6

Estou a fazer uma classe minha de ligação a Base de Dados em PHP com recurso a API mysqli_ e deparei-me com o facto de não conseguir colocar dois construtores na mesma classe.

A ideia é usar as constantes definidas previamente se não for passado nada como argumento.

É possível ter dois construtores na mesma classe em PHP?

define( 'DATA_BASE', 'db_name'   );
define( 'USER_NAME', 'user_name' );
define( 'PASSWORD' , 'password'  );
define( 'HOST'     , 'localhost' );

class MysqliDB
{    
    private $user;
    private $password;
    private $database;
    private $host;

    public function __construct( $user, $password, $database, $host = 'localhost' )
    {
        $this->user     = $user;
        $this->password = $password;
        $this->database = $database;
        $this->host     = $host;
    }

   public function __construct()
    {
        $this->user     = USER_NAME;
        $this->password = PASSWORD;
        $this->database = DATA_BASE;
        $this->host     = HOST;
    }
}
  • Qual é a intenção com isso? Usar as constantes se nada for passado? Você pode usar condicionais dentro do construtor. – bfavaretto 21/10/14 às 10:48
  • A ideia é essa @bfavaretto. Eu sei que sim, mas não me pareceu muito ortodoxo... – Jorge B. 21/10/14 às 10:51
  • 4
    É mais ortodoxo que tentar ter dois construtores, o PHP não permite esse tipo de overload. – bfavaretto 21/10/14 às 10:52
6

Vamos primeiro à solução do problema.

Você não precisa de dois construtores, precisa apenas fazer o que foi feito no último argumento do construtor:

class MysqliDB {

    public function __construct( $user = USER_NAME, $password = PASSWORD, $database = DATA_BASE, $host = HOST ) {}
}

E se o objeto for instanciado sem argumentos, os valores-padrão serão usados.

Porém, isso abre uma brecha para o caso a pessoa fazer isso:

new MysqliDB( null, 1234 );

Esperando estar mudando apenas a senha e mantendo o usuário. E é por isso que você precisa de um método que verifique a integridade dos dados antes de montar o objeto MySQL para ser usado no contexto da sua classe.

Existem várias formas de se fazer isso, mas as duas mais comuns são:

  • Invocar um método logo no após as propriedades serem populadas para checar se tudo está indo bem:

    public function __construct( $user = USER_NAME, $password = PASSWORD, $database = DATA_BASE, $host = HOST )
        {
            $this->user     = $user;
            $this->password = $password;
            $this->database = $database;
            $this->host     = $host;
    
            $this -> checkIntegrity();
        }
    
       public function checkIntegrity()
        {
            if( empty( $this -> username ) ) {
                die( 'Usuário MySQL ausente' );
            }
        }
    }
    
  • Remover os argumentos nomeados do método e usar func_get_args():

    class MysqliDB {
    
        public function __construct()
        {
            list( $user, $password, $database, $host ) = func_get_args();
    
            $this->user     = $user;
            $this->password = $password;
            $this->database = $database;
            $this->host     = $host;
        }
    }
    

O problema dessa abordagem é que list() é meio burro e caso func_get_args() retorne menos do que as quatro entradas exigidas por ele, vai dar erro de offset.

E é aí que você mata dois coelhos com uma cajadada só. Se você somar (não mesclar) outro array à func_get_args() com a exata quantidade de argumentos esperada por list(), caso algum argumento seja omitido no construtor, esse array supriria os offsets com algum valor padrão, no caso suas constantes:

list( $user, $password, $database, $host ) = func_get_args() + array( USER_NAME, PASSWORD, DATA_BASE, HOST );

Na minha opinião isso ainda não dispensaria um método de verificação de integridade mas é porque eu sou paranoico.


Agora respondendo diretamente sua pergunta: Sim, é possível haver dois métodos construtores, mas não dois construtores de classe. Eu explico:

O PHP4 também tinha Orientação a Objetos. Do jeitinho esquisito dele, mas tinha. Nessa versão os construtores de classe era métodos com o mesmo nome da classe:

class Foo {

    function Foo() {

        // No PHP4 esse método era o construtor
    }
}

Quando o PHP5 foi lançado e a Orientação a Objetos do PHP reescrita e aprimorada foi introduzido o método mágico __construct() para servir de construtor.

Por questões de retrocompatibilidade com scripts feitos no PHP4 durante esse período de introdução do novo modelo o PHP5 ainda aceitava um método de mesmo nome que a classe como construtor então sim, é possível ter algo como:

class Foo {

    function Foo() {

        echo __METHOD__, '<br />';
    }

    public function __construct() {

        echo __METHOD__, '<br />';
    }
}

Não sei ao certo em qual versão do PHP 5 que isso começou a ser "proibido". Entre aspas porque esse fragmento rodando no meu PHP 5.4.14 apenas disparar um Strict Standards dizendo que que não é possível redefinir um construtor já definido.

  • 4
    Segundo o manual a partir da 5.3.3 o método com o mesmo nome da classe não é tratado como um construtor. – rray 21/10/14 às 11:56
  • Para colocar código abaixo de lista precisa de 8 espaços. Se quiser quebrar a lista para poder fazer o código com 4, coloque um comment <!-- br --> no meio. Tá melhor explicado na seção de Código no guia de formatação. – brasofilo 21/10/14 às 12:14
  • Em sempre me enrolo quando coloco código embaixo de lista >.< – Bruno Augusto 21/10/14 às 12:37

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.