2

Problema

Estou iniciando uma aplicação para Windows Phone 7.1, e estou implementando a base de dados, só que me deparei com uma situação que não encontrei nenhum exemplo de situação similar para tentar resolver, e também não achei nada que me ajudasse na documentação da Microsoft.

A situação é a seguinte:

Tenho uma class similar a essa:

public class Setup : INotifyPropertyChanged, INotifyPropertyChanging
{
    private long _id;
    private string _descricao;
    private IList<long> _tempos;

    [Column(IsPrimaryKey = true, IsDbGenerated = true, DbType = "INT NOT NULL Identity", CanBeNull = false, AutoSync = AutoSync.OnInsert)]
    public virtual long Id
    {
        get { return _id; }
        set
        {
            if (value != _id)
            {
                _id = value;
                NotifyPropertyChanged("Id");
            }
        }
    }

    [Column]
    public virtual string Descricao
    {
        get { return _descricao; }
        set
        {
            if (value != _descricao)
            {
                _descricao = value;
                NotifyPropertyChanged("Nome");
            }
        }
    }

    // como eu faria para mapear corretamente esse campo
    [Column] 
    public virtual IList<long> Tempos
    {
        get
        {
            if (_tempos == null)
                _tempos = new List<long>();
            return _tempos;
        }
        set
        {
            if (value != _tempos)
            {
                NotifyPropertyChanging("");
                _tempos = value;
                NotifyPropertyChanged("Tempos");
            }
        }
    }

    // Version column aids update performance.
    [Column(IsVersion = true)]
    private Binary _version;

    public event PropertyChangedEventHandler PropertyChanged;
    private void NotifyPropertyChanged(string propertyName)
    {
        if (PropertyChanged != null)
        {
            PropertyChanged(this, new PropertyChangedEventArgs(propertyName));
        }
    }

    public event PropertyChangingEventHandler PropertyChanging;
    private void NotifyPropertyChanging(string propertyName)
    {
        if (PropertyChanging != null)
        {
            PropertyChanging(this, new PropertyChangingEventArgs(propertyName));
        }
    }
}

Pergunta

No caso, como eu faria para mapear corretamente o campo IList<long> Tempos , já que não é um campo simples, é uma lista de long, ou teria que criar uma class (Tempo, por exemplo) e tratar como uma relacionamento 1 x N? Se for assim como seria? Se possível com exemplos.

  • Como esse Tempo seria preenchido? – Leonel Sanches da Silva 17/10/14 às 2:43
  • Com tempos em minutos que os setups foram executados. É tipo um histórico de tempos do setup. Não sei se é a melhor forma. – Fernando Leal 17/10/14 às 2:51
1

No caso, como eu faria para mapear corretamente o campo IList<long> Tempos , já que não é um campo simples, é uma lista de long, ou teria que criar uma class (Tempo, por exemplo) e tratar como uma relacionamento 1 x N?

Exatamente.

Qualquer lista ou estrutura de dados que sugira cardinalidade N precisa ser declarada como outra entidade, relacionada com a entidade em questão.

E como eu trataria essa cardinalidade? Qual a anotação eu utilizaria?

Mais ou menos assim:

