4

Essa é uma dúvida que eu sempre tive, mas agora resolvi perguntar.

Se ao criar um novo objeto (como no exemplo abaixo, OcorrenciaRelatorioDTO), for gerado o erro de NullReferenceException, o stack trace não me indica exatamente em que propriedade do objeto o erro ocorreu. Existe uma forma de habilitar ou descobrir isso?

var ocorrencias = _db.Ocorrencia.AsEnumerable().Select(ocorrencia => new OcorrenciaRelatorioDTO
{
    Id = ocorrencia.Id,
    Ocorrencia = ocorrencia.NumOcorrencia,
    Protocolo = ocorrencia.Protocolo,
    Tipo = ocorrencia.Tipo?.Descricao,
    Cliente = ocorrencia.EmpresaCliente.sigla.ToUpper(),
    UF = ocorrencia.EmpresaCliente.estado,
    Grupo = ocorrencia.EmpresaCliente.nomeGrupo,
    Representante = ocorrencia.EmpresaRepresentante.nomeFantasia.ToUpper(),
    Filial = ocorrencia.EmpresaFilial.sigla.ToUpper(),
    Km = ocorrencia.Deslocamento,
    Motivo = ocorrencia.Motivo?.Descricao,
    DataHoraAbertura = ocorrencia.DataHoraAbertura,
    Equipamento = ocorrencia.NomeEquipamentoFocus,
    Serie = ocorrencia.Serie,
    DataHoraAgendada = ocorrencia.DataHoraAgendada,
    DataHoraAtendimento = ocorrencia.DataHoraAtendimento,
    DataHoraFechamento = ocorrencia.DataHoraFechamento,
    Status = ocorrencia.Status?.Descricao,
    Solucao = ocorrencia.Solucao?.Descricao,
    Observacao = ocorrencia.Observacao,
    Conclusao = ocorrencia.Conclusao?.Descricao,
    OrdemServico = ocorrencia.OrdemServico,
    Orcamento1 = ocorrencia.NumOrcamento,
    Orcamento2 = ocorrencia.NumOrcamento2,
    CedulasProcessadas = ocorrencia.CedulasProcessadas,
    Tecnico = ocorrencia.OcorrenciaTecnico?.FirstOrDefault().Nome,
    CobrarDeslocamento = ocorrencia.CobrarDeslocamento ? "Sim" : "Não",
    CobrarAtendimento = ocorrencia.CobrarAtendimento ? "Sim" : "Não",
}).ToList();
6

Você pode instanciar o objeto conforme exemplo abaixo. Assim poderá debuggar (depurar) linha-a-linha:

OcorrenciaRelatorioDTO ocorrenciaRel = new OcorrenciaRelatorioDTO;

ocorrenciaRel.Id = ocorrencia.Id;
ocorrenciaRel.Ocorrencia = ocorrencia.NumOcorrencia;
ocorrenciaRel.Protocolo = ocorrencia.Protocolo;
ocorrenciaRel.Tipo = ocorrencia.Tipo?.Descricao;
ocorrenciaRel.Cliente = ocorrencia.EmpresaCliente.sigla.ToUpper();
ocorrenciaRel.UF = ocorrencia.EmpresaCliente.estado;
ocorrenciaRel.Grupo = ocorrencia.EmpresaCliente.nomeGrupo;
ocorrenciaRel.Representante = ocorrencia.EmpresaRepresentante.nomeFantasia.ToUpper();
ocorrenciaRel.Filial = ocorrencia.EmpresaFilial.sigla.ToUpper();
ocorrenciaRel.Km = ocorrencia.Deslocamento;
ocorrenciaRel.Motivo = ocorrencia.Motivo?.Descricao;
ocorrenciaRel.DataHoraAbertura = ocorrencia.DataHoraAbertura;
ocorrenciaRel.Equipamento = ocorrencia.NomeEquipamentoFocus;
ocorrenciaRel.Serie = ocorrencia.Serie;
ocorrenciaRel.DataHoraAgendada = ocorrencia.DataHoraAgendada;
ocorrenciaRel.DataHoraAtendimento = ocorrencia.DataHoraAtendimento;
ocorrenciaRel.DataHoraFechamento = ocorrencia.DataHoraFechamento;
ocorrenciaRel.Status = ocorrencia.Status?.Descricao;
ocorrenciaRel.Solucao = ocorrencia.Solucao?.Descricao;
ocorrenciaRel.Observacao = ocorrencia.Observacao;
ocorrenciaRel.Conclusao = ocorrencia.Conclusao?.Descricao;
ocorrenciaRel.OrdemServico = ocorrencia.OrdemServico;
ocorrenciaRel.Orcamento1 = ocorrencia.NumOrcamento;
ocorrenciaRel.Orcamento2 = ocorrencia.NumOrcamento2;
ocorrenciaRel.CedulasProcessadas = ocorrencia.CedulasProcessadas;
ocorrenciaRel.Tecnico = ocorrencia.OcorrenciaTecnico?.FirstOrDefault().Nome;
ocorrenciaRel.CobrarDeslocamento = ocorrencia.CobrarDeslocamento ? "Sim" : "Não";
ocorrenciaRel.CobrarAtendimento = ocorrencia.CobrarAtendimento ? "Sim" : "Não";

É comum se deparar com esses problemas e você pode contornar de maneiras diferentes. Alguns já deram algumas sugestões nas outras respostas que evitam que seu código quebre. Reforçando que é sempre importante verificar se uma propriedade é nula antes de utiliza-la.

