-3

Como posso representar a notação if not A como um if A != B OU if A == B? No caso concreto, estava trabalhando com string e fiz alguns testes sem efeito. Testei if A == None e if A == "" , mas nada funcionou, MAS if not A funciona.

Então, no exemplo de reescrever if not A como if A == B OU if A != B, o que é B?

fechada como não está clara o suficiente por Anderson Carlos Woss, hkotsubo, LeAndrade, Roberto de Campos, Andrei Coelho 3/03 às 23:34

Esclareça seu problema específico ou acrescente outros detalhes para destacar exatamente o que precisa. Do modo como está escrito aqui, é difícil saber exatamente o que você está perguntando. Consulte a página Como perguntar para obter ajuda no esclarecimento desta pergunta. Conheça as regras na central de ajuda e edite a pergunta para que fique adequada.

  • Que comparação precisa fazer exatamente? – Anderson Carlos Woss 25/02 às 23:37
  • Essa que é a pergunta, na verdade. Considerando que A é um string, eu preciso fazer uma condicional if not A para depois fazer outras funções. A dificuldade, no momento, é representar if not A como um if A == B ou if A != B. A melhor solução que encontrei, por enquanto, foi if A is None. – Andre Ferrer 26/02 às 0:46
  • 1
    Mas o que exatamente pretende verificar? Se A possui uma string não vazia? Se não é nula? Se possui um determinado valor? Ou o quê? – Anderson Carlos Woss 26/02 às 1:24
  • Tem por acaso enunciado do problema que está tentando resolver ? – Davi Mello 26/02 às 13:56
3

Quando você faz algo como

if A:
    ...

No Python acontece o que chamamos de Truth Value Testing, que em uma tradução bastante livre seria teste de veracidade do valor.

Acontece que alguns valores são avaliados como verdadeiros ou falsos mesmo não sendo do tipo booleano. A citar aqueles que são avaliados como falso temos:

  • Próprio booleano: False;
  • Valor nulo: None;
  • Valor zero em qualquer forma: 0, 0.0, 0j, Decimal(0), Fraction(0, 1);
  • Sequências ou coleções vazias: '', [], (), {}, set(), range(0);
  • Instâncias de classes definidas pelo usuário que implementam pelo menos um dos métodos __bool__ e __len__ e que retornam o valor zero ou False;

Será considerado como verdadeiro qualquer outro valor não citado.

Ou seja, a simples condição if A irá verificar se A é diferente de todas essas estruturas. Para criar uma verificação equivalente você teria que testar todas manualmente.

A verificação equivalente seria algo como:

if not (
    A == False
    or A is None
    or A == 0
    or A == ''
    or A == []
    or A == ()
    or A == {}
    or A == set()
    or A == range(0)
    or (hasattr(A, '__bool__') and bool(A) == False)
    or (hasattr(A, '__len__') and len(A) == 0)
):
    ...

Isso se eu lembrei de todas as condições.

  • A resposta foi bem completa. O que ficou a dúvida ainda foi como se pode escrever "if not A" de outras formas. A melhor que eu encontrei, por enquanto, foi "if A is None". Mas reconheço que minha pergunta foi ruim. – Andre Ferrer 13/03 às 0:53
  • @AndreFerrer Mas na resposta eu te provei que not A não é equivalente a A is None. – Anderson Carlos Woss 13/03 às 0:56
  • Entendi agora! Muito obrigado pela ajuda. O iniciante aqui sofreu com essa lógica rs. – Andre Ferrer 13/03 às 0:58
0

O not irá negar algo:

not 1 #False
not 2 #False
not False #True

Então if not A irá simples retornar não irá se satisfazer enquanto A for None, False ou 0 (E mais alguns outros: https://pt.stackoverflow.com/a/365341/5878).

Se quer verificar se algo é não é nulo use isto:

if A is not None
  • Obrigado. Acho que resolveu a pergunta. Só pra esclarecer: escrever "if not A" é o mesmo que escrever "if A is None" OU "if A is False" OU "if A is 0"? – Andre Ferrer 13/03 às 0:55
  • Eu entendi seu ponto de usar o not para validar se uma variavel é nula, porém acho que para deixar o codigo legivel, para que outras pessoas possam entender melhor, acho muito mais elegante usar o is. Quando alguem bater o olhar já irá entender do que se trata. – Vinicius Morais 13/03 às 12:32

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.