3

Eu preciso usar um alias na cláusula WHERE, mas continua me dizendo que é uma "coluna desconhecida".

Eu preciso selecionar registros que tenham uma classificação maior que X. A classificação é calculada como o seguinte alias:

sum(reviews.rev_avaliacao)/count(reviews.rev_id) as avg_avaliacao

Porém dessa forma ele resulta o erro citado acima:

WHERE avg_avaliacao > 10

Já com o uso do HAVING é possível contornar essa situação:

HAVING avg_avaliacao > 10

Por que isso é possível?

  • Relacionado: pt.stackoverflow.com/q/211794/8063 – Sam 14/06 às 18:43
  • Acredito que é até duplicata, pois a resposta do Maniero responde esta pergunta (não explicitamente). where é aplicado diretamente sobre cada registro, não possuindo a coluna em questão; enquanto having é aplicado sobre o resultado, já existindo a coluna definida pelo alias. – Anderson Carlos Woss 14/06 às 18:47
  • Eu li essa discussão, se você perceber, pelo menos na época eles falam que o HAVING normalmente é usado com um GROUP BY e sem ele, o HAVING basicamente exerceria a função de um WHERE – PHPatrick 14/06 às 18:50
  • 1
    @AndersonCarlosWoss pelo que entendi ele quer saber o porquê, e lá não tem. – Maniero 14/06 às 19:03
  • Acredito que não seja uma boa pratica utilizar o HAVING sem o GROUP BY mas de todo modo funciona(mas pode não ser o certo), só queria saber exatamente o porque. @AndersonCarlosWoss entendi, queria saber exatamente isso, se for de fato o que acontece. – PHPatrick 14/06 às 19:03
3

O alias é criado durante a execução do SELECT. Ao contrário do que possa parecer intuitivo, afinal esta cláusula do comando vem sempre antes de tudo, o WHERE é executado sempre antes, então ele escolhe quais as linhas serão capturadas nessa consulta e depois ele verá quais colunas serão usadas para produzir o resultado final. Mas isso por si só não é um impedimento técnico. Acontece que há casos que esse o SELECT é executado para produzir um resultado que faça sentido para o alias existir. Então você acaba entrando em um problema do ovo e da galinha, para fazer o WHERE, precisa executar o SELECT e para executar o SELECT precisa executar o WHERE.

Por alguma razão acharam que o HAVING deveria executar depois do SELECT. Obviamente que ele deve ser depois do WHERE, acho que isto não tem dúvida, mas poderia ser antes do SELECT. Isto não faz parte do padrão e até onde sei só o MySQL permite. Eles acharam útil e que valia o esforço, e ele não teria o mesmo problema. Não há uma situação que um depende do outro para acontecer. Pelo menos acharam que não.

NO exemplo a contagem só ocorre depois de todo o WHERE rodar. Já o HAVING ocorre ao final de todo o WHERE, e se o WHERE terminou ele pode executar o SELECT. Tendo o SELECT tem o alias, então pode usar no HAVING.

Parou pra pensar que ele está te dando o mesmo resultado, mas talvez não seja tão eficiente? Não digo nesse caso, mas em alguns isso pode acontecer, o WHERE é diferente do HAVING (você está usando um mecanismo para analisar agrupamentos como análise de linhas), mesmo dando o mesmo resultado ele tem um compromisso diferente. Veja se demorou o mesmo e mande explicar a consulta para ver se o esforço é o mesmo.

Se você perguntam se deveria deixar usar o alias no WHERE onde não tiver uma dependência, eu diria que se o analisador entender que não há problema, deveria deixar usar.

Acho que não se esforçaram muito porque convenhamos que o alias simples que não tem como causar problema é só uma comodidade não muito importante e tem lá seu ponto negativo também para a legibilidade (assim como tem positivo pro mesmo aspecto).

Ordem normal de execução (MySQL muda um pouco):

  • FROM
  • WHERE
  • GROUP BY
  • HAVING
  • SELECT
  • ORDER BY

Documentação do SQL Server (tem mais cláusulas).

  • De fato o uso do HAVING dessa forma é possível apenas no MySQL. Porém não fazia ideia da ordem de aplicação das cláusulas, e que isso impactaria no resultado final. Acredito que o essencial em casos como esse seria usar uma subquery, já que como você citou o HAVING tem como foco análise de agrupamentos. Excelente resposta, queria saber precisamente como acontecia esse processo. – PHPatrick 14/06 às 22:30

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.