2

Queria saber a diferença entre usar Object(meuobjeto) e (meuobjeto as Object) com base no código abaixo:

var mc:MovieClip = new MovieClip(); //Um objeto MovieClip

trace(mc as String); //null
trace(mc as MovieClip); //[object MovieClip]
trace(mc as Number); //null

trace(String(mc)); //[object MovieClip]
trace(MovieClip(mc)); //[object MovieClip]
trace(Number(mc)); //NaN

Sempre utilizo o operador as, porém, unicamente para mostrar o intellisense com as funções do meu objeto e tornar a escrita do código um pouco mais fácil. Mas afinal, qual a diferença entre os dois? É correto eu utilizá-lo dessa forma?

1

A diferença entre as duas formas de realizar o cast está no resultado quando a operação falha:

  • Usando as

    trace(mc as MovieClip);
    

    Vai atribuir null nos casos em que a conversão falha.

  • Envolvido em Type()

    trace(MovieClip(mc));
    

    Vai gerar um TypeError se a conversão falhar.

Pessoalmente, a primeira opção via as é preferível porque sempre temos null para lidar com...


Adaptação para Português da resposta dada no SOEN pelo utilizador @Marty.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.