20

Tenho uma dúvida, alguns métodos do jQuery esperam uma função como parâmetro, mas para funcionar devem receber uma inner function como parâmetro ao invés de uma função diretamente, como no exemplo abaixo:

$("a").on("click", function() { retornaNada(); });

ao invés de

$("a").on("click", retornaNada());

Considerem retornaNada() como uma função qualquer tipo sem corpo de código. Por que não podemos passar a função diretamente?

16

Os métodos que esperam uma função esperam uma referência à função. Por exemplo:

$("a").on("click", retornaNada); 

Isso é vantajoso se você quiser usar a mesma função como event handler em mais de um lugar. Por exemplo:

$("a").on("click", retornaNada); 
$("span").on("click", retornaNada); 

Passando funções anônimas, seria necessário criar duas funções diferentes.

Agora, repare que o que você fez foi:

$("a").on("click", retornaNada()); 
//                  ----------^^

Você chamou a função, e na verdade passou como handler o valor de retorno dela. Como retornaNada não retorna nada, incluir os parênteses significa o mesmo que:

$("a").on("click", undefined);

Por isso não funciona.

  • Entendi agora o problema, na verdade o parâmetro esperado não é uma função e sim uma referência para uma função. Mesmo que retornaNada() fosse retornaUm() { return 1; } o problema seria o mesmo, certo? – Philippe Gioseffi 3/02/14 às 16:21
  • Exatamente! Agora, se fosse function retornaFunc() { return function(){ console.log(this) };} funcionaria, e o elemento clicado seria logado no console. Porque aí sim você estaria retornando uma função. – bfavaretto 3/02/14 às 16:23
  • 1
    sim @PhilippeGioseffi o problema seria o mesmo, pois o javascript pode armazenar funções em variáveis que seriam closures, onde você estaria passando o comando para executa-la ao inves de passar a referência dela em si. Estude closures[developer.mozilla.org/en-US/docs/Web/JavaScript/Guide/Closures] que você irá entender tudo que precisa saber referente a isto. :) – Paulo Roberto Rosa 3/02/14 às 16:23
  • 1
    @PauloRoberto, obrigado pelo link, lerei com atenção. – Philippe Gioseffi 3/02/14 às 16:25
  • @bfavaretto entendi seu exemplo, agora em questão de performance é melhor utilizar com referência à função ou anonymous function? E outra como passar argumentos para a função em ambos os casos? – Philippe Gioseffi 3/02/14 às 16:39
2

Você pode mandar somente o nome da função. por exemplo: Você declara a function que vai tratar o evento antes:

function meuOnClick() {
...
}

E aí faz o seu jquery apontar pra ela:

$("a").on("click", meuOnClick);

Note que é sem os parenteses. Porém, isso é meio ruim, pois você não vai conseguir usar os selectors do jquery, como por exemplo o $(this). O normal é usar uma função anonima mesmo.

  • Eu discordo da parte final da sua resposta. A questão do this é um caso à parte. E não existe "o normal". – bfavaretto 3/02/14 às 16:22
  • 1
    Mas onde eu usaria o seletor do jQuery em $("a").on("click", meuOnClick);? – Philippe Gioseffi 3/02/14 às 16:22

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.