22

Uma pergunta simples, mas está me deixando curioso.

Sei que no javascript tudo é warpado em algum construtor de objeto, por isso posso chamar métodos em strings mesmo a string não sendo um objeto em teoria. Então quando eu faço:

"Hello World".split(' ');

Eu estou chamando o método split() dentro do objeto String do javascript.

Minha pergunta é: por que numeros não são igualmente 'warpados'? Digo:

2.toString(); // não funciona

var dois = 2;
dois.toString; // '2'

Por que este comportamento?

@edit

Percebi que alguns métodos podem ser chamados diretamente em números, como por exemplo o toFixed() o que me deixa ainda mais curioso. O toString() não funciona por ser herdado de Object?

25

Pode sim! O problema é apenas a sintaxe do seu teste.

Perceba que com apenas um pequeno ajuste já funciona:

console.log( (2).toString() );

O que acontece é que o interpretador não vai entender o ponto seguido de caracteres alfanuméricos, sendo que ele é já usado para separar decimais. Ao adicionarmos algo que descaracterize este uso (no exemplo, os parênteses), o interpretador não tem mais problemas com o ponto.

No caso do .split() já não vai funcionar, mas é pelo simples fato do método não existir para números:

console.log( (432).split('') ); // Dá erro

Mas... veja isto - convertendo para string, o split passa a funcionar:

console.log( (432).toString().split('') );

Os parênteses foram um exemplo, veja outras situações sem ambiguidade:

console.log( 432 .toString().split('') );

console.log( 789.0.toString().split('') ); // o segundo ponto não dá confusao

(o exemplo com espaço foi sugerido pelo colega @jsbueno nos comentários)

  • 4
    Então no caso não funcionou por que ele considerou o ponto um separador de casas decimais e esperou outro número após ele? Muito interessante, obrigado pela explicação. – Máttheus Spoo 14/02 às 20:55
12

Assim funciona:

console.log((2).toString());

É uma questão de ambiguidade de sintaxe da linguagem. JS permite um número ser expressado como decimal sem preencher a parte decimal, ou seja, permite que se coloque só o número inteiro e um ponto e mais nada, o que criaria ambiguidade para a chamada do método que começa com ponto.

console.log(2.);
console.log((2.).toString());
console.log(2.5.toString());

Como seria o certo? Ignorar o ponto decimal? Parece muito errado. Usar duas vezes o ponto? Estranho e impediria uma sintaxe que usasse esse padrão (range), então preferiu-se exigir que número literais só pudessem ser chamados por métodos dentro de parênteses ou com espaço entre o número e o ponto do método (ver crédito no comentário abaixo).

console.log(2. .toString());
console.log(2 .toString());
//console.log(2.toString());
//console.log(2..toString());

Foi cometido um erro na linguagem para corrigir outro erro, era só JavaScript ter escolhido exigir que a parte decimal sempre fosse escrita explicitamente, mesmo que seja só um 0. Ela não exige, mas você pode fazer assim e evitar maiores problemas, por isso minha recomendação é sempre fazer assim para o seu caso, me parece o mais intuitivo e bate com outras linguagens:

console.log(2.0.toString());

E de acordo com a edição na pergunta, o toFixed() também não permite, o problema é a sintaxe ambígua e nada com relação ao método em si ou objeto que ele pertence. Note que se você usar um decimal completo (inteiro mais parte decimal, dá para usar sem problemas):

console.log(2.5.toString());
//console.log(2.toFixed());

  • 3
    Além do parênteses, um espaço entre o token numérico e o ponto para separar os métodos e propriedades funciona também. – jsbueno 14/02 às 20:57
  • @jsbueno essa eu não sabia, obrigado. – Maniero 14/02 às 20:59
  • 1
    @Maniero o toFixed funcionou pra mim quando editei aquilo por que usei um numero decimal para fazer o teste, afinal usar o toFixed num numero inteiro não faz sentido. Quando editei aquilo fiz o teste assim: 2.73.toFixed() e funcionou, por isso editei aquilo. – Máttheus Spoo 15/02 às 11:04
  • @MáttheusSpoo acabei de editar que funciona até no toString(), quando tem a parte decimal não há ambiguidade na sintaxe, novamente o problema é de sintaxe e não de método, por isso fiz no toString() mesmo pra mostrar que neste caso funciona em todos métodos. Sua pergunta não menciona como fez, por isso fica difícil mostrar o real problema. – Maniero 15/02 às 11:10

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.