4

Já vi artigos fazendo referência ao spread como "sintaxe spread" e como "operador spread" (como por exemplo aqui).

Entendo que um "operador" é "uma função que recebe argumentos e retorna um único resultado" e não parece ser isso que o spread faz. Por exemplo:

let arr = [1, 2];
let var1 = ...arr;

A segunda linha falha e nada é atribuído a var1, se o spread fosse um operador, ...arr deveria retornar alguma coisa e isto não acontece.

No ECMAScript faz mesmo sentido denominar o spread de "operador spread"?

  • O que você esperaria que acontecesse em let var = ...arr se "o spread fosse um operador", como cita? – Anderson Carlos Woss 17/05 às 11:35
  • Que retornasse algum valor, já que é dito um operador. Por exemplo, retornasse [1, 2]. – Thiago Krempser 17/05 às 11:40
  • Mas ele não faz isso, em nenhum momento. Por que um operador iria retornar uma lista de uma lista? Seria o mesmo que não utilizá-lo. – Anderson Carlos Woss 17/05 às 11:41
  • @AndersonCarlosWoss Se eu trocar por let var1 = [...arr] funciona. – Thiago Krempser 17/05 às 11:43
  • 1
    A especificação define a sintaxe ...value como um Object Initializer, que é uma expressão. ecma-international.org/ecma-262/9.0/#sec-object-initializer – Vinicius Brasil 17/05 às 11:57
3

A documentação que consideramos "oficial" fala em sintaxe não fala em operador.

Aí você pode estar pensando que viu na mesma documentação escrito que é operador conforme o link exposto. Mas não é a mesma. É uma tradução para o português, e nossa cultura é de fazer tudo mais ou menos, não temos preocupação com qualidade e não ligamos para os detalhes que fazem algo estar certo ou errado. Alguém pegou pra traduzir a documentação, foi arrogante e achou que sabia traduzir para algo melhor que o original, mudando o sentido e gerando confusão. Por isso sempre aconselho as pessoas olharem o que está em inglês, quase 100% das vezes está melhor. Tem coisas sobre o Brasil que está melhor em inglês. Especificamente esta tradução é muito ruim, um verdadeiro desserviço.

A versão original deixa claro que é uma sintaxe e que faz algo diferente de um operador. Esta sintaxe só pode ser usada em determinados lugares e não em qualquer lugar onde um operador pode estar, inclusive o que ele resulta não é um valor e sim uma outra sintaxe, por isso não tem como isto ser um operador. O resultado é uma sintaxe com uma lista dos elementos do objeto enumerável usado como argumento do spread. Não retorna um array ou outro objeto enumerável, não retorna um valor único, retorna algo para ser preenchido sintaticamente onde cabe, ou seja, em uma chamada de função ou um literal de array.

De fato a documentação está na seção de operadores, o que é um erro, mas talvez não acharam onde deveria entrar. E a especificação é muito fraca com relação a isto e em uma introdução informal ela fala em operador, em nenhum outro lugar sequer dá a entender que seja um operador.

A dúvida é boa e levanta algo curioso. C++ assim como EcmaScript são criadas por comitês e os participantes institucionais não são tão diferentes entre eles (as pessoas são), e raramente você vê alguma coisa falha ou ambiguidade na especificação de C++, fora que estão se preparando para usar código "provando" o que está na especificação. JavaScript nasceu de uma forma bem torna e mambembe, e parece que a evolução não está tendo com tanto cuidado assim. Quando há uma falha boba dessas será que estão tomando decisões com parcimônia?

De qualquer forma a especificação mostra que esta sintaxe só pode ser usada em inicializadores de objeto, array e listas de argumentos. Um operador não tem essa restrição toda. Sua análise está correta.

Podemos dizer de certa forma que ele é uma macro expansão encrustada na linguagem. Então o que ...arr faz é expandir para um código equivalente a 1, 2 (atenção ao fato que não é um valor assim, é um texto para o código). Exatamente o mecanismo usado para isto eu não sei e não ficou claro na especificação se tem um "jeito certo" de fazer, por isso acredito que cada implementação pode fazer como quiser e ter uma espécie de eval() aplicado ali, ou que todos os lugares que aceitam essa sintaxe possam ser trocadas por algo diferente compatível com o que já existe, etc. Então let var1 = ...arr; resultaria em let var1 = 1, 2; e esta sintaxe é inválida, isto não existe em EcmaScript. E por isso que dentro de [] ou () funciona, afinal [1, 2] ou (1, 2) são sintaxes válidas em certos contextos, ainda que pode não ser o que deseja fazer.

Eu fiz minha parte de melhorar a tradução para refletir o que estava no original. Não quero tirar a referência a operadores sem mudar na original em inglês e para fazer algo tão radical eu gostaria de discutir o assunto antes e não atropelar, mas ainda não sei como fazer isto.

  • Reposta muito boa e obrigado por ter melhorado a tradução do MDN web docs. – Thiago Krempser 18/05 às 11:50

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.