Eu costumo, em alguns casos que sei que pode ocorrer algum problema na atribuição dos dados já manter da forma que dei o exemplo acima. Pois a forma que está no seu código (dependendo da classe) se torna uma desvantagem depurar e localizar o problema no código. Então avalie no seu caso oque é melhor.

Em outros casos, você pode trocar para a forma que dei o exemplo apenas para localizar o problema e voltar a instanciar como antes, se achar que o código está seguro e de fácil entendimento (não acho a forma mais elegante, veja abaixo).

Para seu caso específico eu optaria por usar um public static explict operator pois você está, basicamente fazendo uma conversão de um método para outro que possui características muito parecidas.

Para simplificar esse exemplo utilizarei classes menores de exemplo:

Classe (Entidade) de exemplo:

public class MinhaEntidade
{
    public long Id { get; set; }
    public string Prop1 { get; set; }
    public bool Prop2 { get; set; }
    public DateTime? Prop3 { get; set; }

    public static explicit operator MinhaEntidade(MinhaEntidadeDTO entidadeDTO)
    {
        return new MinhaEntidade
        {
            Id = entidadeDTO.Id,
            Prop1 = entidadeDTO.Prop1,
            Prop2 = entidadeDTO.Prop2,
            Prop3 = entidadeDTO.Prop3,
        };
    }
}

Classe (DTO) exemplo:

public class MinhaEntidadeDTO
{
    public long Id { get; set; }
    public string Prop1 { get; set; }
    public bool Prop2 { get; set; }
    public DateTime? Prop3 { get; set; }
    //Propriedade não utilizada na conversão da classe. 
    //As classes não precisam ter as mesmas proprieades para utlização do explicit operator
    public DateTime? PropXYZ { get; set; }

    public static explicit operator MinhaEntidadeDTO(MinhaEntidade entidade)
    {
        return new MinhaEntidadeDTO
        {
            Id = entidade.Id,
            Prop1 = entidade.Prop1,
            Prop2 = entidade.Prop2,
            Prop3 = entidade.Prop3,
        };
    }
}

Converter de uma entidade pra outra ficaria simples assim:

MinhaEntidadeDTO entidadeDTO = (MinhaEntidadeDTO )_db.MinhaEntidade
                                .Where(id == 1).SingleOrDefault();

A grande vantagem é não precisar repetir o código para converter o objeto de um pro outro sempre que for realizar essa operação. E você pode alterar o método validando os dados com as dicas que dei anteriormente e/ou utilizar da forma que dei o primeiro exemplo no método static explict operator facilitando a depuração.

Entenda mais sobre o explict lendo a documentação da Microsoft.

  • É, eu sempre acabo fazendo isso, mas não existe uma forma de não ter que fazer isso? – Taian 19/03 às 19:10
  • @Taian, existem algumas outras formas de instanciar o objeto sim, pode ser um construtor onde você pode tratar esses dados que podem dar algum problema, um método, mas no final das contas vai ser algo parecido e não acho que será mais fácil pra você. Vou complementar um pouco a resposta dando algumas dicas – George Wurthmann 19/03 às 23:25
  • @Taian, atualizei a resposta. Espero que te ajude. – George Wurthmann 20/03 às 0:59
2

Pouco tempo atrás, também tive o mesmo problema, a única solução que encontrei foi primeiro instanciar e depois setar para as propriedades.

  • @LeAndrade Porque não responde a pergunta? ele disse que a solução foi instanciar, talvez pudesse ter adicionado exemplo como o George, mas ainda responde – Barbetta 19/03 às 20:47
  • 1
    @Barbetta Removi a revisão, mas, para mim já que não exemplificou com código, poderia muito bem ser apenas um comentário na pergunta. – LeAndrade 19/03 às 22:40
  • @Barbetta Quer dizer que para eu responder uma pergunta, tenho que apresentar linhas de código? A maneira que o Taian fez a citação está correta e respondi sua dúvida. Não necessariamente apresentando código. – Augusto Henrique 20/03 às 0:48
  • Augusto, na verdade é só uma dica do @Barbetta ... Estamos apenas presando por repostas mais completas e exemplificadas na comunidade. Como ele mesmo disse, sua colocação ainda é válida. :) – George Wurthmann 20/03 às 1:03
  • @AugustoHenrique Você tinha recebido uma sinalização, eu questionei a sinalização. Sua resposta é valida, fica melhor com exemplos em código, mas ainda é valida. – Barbetta 20/03 às 1:06
1

Você pode usar um método auxiliar para lhe permitir fazer o debug.

T BreakMe<T>(Func<T> func)
{
    Debugger.Break();
    return func();
}

Usaria assim:

var ocorrencias = _db.Ocorrencia.AsEnumerable().Select(ocorrencia => new OcorrenciaRelatorioDTO
{
    Id = BreakMe(() => ocorrencia.Id),
    Ocorrencia = BreakMe(() => ocorrencia.NumOcorrencia),

    //...

}).ToList();
0

Use uma sobrecarga do método estático IsNotNull das classe Assert no namespace Microsoft.VisualStudio.TestTools.UnitTesting.

A classe Assert é uma coleção de métodos auxiliares que visam testar várias condições. Se a condição que está sendo testada não for atendida, uma exceção será lançada.

IsNotNull testa se o objeto especificado é não nulo e lança uma exceção se for nulo.

Assert.IsNotNull(ocorrencia.Id);
ocorrenciaRel.Id = ocorrencia.Id;
Assert.IsNotNull(ocorrencia.NumOcorrencia);
ocorrenciaRel.Ocorrencia = ocorrencia.NumOcorrencia;
Assert.IsNotNull(ocorrencia.Protocolo;
ocorrenciaRel.Protocolo = ocorrencia.Protocolo;
.
.
.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.