0

O Objectivo do programa é dar na linha de comandos nt=numero de tarefas que vão ser criadas , um numero inteiro n, e nbloco, numero de interações que cada thread poderá ter para calcular a soma dos quadrados de n. também terá que existir um buffer com o mesmo tamanho de nt.

PENSO QUE O PROBLEMA ESTARÀ NOS VOIDS

Até agora consegui fazer o spwan das threads, mas estou a ter alguns problemas com o buffer nos calculos oprograma roda mas não apresenta os resultados desejados.

Primeiro criei uma estrutura acessível

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>
#include <unistd.h>
#include <pthread.h>

  int nbloco;                   /* numero de elementos do bloco a processar */
  int nt;                       /* numero de tarefas */
  int n;                        /* numero inteiro a processar */
  int nt_somadoras;             /* caso queira mais que uma somadora */
  int soma_global;              /* a soma total dos elementso calculados */
  int items_buffer;
typedef struct {

/* This structure is passed to the threads and contains all necessary
   information for computations */

  pthread_mutex_t * mutex;      /* Mutex */
  pthread_cond_t * cond;        /* Main Condition variable */
  pthread_cond_t * produzir; // signaled when items are removed
  pthread_cond_t * consumir; // signaled when items are added
  int *buffer;                  /* buffer partilhado */
  int *matriz;                  /* Matriz com os valores a calcular */
  int numero_thread;            /* número das threads */
  int inicio;                   /* Elemento que deve começar o cálculo */


}estrutura_global;

void * calculadora(void *);              /* Declaração da finção calculadora */
void * somadora(void *);                 /* Declaração da tarefa somadora */


int main(int argc, char ** arcv){

    int a, i, z, x, y;                                  /* defenição da variavel i */


    /* ler dados da linha de comendos*/

    nt=atoi(arcv[1]);
    n=atoi(arcv[1]);
    nbloco=atoi(arcv[1]);
    nt_somadoras=1;

    /* Verificação de dados */


    /* Alocação de memorias */


    estrutura_global * estrutura = malloc(sizeof(estrutura_global));
    estrutura->mutex = malloc(sizeof(pthread_mutex_t));
    estrutura->cond = malloc(sizeof(pthread_cond_t));
    estrutura->produzir = malloc(sizeof(pthread_cond_t));
    estrutura->consumir = malloc(sizeof(pthread_cond_t));
    pthread_t * calculadoras = malloc(sizeof(pthread_t)*nt);
    pthread_t * somadoras = malloc(sizeof(pthread_t)*nt_somadoras);
    pthread_attr_t * attr = malloc(sizeof(pthread_attr_t));
    estrutura->matriz = malloc(sizeof(int)*n);
    estrutura->buffer = malloc(sizeof(int)*nt);

    /* Inicializações */

    pthread_mutex_init(estrutura->mutex,NULL);
    pthread_cond_init(estrutura->cond,NULL);
    pthread_cond_init(estrutura->produzir,NULL);
    pthread_cond_init(estrutura->consumir,NULL);
    pthread_attr_init(attr);
    pthread_attr_setscope(attr, PTHREAD_SCOPE_SYSTEM);  /* The thread competes for resources with all other threads in all processes on the system  */
    soma_global=0;
    estrutura->numero_thread=0;
    int items_buffer=0;

    /* Filling arrays with numbers */

    for(a=0;a<n;++a){
    estrutura->matriz[a]=a+1;}


     /*Preparing to spawn threads. Mutex + condition variable are used
     to ensure that the thread is spawned and initialized before
     altering the thread structure variables for the next thread */

    /* Lock the mutex to use pthread_cond_wait */

    pthread_mutex_lock(estrutura->mutex);

    /* Compute the number of elements to calculate for each thread and
     initialize the number to 0 */

    if(nt<nbloco){
    nbloco = nbloco + ((n/nt)-nbloco);}

    if(nt==nbloco && nbloco==n){
    nbloco = 1;}

    /* Spawn threads */

    for(i=0;i<nt_somadoras;++i){
    pthread_create(&somadoras[i],NULL,somadora,estrutura);}

    for(z=0;z<nt;++z){
    pthread_create(&calculadoras[z],NULL,calculadora,estrutura);
    ++estrutura->numero_thread;                                                 /* Setting the thread number, start and count */

     /* Here we deal with the situation when the array size is not a multiple of number of threads */

    if(z==(nt-1) && n%nt){
    nbloco = n-nbloco*z;}

    estrutura->inicio = z*nbloco;

    pthread_cond_wait(estrutura->cond,estrutura->mutex);    

