1

var date = '2019-01-01';
var d = new Date( date );
d.setDate( d.getDate() );

document.write(d);

Retornou isso:

Mon Dec 31 2018 22:00:00 GMT-0200 (Horário de Verão de Brasília)

Como faço agora para retornar assim:

2018/12/31

JavaScript ou jQuery?

6
  • 1
    sugiro usar o moment.js que faz isso de maneira bem simples, por exemplo moment().format("yyyy/MM/dd"); – Ricardo Pontual 8/03/19 às 14:55
  • Acho que encontras aqui o que procuras... pt.stackoverflow.com/q/205086/129 – Sergio 8/03/19 às 14:59
  • usar uma biblioteca apenas uma vez não gostaria. É mais facil fazer um explode e depois montar a string. Mas gostara de saber como receber no formato americano – Carlos Rocha 8/03/19 às 15:08
  • d.setDate( d.getDate() ) é redundante e desnecessário, pois vc está setando o mesmo valor que o campo já tem (ou seja, não está mudando nada): jsfiddle.net/y3ms2qu1 – hkotsubo 8/03/19 às 16:14
  • 1
    Legal, bem observado @hkotsubo – Ricardo Pontual 11/03/19 às 11:49

2 Respostas 2

2

Atenção, o seu código parece estar pegando a data do dia anterior, mas foi apenas sorte/coincidência. Vamos entender o que acontece de fato.


Construtor de Date

Quando você passa uma string para o construtor de Date, ele se comporta da mesma forma que o método Date.parse. Este, por sua vez, quando a string tem somente a data, interpreta a mesma como UTC. Além disso, o horário é setado para meia-noite, ou seja, o código abaixo:

let d = new Date('2019-01-01');

Produz uma data equivalente a 1 de janeiro de 2019, à meia-noite, em UTC.

O detalhe é que ao imprimir a data (seja com console.log, document.write, alert ou o que for), ela é mostrada no timezone do browser (que por sua vez usa o que está configurado no sistema operacional).

No seu caso - e no meu também - o browser está usando o horário de Brasília, e por isso a saída foi:

Mon Dec 31 2018 22:00:00 GMT-0200 (Brasilia Summer Time)

No seu caso foi "Horário de Verão de Brasília" em vez de "Brasilia Summer Time", pois o idioma do seu browser está setado para português, e o meu está em inglês. Mas o que importa é que o timezone utilizado foi o horário oficial de Brasília.

Isso acontece porque "1 de janeiro de 2019 à meia-noite em UTC" é igual a "31 de dezembro de 2018 às 22h no horário de Brasília". O instante é o mesmo, mas em diferentes partes do mundo a data e hora podem ser diferentes.

Você pode observar isso se verificar o valor de getTime(), que retorna o valor do timestamp:

let d = new Date('2019-01-01');
console.log(d.getTime()); // 1546300800000

O retorno é 1546300800000, que é a quantidade de milissegundos desde o Unix Epoch (01/01/1970 à meia-noite em UTC). Este valor representa um único instante que é o mesmo no mundo todo.

O detalhe é que esse mesmo valor pode corresponder a uma data e hora diferente, dependendo do fuso horário em que você está. Em São Paulo, este timestamp corresponde a 31/12/2018 às 22h, mas em Tóquio, esse mesmo timestamp corresponde a 01/01/2019 às 9 da manhã.

Usando a data em questão, é possível simular este comportamento simplesmente mudando as configurações de fuso horário do seu computador e fazendo o teste. Quando eu mudei para o fuso horário do Japão, ao imprimir d o resultado foi:

Tue Jan 01 2019 09:00:00 GMT+0900 (Japan Standard Time)

Mas ao mudar o fuso horário de volta para o Brasil, o resultado foi:

Mon Dec 31 2018 22:00:00 GMT-0200 (Brasilia Summer Time)

Tudo isso sem sequer mudar o valor de d (apenas imprimindo novamente). Pode ser que, dependendo do sistema, você precise reiniciar o browser para que ele pegue o novo fuso horário, mas no meu caso não foi necessário.

Este mesmo comportamento ocorre com toLocaleDateString, que retorna os valores do dia, mês e ano de acordo com o timezone do browser. Novamente, mudando o timezone do meu computador para o do Japão, d.toLocaleDateString('pt-BR') retorna:

01/01/2019

Voltando a configuração do timezone para o horário do Brasil, o retorno é:

31/12/2018

E mais uma vez, sem mudar o valor de d. Repare que o parâmetro 'pt-BR' serve apenas para definir o formato da data (no caso, dia, mês e ano separados por /), mas os valores do dia, mês e ano dependem do timezone configurado.

E o mesmo comportamento ocorre para os getters (como getDate(), getMonth(), getHours(), etc). Então o seu código está extremamente dependente do ambiente no qual ele rodará. Em alguns casos, "funcionará", em outros não. Pode parecer um erro bobo e "obviamente não vai acontecer comigo, meus clientes são todos do Brasil", mas depender tanto assim das configurações locais de cada cliente para ter o resultado correto não me parece uma boa abordagem. Ainda mais quando há meios de se resolver.


