1

Fazer um INNER JOIN com as chaves concatenadas, da forma abaixo, quebra e/ou prejudica a performance do banco?

    INNER JOIN Totvs12.dbo.SE1010 receber 
    ON receber.E1_FILIAL + receber.E1_NUM + receber.E1_PREFIXO = pedido.C5_FILIAL + pedido.C5_NOTA + pedido.C5_SERIE 


   INNER JOIN Totvs12.dbo.SF2010 nota 
   ON pedido.C5_FILIAL + pedido.C5_NOTA  = nota.F2_FILIAL + nota.F2_DOC
5

No trecho de código

INNER JOIN Totvs12.dbo.SE1010 receber 
ON receber.E1_FILIAL + receber.E1_NUM + receber.E1_PREFIXO = pedido.C5_FILIAL + pedido.C5_NOTA + pedido.C5_SERIE 

essa concatenação de colunas nada mais é do que uma expressão, o que torna o predicado non sargable. Se as colunas receber.E1_FILIAL, receber.E1_NUM e receber.E1_PREFIXO corresponderem às colunas pedido.C5_FILIAL, pedido.C5_NOTA e pedido.C5_SERIE, eis sugestão de alteração:

INNER JOIN Totvs12.dbo.SE1010 receber 
ON receber.E1_FILIAL = pedido.C5_FILIAL
   and receber.E1_NUM = pedido.C5_NOTA
   and receber.E1_PREFIXO =  pedido.C5_SERIE

Sugiro a leitura do artigo “Construindo códigos T-SQL eficientes: Sargability”.

  • 1
    Belo artigo, pena que não pude ainda lê-lo com o zelo que merece. Também gostei das marcas estilísticas do autor do texto linkado ;-) – Jefferson Quesado 9/05 às 15:06
  • @JeffersonQuesado Grato pelos comentários. O artigo possui também versão em arquivo, no formato PDF; é possível imprimi-la e depois ler o texto com calma. E, no mais, precisamos divulgar o conceito sargability, pois ele é o ponto de partida para otimização de consultas SQL. – José Diz 9/05 às 19:04

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.