    }

    /*Unlock the mutex, it will be used by the threads to add their partial sums to the sum */

  pthread_mutex_unlock(estrutura->mutex);

Aqui espero que as therads esteja terminadas

  /* Wait until the threads are done. */
  for(x=0;x<nt;++x){
  pthread_join(calculadoras[x],NULL);}

  for(y=0;y<nt_somadoras;++y){
  pthread_join(somadoras[z],NULL);}



  /* Print the result */
  printf("The sum of numbers from 1 to %d is %d\n",n,soma_global);

Aqui liberto a memoria

  free(estrutura->matriz);
  pthread_cond_destroy(estrutura->cond);
  free(estrutura->cond);
  pthread_cond_destroy(estrutura->produzir);
  free(estrutura->produzir);
  pthread_cond_destroy(estrutura->consumir);
  free(estrutura->consumir);
  pthread_attr_destroy(attr);
  free(attr);
  pthread_mutex_destroy(estrutura->mutex);
  free(estrutura->mutex);
  free(calculadoras);
  free(somadoras);
  free(estrutura);

  return 0;
}

Este é o meu primeiro void da tarefas calculadoras, elas quando corro elas não estão a fazer o número de interações requeridas. e não sei poorque mas acho que não estão a escrever para o buffer.

void * calculadora(void * estrutura_calculadora){

int a, soma_parcial;

estrutura_global * const estrutura = estrutura_calculadora;

pthread_mutex_lock(estrutura->mutex);

int * const matriz = estrutura->matriz;
int * const buffer = estrutura->buffer;
int const numero_thread = estrutura->numero_thread;
int const inicio = estrutura->inicio;
pthread_cond_signal(estrutura->cond);

pthread_mutex_unlock(estrutura->mutex);

int const fim = nbloco + inicio;

for(a=inicio;a<fim;++a){

    if(items_buffer == nt) {                                         // full
       pthread_cond_wait(estrutura->produzir, estrutura->mutex);     // wait until some elements are consumed
        }

    soma_parcial= matriz[a]*matriz[a];
    buffer[items_buffer]=soma_parcial;
    printf("Sou a tarefa %d a minha soma parcial é %d e o buffer é %d\n", numero_thread, soma_parcial, items_buffer);

    pthread_cond_signal(estrutura->consumir);
}

pthread_exit(NULL);

}

O segundo void é a tarefa que soma, que parece não estar a funcionar devido á leitura e limpeza do buffer, que não consigo fazer.

void * somadora(void * estrutura_somadora){

int c, b;

estrutura_global * const estrutura = estrutura_somadora;

pthread_mutex_lock(estrutura->mutex);

int * const buffer = estrutura->buffer;

pthread_cond_signal(estrutura->cond);

pthread_mutex_unlock(estrutura->mutex);

for(c=0;c<=n;++c){

    pthread_mutex_lock(estrutura->mutex);
    if(items_buffer == 0) {                                     // empty
    pthread_cond_wait(estrutura->consumir, estrutura->mutex);   // wait for new items to be appended to the buffer
    }

    for(b=0;b<=items_buffer;++b){
        soma_global+=buffer[c];
        printf("Sou a tarefa somadora a soma global é %d\n",soma_global);
}
pthread_cond_signal(estrutura->produzir);
pthread_mutex_unlock(estrutura->mutex);
}
pthread_exit(NULL);

}
0

A resposta para quem tiver interessado

#include <pthread.h>    //utilizado para as pthreads
#include <stdio.h>      //utilizado para os printf
#include <stdlib.h>     //utilizado para o malloc

int nt,n,nbloco;                                                                        // defenição das variáveis base pedidas
int resultado_esperado = 0, *matriz, *buffer,sinal_saida,soma_global, items_buffer=0;   //defenição das variaveis udadas para calculo e controlo do programa

pthread_mutex_t indice_mutex, criacao_thread_mutex,buffer_mutex,soma_final_mutex;       // defenição dos mutex para exclusividade, poderia ser usado um so mutex para garantir que nao exista confusoes de desbloqueio opteou-se por criacao de mutex exclusivos para as operacoes

//CASO USE O PROGRAMA COM A FUNCAO SCHED YIELD
//DESATIVAR AS CONDICOES PRODUZIR E CONSUMIR

pthread_cond_t cond/*, produzir, consumir*/;                                                // defenição de condições para sinalizar threads criadas e sinalizaao de buffer cheio (mais rapido do que usar o sched_yield as duas opcoes estao acessiveis)

static int numero_para_comeco = 0;                                                      //numero de controlo para saber que bloco a thread vai processar

typedef struct {

    //esta estrutara vai passar os valores para as threads 
    //valores que vão diferir de uma thread para 
    //a outra, dái se encontrarem dentro da estrutura.