Então como resolver?

Já que a data é gerada em UTC, use os métodos getUTCxxx, que retornam o valor do dia, mês e ano em UTC (ou seja, seus valores não dependem do timezone do browser).

E como o Date gerado possui o horário setado para meia-noite em UTC, basta subtrair 1 do valor de getTime(), que a data resultante será o dia anterior às 23:59:59.999 - e como eu só estou interessado no dia, mês e ano, isso é o suficiente.

Em seguida uso os métodos getUTCxxx (para obter os valores da data em UTC, assim não dependo do timezone do browser), e uso padStart para completar valores menores que 10 com um zero à esquerda (para escrever o dia 1 como 01, por exemplo).

Outro detalhe chato é que getUTCMonth() retorna valores entre 0 e 11 (janeiro é zero, fevereiro é 1, etc), então temos que lembrar de somar 1 (essa API de datas do JavaScript é terrível).

let d = new Date('2019-01-01');
d.setTime(d.getTime() - 1);
console.log(d.getUTCFullYear() + '/' +
            (d.getUTCMonth() + 1).toString().padStart(2, '0') + '/' +
            d.getUTCDate().toString().padStart(2, '0')); // 2018/12/31

Com isso, o resultado sempre será 2018/12/31, independente do timezone do browser, já que estamos trabalhando com os valores em UTC.

Se quiser ser bem preciso e subtrair exatamente 1 dia, faça d.setTime(d.getTime() - (1000 * 3600 * 24)) (isso subtrai a quantidade de milissegundos em um dia, o resultado será meia-noite do dia anterior em UTC). Como estamos trabalhando com os valores da data em UTC, não há problemas com horário de verão, e o resultado sempre será o dia anterior ao que foi passado no construtor de Date.


Se quiser, também pode usar sua solução com toLocaleDateString. O único detalhe é que você pode passar como parâmetro o timezone, então eu posso passar "UTC" e assim não depender do timezone do browser.

Se você não especificar o timezone, será usado o do browser, que como vimos, não é um valor confiável para o seu caso.

let d = new Date('2019-01-01');
d.setTime(d.getTime() - 1);
let partes = d.toLocaleDateString('pt-BR', { timeZone: 'UTC' }).split("/");
let dia = partes[0];
let mes = partes[1];
let ano = partes[2];
console.log(ano + "/" + mes + "/" + dia); // 2018/12/31

Nos browsers mais modernos (compatíveis com ES6) dá para fazer assim também:

let d = new Date('2019-01-01');
d.setTime(d.getTime() - 1);
let [dia, mes, ano] = d.toLocaleDateString('pt-BR', { timeZone: 'UTC' }).split("/");
console.log(`${ano}/${mes}/${dia}`); // 2018/12/31


Moment.js

Nos comentários você disse que não quer usar uma biblioteca. Mas a pergunta diz que a solução pode usar jQuery, se for o caso. Bem, vendo os respectivos sites hoje, o arquivo js do Moment.js tem praticamente a metade do tamanho do jQuery. Se já está usando o jQuery (que hoje em dia, dependendo do caso, talvez nem seja tão necessária), por que não usar uma biblioteca - por sinal, excelente - para lidar especificamente com datas, já que a API nativa é tão ruim?

Claro que usar uma biblioteca só para um trecho específico pode parecer exagero, mas se for manipular datas em mais pontos do código, pode ser que valha a pena. Fica a seu critério.

Enfim, preferências pessoais e decisões de projeto à parte, deixo abaixo uma solução com Moment.js. A vantagem é que a data é interpretada no timezone do browser, então posso manipulá-la sem medo de ter conversões implícitas de/para UTC.

Primeiro eu uso o construtor que recebe a string e o respectivo formato. Em seguida, uso subtract para obter o dia anterior, e por fim uso format para retornar no formato desejado:

let d = moment('2019-01-01', 'YYYY-MM-DD');
d.subtract(1, 'day');
console.log(d.format('YYYY/MM/DD')); // 2018/12/31
<script src="https://momentjs.com/downloads/moment.min.js"></script>


Repare que usei let em vez de var para declarar as variáveis. Caso tenha ficado curioso, veja esta pergunta para saber a diferença entre eles.

1
  • 1
    Achei a aula fantástica e não poderia deixar de aceitar sua resposta. Mas achei melhor trazer as datas direto do banco e vou estudar mais esta tua expliação. Obrigado! – Carlos Rocha 11/03/19 às 11:57
0

var date = '2019-01-01';
var d = new Date( date );
d.setDate( d.getDate() );

splite = d.toLocaleDateString('pt-BR').split("/");

dia =splite[0];
mes =splite[1];
ano =splite[2];

data = ano + "/" + mes + "/" + dia; 
document.write(data);

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.