0

Estou fazendo um código que utiliza switch (pois o usuário não pode dar qualquer input) onde eu preciso que o usuário determine se r0 vai ter o valor inteiro de 1 ou 2, qualquer outro número fará a pergunta ser refeita. O meu problema é quando é colocado uma letra, que faz com que o código fique em um loop travado, alguma sugestão para arrumar isso?

pergunta1() {
cin >> r0;
switch (r0){
    case 1:
        pergunta2();
    case 2:
        pergunta2();
    default:
        pergunta1();
}
  • Provavelmente você definiu a variável r0 como um inteiro. Defina a variável r0 como um caractere (char) e verifique se o que foi digitado é um caractere válido para seu programa, pelo que entendi de seu problema ou '1' ou '2', todos os demais são caracteres inválidos. – anonimo 14/03 às 17:13
1

Use um stringstream para receber cin pois o stream processa os caracteres um a um e interrompe o processo se houver um caractere invalido de acordo com o tipo pedido.

#include <iostream>
#include <sstream>
#include <string>

using namespace std;

void pergunta2(void ){
  std::cout << "pergunta2" << std::endl;   
}

void pergunta1(void ) {

      std::cout << "pergunta1" << std::endl; 

      string input;
      getline(cin, input);
      stringstream buffer(input);

      //std::stringstream buffer;
      // Descomente a próxima linha caso r0 ainda não tenha sido declarado
       int r0; 

      //buffer << std::cin;
      buffer >> r0; 

      switch (r0){
          case 1:  // fall through      
          case 2:
              pergunta2();
              break;
          default:
              pergunta1();
       }
   }

int main()
{

    pergunta1();

    return 0;
}
  • esse código nem compila... – zentrunix 14/03 às 23:48
  • Modifiquei o código de forma a facilitar para quem tenha dificuldades com streams. – Augusto Vasques 15/03 às 0:41
  • não existe vantagem em trocar cin (istream) por buffer (stringstream) nesta sua segunda versão...quando você faz "cin >> r0" e "buffer >> r0" o efeito é o mesmo – zentrunix 15/03 às 1:24
  • 1
    @zentrunix cin >> r0 e buffer >> r0 possuem efeitos bem diferentes. Leia as duas primeiras linhas. – Augusto Vasques 15/03 às 1:31
  • a diferença no comportamento em sua versão é causada pelo getline (e não por "buffer >> r0"), que consome a linha errada quando é digitada uma letra ao invés de um número, mas neste caso a função pergunta1 é chamada recursivamente, e outras cópias de input e buffer são criada...me desculpe, mas esta não é uma solução aceitável...o que deve ser feito para resolver o problema-raiz é consistir o resultado de "cin >> r0" (ou "buffer >> r0" em sua versão)...adicionalmente deve ser eliminada a chamada recursiva de pergunta1 para evitar leak de memória – zentrunix 17/03 às 18:43
0

Repare na declaração da variável r0. Analisando o switch, é possível inferir que você declarou a variável r0 com o tipo int. Isso está ocasionando o loop. Tente adaptar o seu código para o seguinte:

void pergunta1() {
    char r0;

    cin >> r0;

    switch (r0){
        case '1':
            pergunta2();
            break;
        case '2':
            pergunta2();    
            break;
        default:
            printf("Valor inválido!\n");
            pergunta1();
    }
}

Repare na declaração da variável r0, com o tipo char. E também na estrutura do switch que agora conta com aspas simples para validar os valores.

