5

É possível utilizar o PHP na linha de comando? Como funciona o uso da linguagem nesse ambiente? É possível desenvolver scripts e executá-los como scripts escritos em shell?

  • 2
    Eu uso muito, por sinal. Inclusive, na minha máquina, o editor de código está configurado para chamar o executável diretamente, para facilitar o desenvolvimento sem precisar de um servidor de páginas local rodando o tempo todo. "Como funciona o uso da linguagem nesse ambiente?" - dentro do que se pode esperar da linha de comando, funciona normalmente. O que exatamente tem duvida? – Bacco 10/02 às 15:59
7

Olá tudo bem? Podemos sim utilizar o php com linha de comando.

Exemplo: vamos usar o php em linha de comando para executar um script que exiba a mensagem "Hello terminal"; No caso você cria o arquivo php, por exemplo de nome 'script.php', coloca a mensagem dentro. Após abre o terminal de onde o seu arquivo está e executa qualquer um dos comandos abaixo (o -f no segundo comando vem de 'file', ou seja, o nome do arquivo; mas os dois fazem a mesma coisa, é somente outra forma de executar):

php script.php
php -f script.php

Exemplo de como ficaria o código: script.php

<?php

echo "Hello terminal!";

Saída no prompt de comando: inserir a descrição da imagem aqui

Usando o php com linha de comando temos duas variáveis globais importantes: argc e argv. O argc é o contador de parâmetros passados e enquanto o argv é um array global contendo os parâmetros passados (por padrão o primeiro índice sempre contém o nome do script que está sendo executado).

Podemos passar os parâmetros e usá-los a nosso favor. Vamos fazer um exemplo de passar dois números e imprimir a multiplicação entre eles, mas se forem passados parâmetros a menos do que o necessário iremos imprimir uma mensagem de erro.

Logo, nosso script fica assim:

<?php

// O primeiro índice é o nome do arquivo logo temos 3 parâmetros: 0 é o nome do arquivo, 1 é o primeiro número e 2 é o segundo número
if ($argc < 2) {
    echo "Parametros invalidos para executar o script!";
    exit(1);
}
$mult = $argv[1] * $argv[2];

echo "\n O resultado da multiplicacao entre os numeros informados eh: $mult";
echo "\n A quantidade de parametros aceitos e que foram informados sao: $argc";
echo "\n Parametros informados para o script:";
print_r($argv);

Nossa saída no terminal fica:

inserir a descrição da imagem aqui

Para saber mais consulte a documentação sobre Php utilizado em linha de comando

  • 1
    Obrigado pela resposta. – user138865 10/02 às 17:03
4

É possível, tem manual sobre isto. Então é só chamar o interpretador da linguagem passando o script que pretende executar e eventualmente argumentos para ele.

php -f script.php
  • Obrigado pela resposta. – user138865 10/02 às 15:40
  • Qual a diferença para com e sem -f ? – Isac 10/02 às 20:38
  • @Isac não sei :) eu sou do tempo que nem era assim, eu acho que alguma combinação pode complicar sem o -f, mas i básico pode usar sem. Sabe como é, né? PHP não tem nada documentado de forma organizada, teria que procurar a fundo e tentar descobrir, se tiver algo especificado. – Maniero 10/02 às 20:52
  • 1
    @isac tem situações que vc tem opções e argumentos, normalmente nesse caso usa php -opcao1 -f arquivo -opcao2 -opcaoN -- argumento1 argumento2 e só será passado pro PHP o que vier depois do --. Já, sem o -f até o -- é tratado como argumento. E, como é PHP, nos dois casos é inconsistente quando você passa alguma coisa antes do -- que não é uma das opções do PHP :D (Pelo menos PHP é consistente no que diz respeito a não ser consistente :P ) – Bacco 10/02 às 21:03

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy