1

Desenvolvendo uma aplicação, e testando algumas chamadas ajax me deparei com duas situações diferentes, mas que, em ambas, tenho o retorno que preciso.

O que quero saber é, se existe alguma forma mais indicada, e qual a diferença entre elas, se alguma é mais rápida, etc...

Situação Primeira

Javascript

// ajax
get_ajax(1, true);
function get_ajax(id, aguardar) {
    $.ajax({
        type: 'GET',
        contentType: 'application/json; charset=utf-8',
        async: !aguardar,
        data: { id: id },
        url: 'controller/get_ajax',
        success: (...)
        error:(...)
    });
}

PHP

// controller
public function get_ajax()
{
    $id = $this->input->get('id');
    print_r($id);
}

Situação Segunda

Javascript

// ajax
get_ajax(1, true);
function get_ajax(id, aguardar) {
    $.ajax({
        type: 'GET',
        contentType: 'application/json; charset=utf-8',
        async: !aguardar,        
        url: 'controller/get_ajax/' + id,
        success: (...)
        error:(...)
    });
}

PHP

// controller
public function get_ajax($id)
{
    print_r($id);
}

Aparentemente são iguais, exceto a forma como o argumento id está sendo passado.

Na primeira situação, estou enviando o id através de data: e recuperando no controller através do método GET.

Na segunda situação, estou enviando o id através da URL do ajax, e recuperando através do parâmetro.

  • Não há diferença significativa quanto à performance, principalmente quando usa o jQuery. – Valdeir Psr 7/02 às 18:34
  • E não use async:false – Leandro Angelo 12/02 às 17:41
  • Por qual motivo não usar false? – Wagner Filho 12/02 às 17:43
1

As duas formas estão corretas, o resultado vai ser o mesmo e acredito que não vá ter uma diferença de desempenho considerável.

Eu usaria a primeira situação só por achar mais organizado.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.