8

Estava estudando o conceito de transações e como sempre a referência foi a documentação da própria Microsoft (no caso para os produtos da mesma).

No link abaixo há a documentação do comando BEGIN TRANSACTION.

https://docs.microsoft.com/pt-br/sql/t-sql/language-elements/begin-transaction-transact-sql?view=sql-server-2017

A primeira linha do bloco sintaxe é: BEGIN { TRAN | TRANSACTION }

O uso de chaves “{}” representa o que? O uso de pipe “|” representa que eu posso optar em utilizar o comando TRAN ou TRANSACTION? O uso de colchetes “[]” representa comando opcionais?

  • 2
    O uso de chaves é um agrupador de um campo obrigatório e serve para indicar as opções disponíveis. Nesse caso tem TRAN e TRANSACTION divididas por pipe, o que indica que pode usar a abreviação ou o nome completo. o uso de colchetes indica algo opcional. – MauroAlmeida 7/07 às 12:17
  • A origem da notação está na BNF ou Backus-Naur Form: en.wikipedia.org/wiki/Backus%E2%80%93Naur_form – José Diz 7/07 às 16:24
9

A notação para documentação significa o seguinte:

{ } ou < >: o que está dentro de chaves é obrigatório, deve ser usado

{ x | y } ou < x | y >: deve ser escolhida uma opção, x ou y, é obrigatório

[ ]: o que está dentro dos colchetes é opcional, pode ser usando ou não

Aqui mais detalhes sobre a notação usada na sintaxe: Sintax notation

Analisando seu exemplo:

1 BEGIN { TRAN | TRANSACTION }   
2     [ { transaction_name | @tran_name_variable }  
3       [ WITH MARK [ 'description' ] ]  
4     ]  
5 [ ; ] 
  1. O comando começa com BEGIN e deve obrigatoriamente ser seguido por uma das opções ou TRAN (versão resumida) ou TRANSACTION
  2. O [ indica que é opcional declar ou não variáveis
  3. É opcional declarar ou não WITH MARK e ainda é opcional a descrição
  4. Esse colchete encerra o que foi aberto na linha 2
  5. É opcional encerrar com o ;

Outro exemplo é o Comando SELECT:

SELECT [ ALL | DISTINCT ]   
    [TOP ( expression ) [PERCENT] [ WITH TIES ] ]   
    < select_list >   
    [ INTO new_table ]   
    [ FROM { <table_source> } [ ,...n ] ]   
    [ WHERE <search_condition> ]   
    [ <GROUP BY> ]   
    [ HAVING < search_condition > ]  

Veja que no comando SELECT, usar ALL ou DISTINCT é opcional, assim como INTO e WHERE por exemplo, mas o < select_list > é obrigatório, ou seja, a lista de campos, variáveis ou valores do comando SELECT

Um simples SELECT 1 então funciona, baseado na descrição da sintaxe acima :)

  • Agradeço! Ficava confuso e acaba optando por fontes não oficiais! Tks! – Douglas Vieira 7/07 às 19:49
3

As chaves são uma forma de agrupamento, significa que tudo que está ali dentro é uma coisa só, é como se fosse parenteses em uma expressão de programação normal que elimina a ambiguidade. Então obviamente dentro tem mais de um elemento, afinal não teria porque agrupar só uma coisa. Neste caso tem algo que deve escolher por isso tem o | (é um OU), portanto é uma coisa ou outra, e neste caso específico ele permite a forma completa da palavra ou a forma abreviada.

Os colchetes de fato indica que algo é opcional e se não usar não afeta a sintaxe, pode afetar a semântica em boa parte dos casos, mas em SQL tem muito caso que é só simplificação de sintaxe, o mesmo ali em cima poderia ser documentado assim:

BEGIN TRAN[SACTION]

Mas não é comum fazer assim, fica um pouco menos claro.

  • Se a pessoa que negativou puder indicar o que tem de errado na resposta eu posso consertar, mas aparentemente não tem nada porque o que está escrito aqui é o mesmo da outra resposta que não recebeu negativo. – Maniero 7/07 às 16:30

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.