3

Estava eu pensando em como responder esta questão e cheguei à conclusão que precisaria de uma estrutura de dados com:

  • o tamanho de um conjunto
  • um vetor de tamanho informado anteriormente

Seria algo assim a estrutura:

struct conjunto {
  int tamanho;
  int *conteudo;
};

Na minha primeira e ingênua ideia, eu alocariam uma região de memória para a estrutura e depois outra para o seu conteúdo:

struct conjunto* aloca_conjunto(int n) {
  struct conjunto *set = malloc(sizeof(struct conjunto));
  set.conteudo = n? malloc(sizeof(int)*n): NULL;
  set.tamanho = n;

  return set;
}

Porém, essa dupla alocação me incomoda por dois motivos:

  1. fragmentação de memória
  2. possível perda da localidade de referência

Então, minha dúvida principal é

  • Qual seria a alternativa para implementar em uma única alocação?

Eu sei que mesmo que, hipoteticamente, eu conseguisse fazer essa alocação única, acessar o elemento da n-ésima posição do conjunto envolveria dois desreferenciamentos: set->conteudo[n], mas pelo menos o ponteiro set->conteudo estaria próximo da região de memória desejada, maximizando a chance de um cache hit devido à localidade espacial.

Um ponto de curiosidade extra, para aprofundamento da questão:

  • E se eu fosse colocar diversos elementos desses em uma região contígua de memória (no lugar de um vetor com os ponteiros), como faria para resgatar o n-ésimo elemento do tipo struct conjunto dessa região de memória?
  • 1
    Se você sabe quantos elementos o conteudo deve ter no momento em que aloca o conjunto consegue fazer tudo de uma vez jogando um pouco com a memoria. Para um conjunto com 5 inteiros faria assim: conjunto = malloc(sizeof(int) * (5 + 1)); conjunto->conteudo = (&conjunto->tamanho) + 1; o que assume que o layout da memoria para a estrutura coloca o inteiro antes do ponteiro, e sem qualquer padding – Isac 4/04 às 9:50
  • @Isac eu pensei em algo assim, porém tenho a impressão que conjunto->tamanho e conjunto->tamanho[0] compartilham bytes, então uma alteração em conjunto->tamanho[0] faria conjunto->tamanho apontar pra outro ponto. Então evoluí meu pensamento para conjunto->conteudo = conjunto +1, que apontaria para a posição logo depois de [tamanho][*conteudo][bytes do vetor de conteudo]. E, sim, nesse caso é possível afirmar que criarei o objeto com um tamanho conhecido. De toda sorte, realocações são possíveis também. – Jefferson Quesado 4/04 às 9:54
  • @Isac , tentei explicitar o ponto que acho mais importante (que se refere ao seu comentário) daquele que é uma curiosidade adicional – Jefferson Quesado 4/04 às 9:58
  • @Isac agora que você mencionou "solução criativa", pensei em criar um vetor de índices para fazer um aceso menos indireto, e esse vetor de índices precederia a região de memória com as estruturas, mas estou sem um compilador C para validar isso. Meu pensamento original foi exatamente esse que você comentou – Jefferson Quesado 4/04 às 10:13
  • 1
    É, eu repensei um pouco a minha ultima afirmação, pois embora seja verdade e dê para percorrer um vetor destes elementos, a criação do array tem de ser feita de forma meio artística, pois a estrutura para os tipos normais resulta em 8 bytes, mas cada elemento teria mais tamanho contíguo em memoria, logo a alocação não podia ser direta, e o mesmo para colocar lá os elementos. No final, acho que não compensa as maluqueiras que são necessárias fazer, para fugir a algumas alocações :D – Isac 4/04 às 10:15
1

É bem simples de fazer se estiver usando um compilador conforme pelo menos com o padrão C99, o que na prática quase qualquer situação. Use um VLA (Variable Array Length). Só tem que tomar o cuidado para alocar memória para a estrutura e os dados juntos. Acredito que isto atende os requisitos da pergunta.

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

typedef struct {
    size_t tamanho;
    int conteudo[];
} Conjunto;

int main(void) {
    Conjunto *dados = malloc(sizeof(Conjunto) + 10 * sizeof(int));
    dados->tamanho = 10;
    for (int i = 0; i < dados->tamanho; i++) dados->conteudo[i] = i;
    for (int i = 0; i < dados->tamanho; i++) printf("%d, ", dados->conteudo[i]);
}

Veja funcionando no ideone. E no repl.it. Também coloquei no GitHub para referência futura.

Se precisa crescer é só fazer um realloc() atualizando o tamanho com a parte que calcula os espaço para os elementos do array.

Se isto não for possível por usar um compilador não conforme então para este caso a solução de usar só um array pode ser uma boa deixando a posição 0 reservada para o tamanho. Não é perfeita, mas deve funcionar bem em quase qualquer caso real, só precisa ter algum cuidado.

A ideia de índices auxiliares parece bem ruim e até pior que a fragmentação.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.