0
#include <stdio.h>  
#include <stdlib.h>  
#include<conio.h>  

typedef struct cadastro {
  char nome[30];
  char matricula[30];
  char Disciplinas[30];
  char notas[30];
  struct cadastro *proxno;
} alunos;

int inserir_aluno_inicio(alunos *lista);
alunos *remover_aluno(alunos *lista);
int menu(void);
void opcoes(alunos *lista, int opc);
alunos *liberar();
int inicializar();
void imprimir(alunos *lista);

int main()
{
  int opcao;
  alunos *lista = (alunos *)malloc(sizeof(alunos));

  lista = inicializar();

  do
  {
    opcao = menu();
    opcoes(lista, opcao);
  } while (opcao != 5);

  return 0;
}

int inicializar()
{
  return NULL;
}

int inserir_aluno_inicio(alunos *lista)
{  
  alunos *novo = (alunos *)malloc(sizeof(alunos));

  if (novo == NULL)
  {
    puts("Sem memória");
    return 1;
  }

  printf("Digite o nome do aluno ou da aluna: ");
  scanf(" %s", novo->nome);

  printf("Digite a matricula do aluno ou aluna[5 numeros ou letras]:");
  scanf(" %s", novo->matricula);

  printf("Digite a disciplina do aluno ou aluna: ");
  scanf(" %s", novo->Disciplinas);

  printf("Digite a nota da aluna ou do aluno:");
  scanf(" %s", novo->notas);

  puts("");

  novo->proxno = lista;
  lista = novo;
  return 0;
}  
//  
int menu()
{
  int ale;
  puts(" M E N U___E S C O L A R___V I N G A D O R E S \n");
  puts("=============================\n");
  printf("[ 0 ] INSERIR ALUNO     =\n");
  puts("[ 1 ] REMOVER ALUNO       =\n");
  puts("[ 2 ] IMPRIMIR INFORMACOES DO ALUNO =\n");
  puts("[ 3 ] LIMPAR LISTA DE ALUNOS =\n");
  puts("[ 4 ] SAIR DA LISTA        =\n");
  puts("==============================\n");
  scanf("%d", &ale);
  return ale;
}  

void opcoes(alunos *lista, int opc)
{
  switch (opc)
  {
    case 0:
      inserir_aluno_inicio(lista);
      break;
    case 1:
      break;
    case 2:
      imprimir(lista);
      break;
    case 3:
      break;
    case 4:
      puts("Ate a proxima!");
      break;  
    default:
      puts("Nao existe essa opcao tente novamente!");
  }
}  

void imprimir(alunos *lista)
{
  alunos *aux = lista;
  while (aux != NULL)
  {  
    printf("O nome da aluna(o): %s", aux->nome);
    printf("\n");
    printf("A matricula do aluno(a) e: %s", aux->matricula);
    printf("\n");
    printf("A disciplina da aluna(o) e: %s",aux->Disciplinas);
    printf("\n");
    printf("A nota do aluno (a): %s", aux->notas);
    printf("\n");
    aux = aux->proxno;
  }  
}  

O QUE JÁ TENTEI FAZER: O que já tentei foi na alocar a memória um novo elemento ou seja novo cadastro, mas quando chamo função imprimir ele mostra numero e caracteres aleatórios. Mesmo quando faço para a lista principal receber a nova alocação, que foi o que tentei.

2

Vejamos...

Tenha em mente o seguinte:

  • Um ponteiro é uma variável que guarda um endereço ao invés de um valor de tipo conhecido. Se acessado, o endereço guardado pode conter outro endereço ou um valor de tipo conhecido;

  • Toda variável tem um endereço próprio. Assim, uma variável "tradicional" tem um endereço próprio e uma variável ponteiro também. Trabalhemos com igualdade - sempre!

  • O nome de uma variável nada mais é que um mnemônico para o endereço dela. Ou seja, um sinônimo.