  int inicio_inicial;
  int id_threads;

}estrutura_geral;

// esta primeira função representa a função das tarefas
// calculadoras está dividida em duas partes um primeira 
//que processa o bloco associado de inicio conforme a sequencia de numero de ordem
//(cada thread obriagtoriamento computa um bloco) 
// e uma segunda que permite qualquer thread agarrar um novo bloco
// esta funç]ao tem um apontador que direciona para a estrutura

void *calculadoras(void *es)                                        
{
        int i, inicio, fim, contador;                                           //defenicao de variaveis
        int calculo_parcial = 0;                                    //defenicao variavel soma parcial

        pthread_mutex_lock(&criacao_thread_mutex);                  //bloqueio do mutex para garantir a leitura da estrutura e o envio de sinal da thread criada

        estrutura_geral * const estrutura = es;                     //pointer é criado para a estrutura

        int const id_threads = estrutura->id_threads;               //leitura dos elemnetos da estrutura
        int const inicio_inicial = estrutura->inicio_inicial;

        contador=0;                                                 //incializaçao do conatdor

        if ((inicio_inicial+nbloco) < n){                           //verificaçao do tamanho do bloco a calcular
            fim = inicio_inicial + nbloco;
        }else{
            fim = n;
        }

        pthread_cond_signal(&cond);                                 //sinalizacao à main thread que a thread foi criada

        pthread_mutex_unlock(&criacao_thread_mutex);                //desbloqueio do mutex para a variavel de condicao na main thread ser usada

        sched_yield();                                              //nao é necessário estar aqui mas ao fazer garanto que outras threads tenham ainda mais oportunidade.

        //printf ("A thread %d está a calcular o bloco de %d a %d\n", id_threads, inicio_inicial+1, fim); 

        //primeira parte da computacao onde os valores para
        //soma passados orbriatoriamente por oredem de criacao da thread

                //pthread_mutex_lock (&buffer_mutex);                   //(quando usar as condiçoes ou fazer o calculo do bloco completo)estamos a entrar numa regiao onde a computacao vai ser feira precisamos de boquea o mutex para que nao exista perda de dados

                 while(items_buffer==nt){                           

                 //enquanto o buffer for igual ao numero de tarefas
                 //existem duas opçoes ou a thread manda um sinal à thread que
                 //soma os valores do buffer para limpar o buffer
                 //ou entao podemos optar por nao mandar o sinal desbloquear o mutex
                 // e simplesmente libertar a tarefa com sched_yield
                 //o sinal acaba por se mais eficaz pois nao e certo que com o sched yield 
                 //a proxima tarefa seja a somadora

                            //pthread_cond_wait(&produzir,&buffer_mutex);
                            //pthread_mutex_unlock(&buffer_mutex);              //ativar quando o mutex for bloqueado anteriormente
                            sched_yield();                                      //PARA ACTIVAR O SCHED YIELD DESATIVE A CONDIÇAO E ATIVE O MUTEX
                        }

                    for (i = inicio_inicial; i < fim ; i++) {


                        calculo_parcial+= matriz[i]*matriz[i];          //calculo da soma parcial
                        contador=contador+1;                            //conatra elemento somado

                }

                pthread_mutex_lock (&buffer_mutex);                     //regiao critica assegura-se que tem exlusividade para gravar os dados

                buffer[items_buffer+1]=calculo_parcial;                 //envio dos items para o buffer
                items_buffer=items_buffer+1;                            // contador de items no buffer

                //printf("o meu buffer tem %d items a soma parcial é de %d e o buffer tem %d\n",items_buffer,calculo_parcial,buffer[items_buffer]);
                //printf ("A thread %d calculou o bloco de %d a %d\n", id_threads, inicio_inicial+1, fim); 

                pthread_mutex_unlock(&buffer_mutex);                    //desbloqueio do mutex para libertar o processador às outras threads
                //pthread_cond_signal(&consumir);                           // sinalizar a thread somador que existem items no buffer mais uma vez poderiamos usar o sched yield, que nao seria tao eficaz
                sched_yield();                                          //PODE ATIVAR O SCHED YIED PARA ISSO DESATIVE A CONDIÇAO