public class Entidade
{
    [Key]
    public int EntidadeId { get; set; }

    public virtual ICollection<Tempo> Tempos { get; set; }
}
  • E como eu trataria essa cardinalidade? Qual a anotação eu utilizaria? – Fernando Leal 17/10/14 às 10:28
  • Vou colocar na resposta. – Leonel Sanches da Silva 17/10/14 às 18:24
  • Não é necessário nenhuma anotação sobre a propriedade public virtual ICollection<Tempo> Tempos { get; set; }? O ORM (não sei qual ORM realmente é, acredito que seja LINQ to SQL) já vai entender isso, se logicamente a classe Tempo estiver devidamente mapeada? – Fernando Leal 17/10/14 às 18:48
  • @Fernando Exatamente. O Entity Framework é bem espertinho. – Leonel Sanches da Silva 17/10/14 às 18:51
  • Mas um questionamento, é que estou com algumas duvidas sobre este ORM e preciso entende-lo um pouco melhor, para trabalhar com o mesmo. Então na classe Tempo eu tenho que criar uma referência a Setup no meu caso, ou esse relacionamento ele já abstrai e mantem somente a relação na base de dados? Estou perguntando isso pois é uma relação 1 X N, então na base de dados N deve ter uma referencia a 1, o que indicará a qual 1 N pertence, e quais Ns pertencem a 1. Ficou entendível? – Fernando Leal 17/10/14 às 19:01
1

Consegui solucionar o problema (com as dicas do @CiganoMorrisonMendez, mas com algumas modificações importantes em relação as coleções), da seguinte forma:

Criei uma nova entidade para representar os tempos, chamada Tempo:

[Table]
public class Tempo : INotifyPropertyChanged, INotifyPropertyChanging
{
    private long _id;
    [Column(IsPrimaryKey = true, IsDbGenerated = true, DbType = "INT NOT NULL Identity", CanBeNull = false, AutoSync = AutoSync.OnInsert)]
    public virtual long Id
    {
        get { return _id; }
        set
        {
            if (value != _id)
            {
                NotifyPropertyChanging("Id");
                _id = value;
                NotifyPropertyChanged("Id");
            }
        }
    }

    private long _minutos;
    [Column]
    public virtual long Minutos
    {
        get { return _minutos; }
        set
        {
            if (value != _minutos)
            {
                NotifyPropertyChanging("Minutos");
                _minutos = value;
                NotifyPropertyChanged("Minutos");
            }
        }
    }

    [Column]
    public long SetupID;
    private EntityRef<Setup> _setup;
    [Association(Storage = "_setup", ThisKey = "SetupID")]
    public virtual Setup Setup
    {
        get { return _setup.Entity; }
        set
        {
            if (value != _setup.Entity)
            {
                NotifyPropertyChanging("Setup");
                _setup.Entity = value;
                NotifyPropertyChanged("Setup");
            }
        }
    }

    // ...
}

E modifiquei o mapeamento do atributo Tempos da class Setup, para o seguinte:

[Table]
public class Setup : INotifyPropertyChanged, INotifyPropertyChanging
{        
    // ...

    private EntitySet<Tempo> _tempos;
    [Association(Storage = "_tempos", OtherKey = "Id")]
    public virtual EntitySet<Tempo> Tempos
    {
        get
        {
            if (_tempos == null)
                _tempos = new EntitySet<Tempo>();
            return _tempos;
        }
        set
        {
            if (value != Tempos)
            {
                NotifyPropertyChanging("Tempos");
                Tempos.Assign(value);
                NotifyPropertyChanged("Tempos");
            }
        }
    }

    // ...
}

A problema original era que o IList<long>, não eram entidades conhecidas pelo LINQ to SQL, então ele não sabia como gerenciar esses atributos, no caso a solução proposta pelo @CiganoMorrisonMendez, era de criar uma entidade para representar o Tempo (No caso a tabela que iria guardar os tempos do Setup), e representa-lo como uma ICollection<Tempo> no Setup, no caso do ICollection, também acabou não sendo reconhecido pelo LINQ to SQL, que me lançou a seguinte Exception ao tentar criar a base de dados: Unable to determine SQL type for 'System.Collections.Generic.ICollection'1, então pesquisando cheguei a seguinte documentação "obscura" da Microsoft, que salvou meu dia. Onde explica e demonstra como representar/mapear relações de cardinalidade no LINQ to SQL onde:

  • EntitySet: Que é utilizado como objeto/lista para representa relações de cardinalidade (1 X N e N X N);
  • EntityRef: Que é utilizado como objeto para representar associação simples entre duas entidades;

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.