5

Esta pergunta já tem uma resposta aqui:

Todos nós sabemos da agilidade que determinado código escrito no front-end tem e faz com que nossas aplicações fiquem mais rápidas.

Seria correto calcular um frete no front-end da aplicação e mandar esses dados para back-end?

E, no back-end, faríamos novamente uma verificação para validar isso. Claro, sem prejudicar a execução no cliente. Ou seja, totalmente fora (a parte), podendo até mesmo ser implementado em uma fila em determinada hora do dia ou da noite.

marcada como duplicata por Maniero 22/05 às 12:36

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

  • 3
    Não é errado! Fazendo desta forma seria bom para o usuário poder simular vários cálculos diferentes... Mas, é necessário fazer o que você disse... Validar tudo no back-end, inclusive re-fazer o cálculo para ver se houve alguma "malandragem". – Andrei Coelho 25/03 às 2:44
  • 1
    Não, porém é necessario fazer um validação final no back-end – X4vier 25/03 às 2:48
  • E fazendo assim, você desonera o servidor temporariamente até o usuário escolher o frete ideal. – Andrei Coelho 25/03 às 2:51
  • 1
    Ao invés revisar em determinado horário você pode revisar de maneira assíncrona no back end e dependendo do volume de operações podendo até alocar um servidor específico para não impactar o sistema. – Augusto Vasques 25/03 às 2:52
  • Sim é o que eu quero a diferença entre o tempo de resposta é gigantesca não dá pra comparar, porem a sempre a necessidade de se ter mais código pois terá que ter duas validações mesmo que isso possa até mesmo ser em determinados casos em horários diferentes. – André Martins 25/03 às 2:53
-3

Acredito que sim.

Seria como validar um campo de senha, por exemplo. Verificamos o tamanho e se é forte no front-end e depois no back-end fazemos outra verificação se está correta para inserir no banco de dados...

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.