12

Considere o seguinte investimento:

Capital inicial (C)   = 1000,00 reais
Juros (J)             = 12% ao ano
Período (n)           = 8 anos
Taxa de Custódia (TC) = 3% ao ano

A taxa de custódia (TC) é uma taxa cobrada anualmente sobre o montante acumulado até então. Ela é cobrada à parte e não influencia no montante.

Por exemplo: no 3º ano o montante será M3 = C*(1+J)^n = 1404,93 e o valor de custódia será VC3 = M3*TC = 42,15.

Segue abaixo uma tabela com os valores de custódia calculados para cada ano:

Valores de Custódia a Cada Ano

Consigo calcular o total que pagarei de custódia somando as 8 linhas da tabela acima.

Ou seja:

Soma Custódias (SC) = VC1 + VC2 + VC3 ...
SC = M1*TC + M2*TC + M3*TC ...
SC = TC*(M1+M2+M3...)

Assim, chegamos à seguinte fórmula:

Fórmula

Minha pergunta é:

É possível obter uma fórmula de Excel que calcule a soma dos valores de custódia?

Gostaria de uma fórmula que fosse possível colocar em uma célula do Excel e que fizesse referência somente às variáveis C, J, n e TC, sem ser necessário criar uma tabela com os cálculos parciais.

Para ser mais claro:

Só quero preencher as quatro variáveis citadas no começo da pergunta (C, J, n e TC), cada qual em uma célula, e quero ter outra célula que calcule o resultado. Sem necessidade de tabelas.

  • Um somatório é representado no Excel pela função SOMA (SUM, se o seu Office estiver em inglês). Você tem que ter todas os elementos a serem somados em sequência, i.e.: em uma mesma linha ou coluna. Daí você pode fazer algo do tipo =SOMA(A1:F1), por exemplo, que somaria o valor de todas as células no intervalo. – Renan 5/11/14 às 16:18
  • Mas para ter os elementos somados em sequencia eu teria que criar uma tabela, certo? Teria uma forma sem criar uma tabela? Uma fórmula que utilizasse somente as variáveis C, J e n (que estariam cada uma em sua célula)? – Vini 5/11/14 às 16:21
  • O complicado é que não sei se as fórmulas do Excel têm alguma estrutura de laço. Mas acho que há uma resposta correta para a sua pergunta e espero que você a consiga. – Renan 5/11/14 às 16:30
  • @RodrigoBorth pelo que entendi ele só quer preencher as quatro variáveis citadas no começo da pergunta e ter o resultado, sem ter que preencher uma planilha. É útil porque se você for variar a quantidade de anos envolvida você não tem que mexer nas informações da planilha. Isso seria algo trivial com um pequeno codigo em Javascript ou VBA, mas creio que o OP tem como requisito fazer isso em Excel puro. – Renan 5/11/14 às 16:33
  • @RodrigoBorth Sei que criar uma tabela em Excel é fácil. Porém, gostaria de saber se existe uma função no Excel que equivaleria à função de somatória da Matemática. Neste caso, não precisaria de tabela e não seria mágica, seria simplesmente uma implementação de um recurso matemático pelo Excel. – Vini 5/11/14 às 16:34
8

Fórmula para resolver o exemplo inicial:

=B4*SOMARPRODUTO(B1*(1+B2)^LIN(INDIRETO("1:"&B3)))

Considerando que os valores das variáveis estejam nas seguintes colunas:

C   => B1
J   => B2
n   => B3
TC  => B4

Fórmula para calcular a taxa de custódia no TESOURO DIRETO:

A taxa de custódia cobrada pelo tesouro direto é provisionada diariamente. Logo, a fórmula acima não se aplica, pois provisiona anualmente. Segue abaixo o desenvolvimento de uma fórmula mais adequada para calcular a taxa de custódia para títulos prefixados do Tesouro Direto (LTN).

