1

Onde eu trabalho, seguimos a seguinte metodologia ao trabalhar com o git

  • Temos uma branch de produção
  • Temos uma branch de homologação
  • E criamos branchs para cada sprint de desenvolvimento

Mas surgiu a necessidade de criar customizações especificas para alguns clientes, qual seria a maneira mais correta de se versionar o mesmo? Criando uma branch para o cliente com as customizações dele?

Se for necessário, aceito sugestões para melhorar nosso fluxo de desenvolvimento atual

  • 1
    Todos usam a mesma base de código? Se sim, talvez estratégia de submódulos seria o melhor, não? – Felipe Avelar 21/03 às 13:47
  • 1
    Acho que o recomendado seria algo como o GitFlow sugere medium.com/trainingcenter/… – hugocsl 21/03 às 14:10
  • 1
    @hugocsl pelo que eu entendi, eles meio que já usam git-flow, só que eles querem criar "subprojetos" em que descendem do projeto principal e é customizado para cada cliente – Felipe Avelar 21/03 às 17:26
  • Exatamente @FelipeAvelar, essa é a ideia e respondendo sua pergunta, sim todos usam a mesma base, as alterações para cada clientes são pequenas, principalmente na forma com que as informações são exibidas – José Henrique Luckmann 21/03 às 19:28
1

Pelas informações que você passa na pergunta, o que vocês parecem precisar são submódulos de um projeto pai.

No caso o projeto principal de vocês será um superprojeto terá vários submódulos sendo que cada customização de cliente será um submódulo, de forma que as alterções dessas customizações ficarão "isoladas" dentro de cada submódulo, sendo replicável por todo o repositório de vocês. Isso isolará as alterações, de forma que pra cada cliente, você poderá gerar um produto final diferente.

Para resumir, o conceito de superprojeto, segundo o git é:

Às vezes, desenvolvedores querem obter uma combinação de subdiretórios de um grande projeto, dependendo de qual equipe eles estão. Isso é comum se você está vindo do CVS ou Subversion, onde você define um módulo ou uma coleção de subdiretórios, e você quer manter esse tipo de fluxo de trabalho.

Uma boa maneira de fazer isso no Git é fazer cada subpasta um repositório Git separado e em seguida criar um repositório para um projeto-pai que contêm vários submódulos. A vantagem desse modo é que você pode definir mais especificamente os relacionamentos entre os projetos com tags e branches no projeto-pai.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.