                //a partir deste momento caso exitam blocos
                //por computar as threads vao agarrar um novo bloco e computalo
                //segue exatamente a mesma estrutura indicada em cima
                //mas agora nao existe obrigatoriedade de cada thread ter um bloco

        while (1) {

                pthread_mutex_lock(&indice_mutex);

                if (numero_para_comeco >= n) {
                        pthread_mutex_unlock(&indice_mutex);
                        break;
                }

                inicio = numero_para_comeco;

                if ((inicio + nbloco) < n)
                        numero_para_comeco = fim = inicio + nbloco;
                else 
                        numero_para_comeco = fim = n;


                pthread_mutex_unlock(&indice_mutex);

                calculo_parcial = 0;                        // inicializaçao da soma parcial de volta a 0                       

                //printf ("A thread %d está a calcular o bloco de %d a %d\n", id_threads, inicio+1, fim); 

                    //pthread_mutex_lock (&buffer_mutex);

                    while(items_buffer==nt){

                            //pthread_cond_wait(&produzir,&buffer_mutex);
                            //pthread_mutex_unlock(&buffer_mutex);
                            sched_yield();                              //PARA ACTIVAR O SCHED YIELD DESATIVE A CONDIÇAO E ATIVE O MUTEX
                        }

                    for (i = inicio; i < fim ; i++) {

                        calculo_parcial+= matriz[i]*matriz[i];
                        contador=contador+1;                            //conatra elemento somado

                }

                pthread_mutex_lock (&buffer_mutex);

                buffer[items_buffer+1]=calculo_parcial;
                items_buffer=items_buffer+1;

                //printf("o meu buffer tem %d items a soma parcial é de %d e o buffer tem %d\n",items_buffer,calculo_parcial,buffer[items_buffer]);
                //printf ("A thread %d calculou o bloco de %d a %d\n", id_threads, inicio+1, fim);

                pthread_mutex_unlock (&buffer_mutex);
                //pthread_cond_signal(&consumir);
                sched_yield();                      //PODE ATIVAR O SCHED YIED PARA ISSO DESATIVE A CONDIÇAO
        }

        sinal_saida=sinal_saida+1;                      //forma de sinalizar que a thread saiu para que a thread de soma e que limpa o buffer saiba que pode acabar

        printf("tarefa %d calculou %d elementos\n",id_threads,contador);
        //printf("tarefa %d de saída\n",id_threads);

        pthread_exit(NULL);

}

//aqui é apresentada a funcao que soma as somas parcias que estao no buffer e o limpa

void *somadora(void *ts) 
{

    pthread_mutex_lock(&criacao_thread_mutex);          //bloqueamos o mutex para que seja dado o sinal de que a thread foi criada

    //printf("Sou a thread somadora\n");

    pthread_cond_signal(&cond);                         //sinalizamos a main thread que a thread foi criada

    pthread_mutex_unlock(&criacao_thread_mutex);        //desbloqueio do mutex para que as threads estejam á vontade

    pthread_mutex_lock(&buffer_mutex);                  //estramos numa operaçao critica onde os dados nao se podem perder, bloqueamos o mutex

        while(items_buffer==0){

            //emquanto o buffer tiver 0 elemnetos
            //sinalizamos as threads que podem produzir
            //é feita entao uma condicao de espera ou 
            //podemos usar um sched yield

            //pthread_cond_wait(&consumir,&buffer_mutex);
            pthread_mutex_unlock(&buffer_mutex);                //PARA ACTIVAR O SCHED YIELD DESATIVE A CONDIÇAO E ATIVE O MUTEX
            sched_yield();
        }

        while(sinal_saida<nt){                      //enquanto todas as thread nao se extinguirem esta condicao é valida

            while(items_buffer!=0){                 //sempre que o buffer é diferente de 0 é calculado a soma das somas parciais e o buffer é esvaziado

                soma_global+=buffer[items_buffer];  //actualizacao da soma global
                items_buffer=items_buffer-1;        //reduçao do buffer

                //printf("o meu buffer ficou com %d items\n",items_buffer);

            }

            pthread_mutex_unlock(&buffer_mutex);    //computacao realizada podemos desbloquear o mutex
            //pthread_cond_signal(&produzir);           //envio de sinal que as threads podem produzir realizar mais somas parciais
            sched_yield();                      //PODE ATIVAR O SCHED YIED PARA ISSO DESATIVE A CONDIÇAO
        }

        //quando todas as thread terminaram
        //a tarefa soma terá que rodar mais uma
        //para verificar se nao sobraram elementos no buffer_mutex
        //a logica é a mesma apresentada anteriormente

        pthread_mutex_lock(&soma_final_mutex);      

        while(items_buffer!=0){

                soma_global+=buffer[items_buffer];
                items_buffer=items_buffer-1;