Como a taxa é provisionada diariamente, temos que converter as variáveis iniciais para valores diários:

J   =>  (J+1)^(1/365)-1
n   =>  n*365
TC  =>  (TC+1)^(1/365)-1

Substituindo, a fórmula fica da seguinte maneira:

=((B4+1)^(1/365)-1)*SOMARPRODUTO(B1*(1+(B2+1)^(1/365)-1)^LIN(INDIRETO("1:"&B3*365)))

Anulando operações opostas, fica assim:

=((B4+1)^(1/365)-1)*SOMARPRODUTO(B1*((B2+1)^(1/365))^LIN(INDIRETO("1:"&B3*365)))

Há ainda mais um detalhe: a taxa de custódia começa a ser cobrada em D+2. Por isto, alteramos a parte INDIRETO("1:"&B3*365) para INDIRETO("3:"&B3*365)

Finalmente, chegamos à fórmula definitiva:

=((B4+1)^(1/365)-1)*SOMARPRODUTO(B1*((B2+1)^(1/365))^LIN(INDIRETO("3:"&B3*365)))

Observações Importantes:

  1. O resultado da fórmula é apenas uma estimativa, pois considera que o valor do título irá evoluir uniformemente de acordo com os juros informados. Porém, na realidade, a evolução do valor do título é influenciada também pela expectativa do mercado em relação ao futuro da taxa SELIC. De qualquer maneira, acredito que seja a melhor forma de estimar o total de taxa de custódia que será cobrado ao longo da aplicação. É um valor bem próximo do real, sobretudo se o vencimento do título não for de muito longo prazo e a SELIC não variar muito. Esta fórmula é muito útil para se poder estimar a rentabilidade real de um investimento em título prefixado do Tesouro Direto.
  2. A taxa de custódia cobrada pela BM&FBOVESPA na verdade é 0,3% ao ano.
  3. Além da taxa de custódia há também uma taxa cobrada pela instituição financeira intermediária. Geralmente é algo em torno de 0% a 0,3%. Há um ranking de taxas no seguinte link: http://www.tesouro.fazenda.gov.br/ranking-das-taxas
  4. Você pode adaptar a fórmula para calcular também (ou juntamente) a taxa total da instituição financeira, pois geralmente é calculada da mesma maneira.
  • Boa :D Vou testar aqui depois pra ver se vai funcionar direitinho – RodrigoBorth 5/11/14 às 21:01
  • 1
    E se solucionou mesmo, marque sua própria resposta como aceita. – Bruno Augusto 5/11/14 às 21:04
2

Depois de várias tentativas e muita pesquisa, cheguei a uma conclusão: É impossível reduzir isso a uma unica fórmula no excel.

O que fazer então?
Para facilitar sua vida, sugiro que deixe as 3 primeiras colunas separadas para validação.

A primeira coluna irá representar o ano(preencha quantos anos achar necessário), a segunda coluna o montante e a terceira a taxa de custódia paga nesse ano.

Na segunda coluna, use a função SE para verificar se o ano correspondente da linha é menor ou igual ao periodo. Ex: =SE(A1<=H2;F2*(1+G2)^A1;0) nesse caso, caso verdadeiro ele irá calcular o montante, caso falso deixará como 0.

Pronto, agora é só usar a fórmula que você já tem para calcular a Taxa paga na terceira coluna =B1*I2 como você já verificou na segunda coluna o periodo não precisa verificar novamente, pois o resultado sempre será 0;

Por ultimo use uma célula para calcular o somatória da terceira coluna tendo o resultado final: =SOMA(C:C)

Não é uma formulá para fazer todo o calculo, mas é uma forma de ter o resultado que você quer podendo alterar somente as 4 variáveis que você citou.

Ficará assim: inserir a descrição da imagem aqui

Correção

  • É possivel com a fórmula da resposta do @Viniciusmss
1

vamos lembrar da somatória de uma progressão geométrica ?

se você tem a série: a^1 + a^2 + a^3 + ... + a^n a Soma seria: a(a^n -a)/(a - 1)

Se substituir a = 1 + j, no final você terá => (1+j)([1+j]^8 -1)/(j) O resultado multiplica por R$1000,000 e depois por 3%.

Exemplo: (1+12%)([1+12%]^8 -1)/(12%) = 13,7756563120849 13,7756563120849 * R$ 1000,00 * 3% = 413,269689362547 (Que é o resultado final)

Espero que tenha facilitado a vida de vocês! abcs.

  • Excelente Diogo! Muito obrigado! – Vini 15/01 às 11:36

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.