  • 1
    switch não causa loop...e no exemplo em questão a mudança que você sugeriu é inócua – zentrunix 14/03 às 22:24
  • Pode mostrar onde foi falado que o "switch" está causando o loop? E ao contrário dos que você afirma, execute os dois códigos e verifique se a alteração que sugeri não corrige o problema relatado. Antes de negativar, teste o código.. – E.Thomas 15/03 às 11:56
  • você tem razão, realmente mudando para o tipo de r0 para char corrige o loop, mas considero isso um remendo, porque a causa raiz do problema é uma conjunção de 2 fatores: a não verificação do resultado do "cin >> r0", e o uso de recursividade...nesta situação, quando for digitado alguma coisa que nao for número o programa entra em loop infinito...leitura de teclado é uma tarefa notoriamente difícil para iniciantes tanto em C quanto C++...editei minha resposta para colocar uma solução robusta da pergunta – zentrunix 15/03 às 16:39
  • (edite sua resposta para que eu possa tirar o voto negativo) – zentrunix 15/03 às 16:53
-2

UPDATE

Colocando aqui uma versão robusta do programa que foi postado.

A causa raiz do problema (loop infinito) é uma conjunção de 2 fatores: a não verificação do resultado do "cin >> r0", e o uso de recursividade.

Nesta situação, quando for digitado alguma coisa não numérica o programa entra em loop infinito.

Leitura de teclado é uma tarefa notoriamente difícil para iniciantes tanto em C quanto C++.

#include <iostream>
#include <string>
using namespace std;

static void pergunta2()
{
  cout << "* pergunta2\n";
}

static void pergunta1()
{
  int r0;
  string resto_da_linha;

  // loop de execucao de pergunta1
  for (;;) // #1
  {

    // leitura e consistencia da digitacao
    for (;;) // #2
    {
      cout << "* digite uma opcao: 1 ou 2: " << flush;
      if (cin >> r0)
      {
        // sucesso na leitura de um numero
        break;
      }
      cout << "* erro, digitacao invalida (digitar apenas numeros)\n";
      cin.clear(); // como houve erro na leitura, precisa limpar o estado de cin

      // cin.ignore(1000, '\n');    // opcao 1 para limpar o buffer de entrada
      getline(cin, resto_da_linha); // opcao 2 para limpar o buffer de entrada
    } // for #2

    // por via das duvidas limpa o buffer de leitura,
    // caso o usuario tenha digitado coisas demais
    // cin.ignore(1000, '\n');
    getline(cin, resto_da_linha);

    switch (r0)
    {
      case 1:
        pergunta2();
        break;
      case 2:
        pergunta2();
        break;
      default:
        cout << "\n* erro, opcao invalida\n\n";
        break;
    } // switch
  } // for #1
} // pergunta1

int main()
{
  pergunta1();
}
  • 2
    No caso está "errado" só para o uso pretendido, afinal é perfeitamente normal (e muitas vezes necessário) usar o switch sem o break em uma ou mais condições caso o efeito cascata seja desejado. Comentei só para desmistificar a necessidade do break como regra universal, caso um principiante venha a ler o post. - Quanto ao uso recursivo da função, realmente é muito suspeito. Parece péssima idéia, mas sem ver os requisitos do autor, fica difícil saber. – Bacco 14/03 às 22:34
  • @Bacco é discutível se é "perfeitamente normal" o uso de switch sem break, tanto assim que se recomenda documentar que é de propósito que o break não foi usado – zentrunix 14/03 às 22:44
  • 1
    Não acho que haja muito a discutir - Se não fosse normal o case seguinte já o faria naturalmente. O break é separado do case seguinte justamente para que se use somente quando necessário. O problema é que as pessoas não entendem que o switch (e o break) funcionam de maneira análoga ao goto e não a uma estrutura if elseif else (esse engano eu vejo em muito material internet afora). Duas coisas que são poderosas e mal ensinadas em programação são switch e máquinas de estado. – Bacco 14/03 às 22:55
  • 1
    Usar case sem break é conhecido como fall through e pelo que eu saiba seu uso é natural desde os anos 80, quando comecei a programar em C. – Augusto Vasques 14/03 às 22:57
  • @Augusto Vasques "natural" baseado em que parâmetro ? se for pela quantidade de vezes que se usa case sem break vs com break, então eu não considero "natural" – zentrunix 14/03 às 23:01

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.