                //printf("o meu buffer ficou com %d items\n",items_buffer);
            }

        pthread_mutex_unlock(&soma_final_mutex);

        //printf("Sou a thread somadora estou de saida\n");

        pthread_exit(NULL);

}

//funçao princial

int main(int argc, char *argv[])
{
        int i,z;                            //defeinao de variaveis

        //recolha de elementos da linha de comandos

        nt=atoi(argv[1]);
        n=atoi(argv[2]);
        nbloco=atoi(argv[3]);

        //verificacao dos elementos inceridos pelo utilizador

        if(argc!=4){
            printf("Utilização: ./mtss nt n nbloco\n");
            exit(1);}

        if(nt<1){
            printf("O numero de processos terá que ser pelo menos 1\n");
            exit(1);}

        if(n<1||n>999){
        printf("O n tem que estar comprefimido entre 1 e 999\n");
        exit(1);}

        if(nbloco<1){
        printf("O bloco tem que ser pelo menos 1\n");
        exit(1);
        }

        printf("Soma do quadrado dos %d primeiros numeros naturais com %d tarefas e blocos de %d termos\n",n,nt,nbloco);

        //defeniçao de threads e attributos

        pthread_t threads_calculadora[nt];
        pthread_t thread_soma;
        pthread_attr_t attr;

        //alocacar espaço para a estrutura que vai ser passada às threads

        estrutura_geral * estrutura = malloc(sizeof(estrutura_geral));

        //alocarçao de espaço para a matriz com os valores de calculo e para o buffer

        matriz = malloc(sizeof(int)*n);
        buffer = malloc(sizeof(int)*nt);

        // preenchimento da matriz com os valores de n

        for(z=0;z<n;z++){

            matriz[z]=z+1;

        }

        //inicializaçao dos mutex

        pthread_mutex_init(&indice_mutex, NULL);
        pthread_mutex_init(&criacao_thread_mutex,NULL);
        pthread_mutex_init(&soma_final_mutex,NULL);
        pthread_mutex_init(&buffer_mutex,NULL);

        //inicializaçao das condicoes

        pthread_cond_init(&cond,NULL);
        //pthread_cond_init(&produzir,NULL);                    //DESTIVAR EM CASO DE USO DO SCHED YIELD
        //pthread_cond_init(&consumir,NULL);                    //DESTIVAR EM CASO DE USO DO SCHED YIELD

        // inicializacao e defenicao de atributos

        pthread_attr_init(&attr);
        pthread_attr_setdetachstate(&attr, PTHREAD_CREATE_JOINABLE); //este atributo já é predefenido mas nunca é demais garantir

        numero_para_comeco=nbloco*nt;       //defenicao da variavel que controla o numero para a thread começar quando está no loop while(1)
        estrutura->inicio_inicial=0;        //inicializaçao da variavel

        //criaçao da thread soma que usara a funcao somadora e reduzira o buffer

        pthread_create(&thread_soma, &attr, somadora,estrutura);
        pthread_cond_wait(&cond,&criacao_thread_mutex);             //espera o sinal que a thread está criada

        //criaçao das threads calculadoras

        for (i=0; i<nt; i++) {

                ++estrutura->id_threads;            //numero de ordem da thread

                pthread_create(&threads_calculadora[i], &attr, calculadoras,estrutura);     //cria a thread

                estrutura->inicio_inicial=i*nbloco; //define o inicio da thread

                pthread_cond_wait(&cond,&criacao_thread_mutex); //espera que seja sinalizada que a thread foi criada
        }

        //espera que todas a threads terminem

        for (i=0; i<nt; i++) {

                pthread_join(threads_calculadora[i], NULL);

        }

        pthread_join(thread_soma, NULL);

        resultado_esperado = (n*(n+1)*((2*n)+1))/6;

        printf("Soma Total= %d\n",soma_global);
        printf("Resultado esperado = %d\n",resultado_esperado);

        //Libertar memória

        pthread_attr_destroy(&attr);
        pthread_mutex_destroy(&indice_mutex);
        pthread_mutex_destroy(&criacao_thread_mutex);
        pthread_mutex_destroy(&soma_final_mutex);
        pthread_mutex_destroy(&buffer_mutex);
        //pthread_cond_destroy(&produzir);                      //DESTIVAR EM CASO DE USO DO SCHED YIELD
        //pthread_cond_destroy(&consumir);                      //DESTIVAR EM CASO DE USO DO SCHED YIELD

        return 0;
}

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies