposta do Jorge, por exemplo, vai obter uma data correspondente a 19/07/2019, às 14:18 em UTC (que corresponde ao timestamp 1563545880000, e às 11:18 no Horário de Brasília). Isso ocorre porque ele adicionou o Z no final, e isso indica que a data/hora está em UTC. Já a solução do Luiz Felipe não adiciona o Z, então a data/hora é interpretada usando-se o timezone do browser (comporta-se igual ao construtor que recebe os valores numéricos).


Mais um caso bizarro: horário de verão

Atualmente o Brasil não tem horário de verão, mas como isso é algo definido por governos, não há nenhuma garantia de que isso não mude no futuro (e isso costuma mudar o tempo todo). De qualquer forma, existem duas situações envolvendo o horário de verão que podem causar alguns resultados estranhos ao se transformar uma string para data.

Um é quando o horário de verão começa. Por exemplo, no Brasil, em 4 de novembro de 2018, à meia-noite os relógios foram adiantados em uma hora. Em muitos sistemas isso já estava automatizado, e na prática o que acontece é que os relógios pulam automaticamente de 23:59:59.999 para 01:00. Isso quer dizer que todos os minutos entre meia-noite e 00:59 não existem neste dia, neste fuso-horário. Então o que acontece se tentarmos criar uma data exatamente neste dia e hora (o código abaixo assume que o timezone do seu sistema está configurado com o Horário de Brasília e ele está atualizado com as regras do horário de verão):

let date = new Date(2018, 10, 4, 0, 30);
console.log(date, date.getTime());

O timestamp resultante é 1541302200000, que corresponde a 04/11/2018, às 01:30 no Horário de Brasília (ou 03:30 em UTC). Como 00:30 não existe nesse dia (graças ao "pulo automático" do horário de verão), então o JavaScript automaticamente ajusta para 01:30 (é como se ele simulasse alguém olhando o relógio, percebendo que esqueceu de adiantá-lo e corrigindo o horário). Ou seja, se você receber a string "04/11/2018 00:30" e estiver usando o timezone do Brasil, pode ocorrer esta situação, caso a data e hora caiam neste intervalo de minutos que são pulados (também chamado de DST Gap - Daylight Saving Time Gap).

E quando o horário de verão termina, a situação é igualmente estranha. Em 2018, por exemplo, isso ocorreu em fevereiro. No dia 18/02/2018, à meia-noite, os relógios são atrasados de volta para 23:00 do dia 17. Isso quer dizer que todos os minutos entre 23:00 e 23:59 ocorrem duas vezes (uma no horário de verão, outra no horário "normal" - isso é chamado de DST Overlap). Então se você receber a string "17/02/2018 23:30", qual das duas ocorrências será criada?

let date = new Date(2018, 1, 17, 23, 30);
console.log(date, date.getTime());

O timestamp resultante foi 1518917400000, que corresponde à primeira ocorrência das 23:30 (ainda em horário de verão). Se eu quiser a segunda ocorrência (depois que o horário de verão já terminou), tenho que somar uma hora manualmente:

let date = new Date(2018, 1, 17, 23, 30);
date.setTime(date.getTime() + (1000 * 60 * 60));
console.log(date, date.getTime());

Isso pode fazer diferença se você for calcular a diferença com relação a data atual (no caso, pode dar uma hora de diferença). Infelizmente a API nativa do JavaScript não fornece uma maneira melhor de trabalhar com datas, e principalmente com fusos horários.


Moment.js

Uma alternativa é usar o Moment.js, uma API excelente para se trabalhar com datas. Exemplo:

// transformar string em data
let data = moment("19/07/2019 14:18", "DD/MM/YYYY HH:mm");

// diferença em minutos para a data atual
let minutos = moment().diff(data, 'minutes');
console.log(minutos);

// se quiser um Date do JavaScript
let jsDate = data.toDate();
console.log(jsDate);
<script src="https://momentjs.com/downloads/moment.min.js"></script>

O Moment.js também usa o timezone do browser e tem o mesmo comportamento descrito acima durante os gaps e overlaps do horário de verão, então os mesmos pontos de atenção já citados se aplicam aqui.

Caso queira que as datas estejam em um fuso horário específico, pode usar o Moment Timezone. Com ele você pode controlar qual o fuso horário usado para a data/hora:

// data no horário de Brasília
let dataBr = moment.tz("04/11/2018 00:30", "DD/MM/YYYY HH:mm", "America/Sao_Paulo");
// data no fuso do Japão
let dataJp = moment.tz("04/11/2018 00:30", "DD/MM/YYYY HH:mm", "Asia/Tokyo");

// diferença em minutos para a data atual
console.log(moment().diff(dataBr, 'minutes'));
console.log(moment().diff(dataJp, 'minutes'));

// se quiser um Date do JavaScript
console.log(dataBr.toDate());
console.log(dataJp.toDate());
<script src="https://momentjs.com/downloads/moment.min.js"></script>
<script src="https://momentjs.com/downloads/moment-timezone-with-data.min.js"></script>

Repare como a diferença em minutos e o Date correspondente é diferente, dependendo do timezone usado, já que 04/11/2018 00:30 ocorreu em instantes diferentes no Brasil e no Japão. Não sei se você vai precisar chegar a tal grau de preciosismo, mas de qualquer forma, "o diabo está nos detalhes", então fica aí a opção, caso seja necessário.

Os nomes dos timezones ("America/Sao_Paulo", "Asia/Tokyo") são definidos pelo IANA Timezone Database. Para saber quais os timezones disponibilizados pelo Moment, use moment.tz.names().

0

Converta a data para o Formato UTC Veja mais sobre em:

https://stackoverflow.com/questions/40768606/i-have-a-utc-string-and-i-want-to-convert-it-to-utc-date-object-in-javascript/40768745#40768745

var string = "19/07/2019 14:18"
p = string.match(/(\d\d)\/(\d\d)\/(\d\d\d\d) (\d\d):(\d\d)/)
var date = new Date(p[3]+'-'+p[2]+'-'+p[1]+'T'+p[4]+':'+p[5]+':00Z');


console.log(date) 

  • isso me retornou Fri Jul 19 2019 11:49:00 GMT-0300 (Horário Padrão de Brasília) fazendo dessa forma conseguiria pegar a diferença dessa data com a data atual e me retornar a diferença em minutos usando o .getTime() ? @Jorge Costa – Gabriel Silva 19/07 às 17:53
  • executando o exemplo na página o resultado é 2019-07-19T14:18:00.000Z" – Jorge Costa 19/07 às 17:55

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.