1

Cenário exemplo

Pasta raiz

  • ClasseA.php
  • ClasseB.php
  • index.php

Arquivo: classeA.php

class ClasseA 
{
    public $retorno = null;
    public $error   = "Erro desconhecido";

    function __construct
    {
       $this -> func_A();
    }

    public function func_A()
    {
        require_once 'classeB.php';
        $obj = new ClasseB;
        $obj -> func_B();
    }

}

Arquivo: classeB.php

class ClasseB extends ClasseA
{
    public function func_B()
    {
       $this -> error = "Erro em func_B";
    }

}

Arquivo: index.php

require_once 'ClasseA.php';

$obj = new ClasseA;
echo ($obj -> retorno != null) ? $obj -> retorno : $obj -> error;

Problema

Meu retorno de index.php é: "Erro desconhecido".

O que esperava: "Erro em func_B".


Dúvida

  • Por que a propriedade error da ClasseA não é alterada?
  • Quais possíveis soluções?
  • 1
    Acho que aqui tem a sua resposta pt.stackoverflow.com/questions/247723/… – Alvaro Alves 5/12/18 às 12:48
  • veja a resposta do Anderson Carlos Woss – Alvaro Alves 5/12/18 às 12:48
  • Seu problema é que ao instanciar um objeto ClasseB atribuir o valor de error dele, você está alterando apenas desta instancia e não da instancia da classe ClasseA . Talvez chamando parent::error = "Erro em func_B" em func_B funcione, mas acho difícil já que cada instancia independe da outra – edson alves 5/12/18 às 12:52
  • 1
    @AlvaroAlves Pode ser que sim, pode ser que não, pode ser talvez, etc... kkk – rbz 5/12/18 às 13:16
  • 1
    @AlvaroAlves Complicado! rs... É muito particular a forma de "escrever um código", e as vezes poderia sim utilizar de outra forma, mas se dessa forma me ajuda a organizar, entender, funcionar, etc, ou teria de ser um argumento/exemplo muito bom para tirar a ideia (o que é difícil porque não há todo contexto), ou chegar um ponto que não tem opção, e sim, precisa mudar! rs – rbz 5/12/18 às 13:24
4

Eu admito que posso estar enganado porque PHP costuma ter comportamentos esquisitos, vou responder pela lógica universal que conheço, até porque não consigo reproduzir isto porque só tenho PHP nesses IDEs online que entram em loop com uma construção dessas do jeito que precisa por neles.

Você está criando um objeto totalmente diferente dentro de func_A(), mesmo que ele seja derivado de ClasseA, este objeto guardado em $obj dentro de func_A() não é o mesmo objeto que está operando em ClasseA. Quando você usa o $this no objeto de ClasseB, ou seja, do $obj, não está mudando o $this de de $obj global, são objetos muito diferentes, e o que você está mandando imprimir é esse objeto apenas.

Lembrando que o $obj interno da classe só existe enquanto um objeto dessa classe existir, mas ele é completamente separado, apenas possuí um vínculo de associação, é uma composição (a groso modo um objeto dentro do outro), não é herança (um objeto único com dois modelos).

O fato de duas variáveis completamente diferentes terem o nome pode ter dificultado o entendimento.

Este cenário é atípico, e duvido que ele tenha serventia real, mas se está querendo fazer algo real, parece ser engenharia errada e o caminho deve ser bem diferente deste tentado.

  • Mas se estou declarando $this -> error = "Erro em func_B"; e não "tem acesso" a propriedade error da ClasseA, e/ou também não exista essa propriedade em ClasseB, deveria acusar um erro (falha do PHP!?). Então não existiria forma de alterar essa propriedade nessa estrutura? – rbz 5/12/18 às 13:03
  • Eu não disse que não tem acesso ClasseA, eu disse que não tem acesso ao outro objeto completamente diferente, o problema não é ter duas classes é ter dois objetos. O $error existe em ClasseB porque esta classes deriva de CLasseA que tem o campo (não é uma propriedade) que você quer, mas é de um outro objeto, outra instância. Os dois tem acendedor de cigarro, mas um é o seu carro e outro é do meu carro. Se você ligar o seu não vai esquentar o meu. tem como alterar, mas depende do caso, esse cenário serve para nada, em cenário real eu pensaria como fazer. – Maniero 5/12/18 às 13:12
  • Mas o objeto de A está no index. A função de A cria um de B para alterar sua propriedade. Então isso não existe? Não funciona? Se não houvesse o objeto de B então teria como alterar ? Eu não entendi se há uma forma... – rbz 5/12/18 às 13:18
  • Bom, aí já está usando termos inadequados e não sei do que está falando. Tudo funcionaria se estive feito do jeito certo, e nada funcionará se fizer do jeito errado, não importa se tem um objeto de ClasseB ou não. Eu não posso dizer o que é certo porque sequer sei para que isto serve, até onde posso observar, serva para nada, mas é só porque é confuso e não indica o objetivo. – Maniero 5/12/18 às 13:24
  • Mas se for pensar assim, então tudo entraria na questão do "problema XY", e nada iria responder a questão. O problema está no cenário exemplo, é alterar a propriedade da classe estendida. Eu que fico sem entender os upvotes! rs – rbz 5/12/18 às 13:27
1

Não é exatamente o que você estava tentando, mas talvez isso possa te ajudar:

class ClasseA
{
    public $retorno = null;
    protected $error = "Erro desconhecido";

    public function __get($name)
    {
        require_once 'ClasseB.php';
        $obj = new ClasseB;
        $obj->func_B();

        return $obj->$name;
    }
}

Ademais, não sei bem qual seria a utilidade de chamar a classeA ou invés de instanciar direto a classeB (já que estende a A). O erro no seu código (como melhor explicado pelo Maniero), é que a a variavel $obj só existe dentro do contexto da função chamada e não sobrescreve os atributos da class.

Agora, usando a magic function __get, você consegue sobrescrever a chamada dos métodos não públicos.

  • Isso não iria me resolver, pois não seria só 1 propriedade, seriam várias! Mas agradeço a resposta. :) – rbz 5/12/18 às 17:32
  • Sim, no caso o método __get intercepta qualquer propriedade não pública (protected), e ai você pode inserir sua lógica de validação para determinado fim. – ThiagoYou 5/12/18 às 18:23
  • Outra solução é criar uma factory, ai ao invés de instanciar diretamente o objeto, você chama a factory que te devolve a instância correta do objeto desejado. – ThiagoYou 5/12/18 às 18:24

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.