3

Criei uma tabela para teste e adicionei um script que gera caracteres aleatoriamente e da um insert nos campos a, b e c. Para a realização de 1000 INSERTS levou o tempo de 36s e rodando o mesmo script porém sem gravar no banco o resultado foi de 1 segundo. Consigo melhorar esse tempo de alguma forma?

Configuração:

Tipo de servidor: MariaDB
Sistema Operacional: Windows 7
RAM: 4G
Processador: Pentium E5700 3Ghz

Banco:

CREATE TABLE `teste` (
  `id` int(11) NOT NULL,
  `a` varchar(15) NOT NULL,
  `b` varchar(15) NOT NULL,
  `c` varchar(15) NOT NULL
) 
ALTER TABLE `teste`
  ADD PRIMARY KEY (`id`);
ALTER TABLE `teste`
  MODIFY `id` int(11) NOT NULL AUTO_INCREMENT;
  • Pelo que entendi seu script gera um comando INSERT para cada tupla a ser incluída. Tente juntar múltiplas tuplas em um único comando INSERT. Avalie também se o uso do comando LOAD DATA não agiliza sua carga. – anonimo 18/06 às 16:40
1

Eu altero essas diretivas no mysql para melhorar a performance e velocidade de todo o funcionamento do meu mysql. Pode ser que seja útil pra vc.

Procure pelo seu arquivo my.ini e altere essas configurações:

Pesquisar por: [mysqld]

[mysqld]    

skip-name-resolve #acrescente esta linha

Altere todos os valores abaixo significantemente:

key_buffer = 1024M
max_allowed_packet = 1024M
sort_buffer_size = 2048M
net_buffer_length = 500K
read_buffer_size = 2048M
read_rnd_buffer_size = 2048M
myisam_sort_buffer_size = 1024M

E o mais importante nisto tudo é você criar índices na sua tabela.

No banco de dados MySQL os índices podem ser criados com considerável facilidade, tanto no momento da concepção da tabela quanto em uma tabela já existente.

CREATE TABLE CLIENTES
(
    Codigo  INT,
    Nome    VARCHAR(50),
    INDEX (Codigo)
);

Aqui você nota que o index foi criado no campo código.

  • 1
    Leandro, pode explicar o que fazem essas configurações e como elas melhoram a performance do insert? – Ricardo Pontual 18/06 às 16:09
  • 1
    @RicardoPontual as diretivas acima não melhora somente insert, mas sim o ganho de performance de pelo menos 30% de desempenho em todas as consultas, insert, update. Ou seja desempenho do mysql em si. Por experiência própria, pois você aumenta, principalmente, o uso da memória principal para auxiliar a execução do mysql. Mas o grande ganho de performance. COM TODA CERTEZA, é o uso de index. Depois que otimizamos nossas tabelas com index ganhamos um desempenho de pelo menos 60%. – Leandro Alfredo 18/06 às 16:15
  • Leandro, uma tabela sem index insere muito, muito mais rápido que uma tabela com index, acho que tem um mal entendido ai... o index vai melhor a performance na consulta, no select... um index faz com que o motor do banco, além de inserir dados e gerenciar a paginação, tenha de atualizar o índice, e ainda mais, validar as constraints, a forma como explicou não me parece correta – Ricardo Pontual 18/06 às 16:21
  • 1
    @RicardoPontual Te entendo, mas a performance de meus clientes (+200) melhoraram e MUITO. O uso do processador caiu para 2%. Enfim, utilizo essas configurações em todos meus servidores e o ganho é visivelmente ótimo. Acredito que a prática + experiência de uso seja mais útil que teoria. – Leandro Alfredo 18/06 às 16:27
  • 1
    sobre as configurações não posso opinar pois não conheço a maioria, mas gostaria de saber mais concretamente como cada uma influencia na performace, mas dos poucos que conheço, como read e sort buffer impactam nas consultas, por isso fiquei curioso para saber como elas impactam nos inserts tb, seria legal falar mais delas, tunning é sempre bom :) – Ricardo Pontual 18/06 às 16:31

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.