Olhando o problema de perto

Considere o seguinte código de representação genérica:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

typedef struct meu { int valor; struct minha *prox; } tipo;

void incluir(tipo *lista){

    tipo *temp = (tipo *) malloc(...);

    temp->valor = 5;

    temp->prox = lista;
    lista = temp;

}

void imprimir(tipo *lista){

    while(temp != NULL){
        printf("%d ", lista->valor);
        temp = temp->prox;
    }

}

int main(){

    tipo *lista = NULL;

    incluir(lista);
    imprimir(lista);

    return(0);
}

Agora vamos narrar os eventos que se sucedem:

  • cria-se um ponteiro chamado lista de um dado tipo;
  • passa o endereço apontado pelo ponteiro lista para a função de inclusão;
  • na função de inclusão, cria-se um ponteiro temporário para uma nova entrada de dados;
  • coloca-se no prox da nova entrada o endereço apontado pelo ponteiro lista;
  • faz-se o ponteiro lista apontar para o endereço da nova entrada;
  • faz-se a chamada da função de impressão para imprimir o conteúdo da lista;
  • falha miseravelmente e se indaga sobre o ofício da mãe de Dennis Ritchie;

Para que salvemos a honra da pobre senhora mãe deste gênio da computação, devemos mitigar o problema. Vamos que vamos!

Analise de caso

Considere que o endereço do ponteiro lista seja 0x02. Preste atenção: é o endereço dele e não do conteúdo dele; que ele aponta! No caso, lista aponta para NULL. temos então algo do tipo 0x02 -> NULL na memória.

Considere a tabela de memória para auxiliar na explicação:

+===================================+
|         Tabela de Memória         |
+----------+------------------------+
| Endereço | Valor                  |
+===================================+
|   0x01   | 5                      |
+----------+------------------------+
|   0x02   | NULL                   |
+----------+------------------------+
|   0x03   | 0x30                   |
+----------+------------------------+
|   0x04   | livro k&r download pdf |
+----------+------------------------+
|   0x05   | NULL                   |
+----------+------------------------+
|   0x06   | ab..$5%ab asd/         |
+----------+------------------------+
+         ...                       +        

Ao passar lista como argumento de incluir(), passamos o endereço que ele aponta. Passamos NULL. Lembre-se que uma variável sempre passa seu valor em qualquer instância normal e não seu endereço.

Dentro da função incluir(), esperamos que lista esteja no endereço 0x02 com o valor NULL. OK...

HÁ! Pegadinha do malandro!

Isso está completamente errado! O que temos em lista (em incluir()) é o valor a qual aponta o ponteiro e não o endereço do ponteiro. A variável lista (em incluir()) é na verdade outra variável em outro endereço (digamos 0x05). Só que o valor a que aponta lista em incluir() é o mesmo de lista em main().

A conseqüência direta disso é que a referência se perde. Isso explica o fato de falharmos em imprimir.

Solução

Para lidar com este problema, precisamos do valor apontado por lista bem como do endereço de lista em si. Isso é facilmente feito passando &lista para as funções ao invés de lista. Desta forma, nossa memória ficaria assim:

+===================================+
|         Tabela de Memória         |
+----------+------------------------+
| Endereço | Valor                  |
+===================================+
|   0x01   | 5                      |
+----------+------------------------+
|   0x02   | NULL                   |
+----------+------------------------+
|   0x03   | 0x30                   |
+----------+------------------------+
|   0x04   | livro k&r download pdf |
+----------+------------------------+
|   0x05   | 0x02                   |
+----------+------------------------+
|   0x06   | ab..$5%ab asd/         |
+----------+------------------------+
+         ...                       +   

Nossas funções ficariam assim:

void incluir(tipo **lista){ ...

void imprimir(tipo **lista){ ...

As chamadas de funções ficariam como segue:

incluir( &lista );
imprimir( &lista );

Concluindo: lista dentro de incluir() vai apontar para o endereço de lista dentro de main() que por sua vez vai apontar para o tipo conhecido. Assim, você consegue também rastrear lista e não só o conteúdo para qual aponta.

Arrumando o programa

O ideal é que você mesmo tente arrumar. Se não conseguir, dê uma olhada nesta versão funcional do mesmo.

O código abaixo contém algumas modificações visuais que fiz para conseguir entender melhor seu programa. Isso inclui a forma como as informações são mostradas. Modifique a seu bel-prazer.

