3

A seguinte query em cidade.php busca quantos pedidos estão abertos em determinada cidade, que bloqueia um link. Caso seja 0, a soma da query libera o link. Caso seja maior que 1 bloqueia o link.

Controlador AngularJS

app.controller('CityCtrl', function($rootScope, $http)
{
    $http.get('app/querys/cidade.php').success(function(data) {
      $rootScope.citys = data;
    });

Index.html

 <div ng-controller="CityCtrl">
  <div ng-repeat="city in citys">{{city.name}} : {{city.amount}}</div>
 </div>

Mas é nessa parte que está o problema, como fazer pra sempre estar conferindo quantos pedidos tem em aberto?

  • por WebSocket

  • ou Soket.io.js

  • ou setInterval

Qual dessas aplicações seria mais leve?

2
  • 2
    Quão regular é "sempre"? Uma vez por minuto? Por segundo? Imediatamente? Para cada uma dessas respostas há uma solução mais eficiente. 25/10/2014 às 17:51
  • entao depende o cliente vai mandar os dados pra o mysql... dai pra frente atualiza tanto faz se for por segundo ou imediatamente... mais tem que ser o mais leve possivel
    – Willian
    25/10/2014 às 17:55

1 Resposta 1

3

Ainda esta um pouco inconclusiva sua pergunta, mas acredito já ser possível abordar de modo que você possa tirar suas próprias conclusões.

Em primeiro lugar, Socket.IO é um módulo do NodeJS. Logo, se sua aplicação esta em PHP, utilizá-lo não deve ser uma opção já que seria necessário ter um servidor NodeJS só para este serviço. Não conheço Socket.IO mais a fundo, mas acredito que ele utilize WebSocket para fazer a comunicação com o cliente.

WebSocket mantém uma conexão ativa com o servidor, e portanto consumindo recursos constantemente. Assim, se sua necessidade é de que as alterações no servidor sejam propagadas para o cliente quase que instantaneamente, sem dúvida esta é sua única opção.

Por setInterval, estou assumindo que será efetuada uma requisição AJAX no intervalo estipulado. Deve-se então considerar o tempo necessário para estabelecer a conexão TCP, que é de pelo menos 3x a latência entre o cliente e o servidor (o TCP utiliza Three-Way-Handshake), e nisto eu não estou se quer considerando o uso de HTTPS, o que aumentaria muito mais tempo até que a requisição comece a ser trafegada devido à negociação do protocolo SSL/TLS.

Na minha opinião, se você deseja que as atualizações ocorram em menos de 2 segundos, eu estudaria seriamente o WebSocket. Do contrário (que é a grande maioria dos casos), setInterval será o mais indicado.

Exemplo com WebSocket

Para facilitar o uso do WebSocket em PHP, recomendo usar a biblioteca PHP WebSockets. O esqueleto de uma aplicação usando esta biblioteca é o seguinte:

#!/usr/bin/env php
<?php

require_once('./WebSockets.php');

class echoServer extends WebSocketServer {

  protected function process ($user, $message) {
    // processas as mensagens do cliente. No caso, é um eco apenas.
    $this->send($user, $message);
  }

  protected function connected ($user) {
    // inicialização executada quando um cliente é conectado.
  }

  protected function closed ($user) {
    // limpeza executada quando o cliente é desconectado.
  }
}

// cria o servidor na porta 9000 em todas as interfaces.
$echo = new echoServer("0.0.0.0", "9000");

try {
  $echo->run();
} catch ( \Exception $e ) {
  $echo->stdout($e->getMessage());
}

Este exemplo foi retirado do site PHP Builder.

O cliente não possui nada de especial: ele é o mesmo seja NodeJS ou PHP.

Você deve adaptar este exemplo para funcionar no seu provedor de hospedagem.

Sobre lentidão

Não sei se entendi direito o que você disse nos comentários, mas se você tem uma requisição levando 10 segundos que com setInterval leva 30s, tem alguma coisa muito errada aí. O tempo de processamento de uma requisição deve ficar sempre na casa dos mili-segundos, que é inclusive a ordem dos tempos para a realização do handshake. Assim, se você tem uma latência de 50ms para o servidor, e 100ms necessários para processar a requisição, eu esperaria um tempo mínimo de 250ms para a finalização da requisição (este é muito próximo do melhor caso, inclusive).

Porém, 10 segundos para o processamento de uma requisição é uma eternidade, e a simples troca para setInterval não justifica um aumento de 30s a não ser que o servidor esteja sofrendo com ataques de DDoS. Considere otimizar suas queries, analisar algorítmos ou até a troca para uma hospedagem melhor (ou até uma VPS ou Cloud).

6
  • Vinicio como uso o WebSocket todos que axei me parecia usar node.js tenho um servidor na uolhost sera que tem como implementar isso la? ou estou procurando o conteudo errado?
    – Willian
    26/10/2014 às 23:13
  • cara to com setinterval ou verdade mesmo e 3x a requisição no script ta 10 seg no cliente foi 30seg... como mecho com websocket pode me mostrar algo?
    – Willian
    27/10/2014 às 0:39
  • Maior parte do pessoal implementa WebSocket com NodeJS mesmo, mas é possível sim implementar em outras linguagens, inclusive PHP. Vou atualizar a resposta com um exemplo bem curto. 27/10/2014 às 14:36
  • 1
    Top Vinicios :D ja consegui ate rodar hehe
    – Willian
    27/10/2014 às 15:27
  • Legal! Parabéns! 27/10/2014 às 15:27

Você deve fazer log-in para responder a esta pergunta.

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag .