2

Eu tenho uma dúvida acerca do uso da função system. Por exemplo, se executarmos o seguinte comando:

system("exemplo");

Se o comando exemplo não for encontrado no sistema a função imprime a seguinte mensagem de erro:

'exemplo' não é reconhecido como um comando interno ou externo, um programa operável ou um arquivo em lotes.

Como eu faço para trocar essa mensagem de erro que retorna para uma mensagem personalizada?

  • Talvez tenha uma forma bonita e direta de o fazer que eu desconheça, mas no minimo consegue fazer utilizando popen para executar o comando e guardar o resultado numa string, e comparando o resultado com esse texto de erro. Em windows se o resultado começar em 'comando' então é sinal que não existe. Tem um exemplo de captura do resultado de execução de um comando na consola nesta resposta – Isac 28/05 às 14:00
2

Até onde sei*, isso não é possível de maneira oficial. Essa mensagem é do shell do Windows/DOS para quando você fornece um comando que não existe no sistema. E como o Windows é um sistema fechado, provavelmente este é um nome padrão imutável, não possuindo arquivo de configuração ou entrada no Registro do Windows.

Existem algumas possíveis soluções, tanto realistas como não realistas. Uma solução realista seria por meio de redirecionamento da mensagem de erro. Uma solução não realista seria por meio da engenharia reversa do shell do Windows para que se altere as mensagens. Este último caso é algo que foge da minha alçada e que é ilegal se não tiver autorização da Microsoft.

Vou tratar da solução realista em Windows e em Linux.

Linux

Quando for invocar algum comando no shell por meio de system, você deve inicialmente redirecionar a mensagem de erro para o "limbo" (/dev/null) com 2>. O operador 2> redireciona mensagens de erro do shell para algum lugar definido por você - neste caso, o limbo.

O exemplo a seguir tentar usar o comando de listagem de diretórios ls:

int cod_erro;
cod_erro = system("ls 2> /dev/null");

Em seguida, checa-se se o comando foi INcorretamente executado. Se for INcorretamente executado,system retornará o código de erro 32512 (ou 0x7F00 em hexadecimal).

if( cod_erro == 32512 ) printf("Minha frase!\n");

Se o comando for inválido, a mensagem será impressa. Caso contrário, o programa segue corretamente sem mensagem alguma de erro de invocação. Pode sim mostrar erros do programa em si sendo executado por meio de system mas isso foge do escopo da pergunta.

Windows

Siga os mesmos passos seguidos para um sistema Linux - com algumas diferenças. No Windows, o limbo é NUL. Assim, usando o comando DIR de listagem de arquivos como exemplo, temos:

int cod_erro;
cod_erro = system("DIR 2> NUL");

O que pode mudar é o código de erro. Como não trabalho com Windows e observei falta de documentação (em relação ao caso específico desta pergunta), ensinarei a achar o código de erro.

Rode o seguinte programa para achar o código de erro no seu Windows:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

int main(void){

    printf("Cod: %d\n", system("DIRa"));

    system("PAUSE"); /* Para Windows. Substituir pelo equivalente em outro S.O. */
    return(0);

    }

Como o comando DIRa não existe, um código de erro será gerado. Use este código para colocar no condicional if. E pronto!

Outros sistemas

Mudando pouca coisa ou mesmo nenhuma, é possível fazer o mesmo em outros sistemas. É necessário apenas saber:

  • como redirecionar mensagens de erro no shell do sistema sendo usado;
  • qual é o diretório do limbo do sistema;
  • qual é o código de erro se o programa não existir;

Tendo estas informações, basta substituir o que for necessário no código exemplificado para Windows ou Linux. Não tem segredo.


* Se estiver errado, me corrijam!

  • Em vez de 32512 o correto não seria 0?? A função sytem retorna um valor diferente de zero só se o comando existe. – user72726 29/05 às 5:33
  • @user72726 Não. Só é retornado 0 quando se faz system(NULL) e não há um shell ou quando, obtendo sucesso na execução de um comando qualquer, este comando retorne 0 que por sua vez é repassado para system retornar ao seu código. Por exemplo, um system("ls") retorna 0. Veja mais no manual (digite man system no terminal do seu pingüim) na seção de Valor de Retorno (ou Return Value). Alternativamente, faça uns testes com o código pra achar código de erro localizado na resposta. Talvez você precise modificar c/ uma GUI para conseguir observar certos comportamentos. – José 29/05 às 5:45
  • Sim tens razão. Eu que não tinha entendido o texto do cppreference – user72726 29/05 às 6:00

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.