Bibliotecas:

#include <stdio.h>
#include <stdlib.h>

Estruturas:

typedef struct cadastro {

    char nome[30];
    char matricula[30];
    char Disciplinas[30];
    char notas[30];

    struct cadastro *proxno;

} alunos;

Declarações de funções:

int inserir_aluno_inicio(alunos **lista);
int menu(void);

void opcoes(alunos **lista, int opc);
void imprimir(alunos **lista);

alunos *remover_aluno(alunos **lista);
alunos *liberar();
alunos *inicializar();

Função main():

int main() {

    int opcao;
    alunos *lista = (alunos *)malloc(sizeof(alunos));

    lista = inicializar();

    do {
        opcao = menu();
        opcoes(&lista, opcao);
    } while (opcao < 4);

    return 0;

}

Função inicializar():

alunos *inicializar() { return NULL; }

Função menu():

int menu() {

    int ale;

    puts("\n  M E N U   E S C O L A R   V I N G A D O R E S \n");
    puts(" ===============================================\n");
    puts(" =  [ 0 ]  INSERIR ALUNO                       =\n");
    puts(" =  [ 1 ]  REMOVER ALUNO                       =\n");
    puts(" =  [ 2 ]  IMPRIMIR INFORMACOES DO ALUNO       =\n");
    puts(" =  [ 3 ]  LIMPAR LISTA DE ALUNOS              =\n");
    puts(" =  [ 4 ]  SAIR DA LISTA                       =\n");
    puts(" ===============================================\n");
    printf(" COMANDO > ");

    scanf("%d", &ale);

    return ale;

}  

Função inserir_aluno_inicio():

int inserir_aluno_inicio(alunos **lista) {  

    alunos *novo = (alunos *) malloc( sizeof( alunos ) );

    if (novo == NULL)
    {
        puts(" Sem memória!");

        return 1;
    }


    printf("\n Digite o nome do aluno ou da aluna: ");
    scanf(" %s", novo->nome);

    printf(" Digite a matricula do aluno ou aluna [5 numeros ou letras]: ");
    scanf(" %s", novo->matricula);

    printf(" Digite a disciplina do aluno ou aluna: ");
    scanf(" %s", novo->Disciplinas);

    printf(" Digite a nota da aluna ou do aluno: ");
    scanf(" %s", novo->notas);

    puts("");


    novo->proxno = *lista;
    *lista = novo;


    return 0;

}

Função opcoes():

void opcoes(alunos **lista, int opc) {

    switch (opc) {

        case 0:
            inserir_aluno_inicio(lista);
            break;

        case 1:
            break;

        case 2:
            imprimir(lista);
            break;

        case 3:
            break;

        case 4:
            puts("\n Ate a proxima!\n");
            break;  

        default:
            puts(" Nao existe essa opcao tente novamente!");

    }

} 

Função imprimir():

void imprimir(alunos **lista) {

    alunos *aux = *lista;

    while (aux != NULL){

        printf("\n\tO nome da aluna(o): %s\n", aux->nome);
        printf("\tA matricula do aluno(a) e: %s\n", aux->matricula);
        printf("\tA disciplina da aluna(o) e: %s\n",aux->Disciplinas);
        printf("\tA nota do aluno (a): %s\n", aux->notas);

        aux = aux->proxno;

    }

} 

O código também se encontra no GitHub. Se achar mais fácil, olhe ele inteiro num único arquivo por lá.

Se mesmo assim você não entendeu, procure outra fonte. Recomendo essa resposta do Lucas Virgili.

  • 1
    Obrigado. Você arrasou na resposta. – Guilherasmin silva 27/03 às 2:23
  • 1
    Deu certo, viu! Vou postar o código solucionado ou deixo o erro acima e o seu comentário de resolução mesmo? – Guilherasmin silva 27/03 às 16:47
  • 1
    A plataforma funciona da seguinte forma: você posta uma pergunta e uma ou mais pessoas respondem. A melhor resposta dentre as que solucionam o problema, você marca como correta e dá um positivo: as ações servem para agradecer quem te ajudou. Uma resposta correta também serve para ajudar outros com problemas semelhantes. Nos casos em que ninguém responde ou soluciona o problema, se encontrares a solução podes escrever uma resposta e marcar a sua própria resposta como correta. A pergunta só é editada para ser melhorada, nunca para responder. Se minha resposta ajudou, pode marcar como correta. :) – José 27/03 às 18:14

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.