0

Olá, gostaria de ajuda. Eu tenho que gerar, em Python, uma matriz com um número l de linhas e um número c de colunas, e calcular o somatório dos elementos da diagonal principal e da secundária. O somatório é feito corretamente, mas ele salva cada linha da matriz por cima da linha anterior, assim, quando eu vou imprimir a matriz, ela só repete a última linha várias vezes. Se alguém puder me ajudar, ficarei muito grato. Segue o código:

# Programa para processar e imprimir uma matriz l x c
# Calcular o somatório dos elementos das diagonais principal e secundária
l = int(input("Insira o número de linhas: "))
c = int(input("Insira o número de colunas: "))
matriz = [[0] * c] * l
soma1 = int(0)
soma2 = int(0)
for i in range(0, l):
    for j in range(0, c):
        matriz[i][j] = int(input(f"Insira o elemento {j+1} da linha {i+1}: "))
    soma1 = soma1 + matriz[i][i]
    soma2 = soma2 + matriz[i][l - 1 - i]
print("\nElementos da matriz: ")
for i in range(0, l):
    print(matriz[i])
if l == c:
    print("\nSomatório dos elementos da diagonal principal =", soma1)
    print("Somatório dos elementos da diagonal secundária =", soma2)
else:
    print("A matriz não é quadrada, logo não possui diagonais.")

Como vocês podem ver pelo código, sou bem iniciante na linguagem, por isso gostaria que, se possível, não resolvessem o problema com comandos muito complexos, mas se for necessário faço o possível para entender. Desde já, muito obrigado.

0

bom, não acredito que o que vou por seja complexo, vou por alguns comentários para caso você não entenda.

# PEGUEI SEU CÓDIGO PARA FACILITAR VOU DEIXAR ELE MAIS EXTENSO MESMO QUE NÃO ESTEJA 
OTIMIZADO
# Programa para processar e imprimir uma matriz l x c
# Calcular o somatório dos elementos das diagonais principal e secundária
l = int(input("Insira o número de linhas: "))
c = int(input("Insira o número de colunas: "))
matriz = [] #vou apenas descomplicar colocando abaixo uma lista por linha

somaprincipal = 0 # meio desnecessário fazer o casting afinal, python não é uma linguagem fortemente tipada
somasecundaria = 0

for i in range(0, l):
    matriz.append([]) #adiciona uma lista sempre que percorre o loop, mas do seu jeito é mais rápido
    for j in range(0, c):
        matriz[i].append(int(input(f"Insira o elemento {j+1} da linha {i+1}: ")))
        if i == j: # só soma quando o número da linha é o mesmo número da coluna.
            somaprincipal += matriz[i][j] 

for i in range(-1,(-l-1), -1): # percorre a lista do último item ao primeiro
    for j in range(-1,(-c-1), -1): # o mesmo de cima
        if i == j:
            somasecundaria += matriz[i][j]


print("\nElementos da matriz: ")
for i in range(0, l):
    print(*matriz[i]) #printa a matriz sem mostrar os colchetes nem vírgulas
if l == c:
    print("\nSomatório dos elementos da diagonal principal =", somaprincipal)
    print("Somatório dos elementos da diagonal secundária =", somasecundaria)
else:
    print("A matriz não é quadrada, logo não possui diagonais.")

Assim resolve o problema, entretanto o problema do seu código é que listas são mutáveis, dê um print toda vez que você mudar/adicionar um item da lista para você ver que do jeito que o código está, sempre que você modificar um elemento ele vai modificar o resto e assim por diante, por isso eu fui adicionar lista por lista, para não ter esse problema de elas estarem "linkadas" pois quando você fez isso

matriz = [[0] * c] * l 

apenas fez com que o endereço na memória da lista fosse para cada um dos indices da lista, espero que tenha entendido.

esse link pode ajudar para você ver/entender que as listas foram apenas copiados o endereço e não foram criadas outras.

0

O problema está nessa linha:

matriz = [[0] * c] * l

Vamos dividi-la em dois comandos para facilitar a explicação:

linha = [0] * c
matriz = [linha] * l

Ao criar a lista interna (chamada de linha no exemplo) usando [0] * c, o código está usando o operador de multiplicação de referências. É criada uma nova lista com um total de c referências ao objeto 0. Não são criados outros objetos 0 mas isso não é problema neste caso pois 0 é int e ints são imutáveis no python.

Ao pegar essa lista e multiplicar [linha] * l, o mesmo acontece, porém são criadas l referências à mesma lista linha. A sua variável matriz então se torna uma lista com várias referências, todas apontando para a mesma lista...

O problema é que listas são mutáveis. Ao modificar um elemento da lista interna:

matriz[i][j] = int(input(....))

Todas as linhas serão afetadas, pois na verdade existe somente uma única linha, referenciada múltiplas vezes!

Uma forma de resolver é forçar a criação de múltiplas listas independentes:

matriz = [[0 for x in c] for y in l]

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.