9

Estou lendo e não ficou muito claro o comando PARTITION BY na criação de tabelas no bancos de dados estruturados (SQL), um exemplo básico:

CREATE TABLE employees  (
    id INT NOT NULL AUTO_INCREMENT PRIMARY KEY,
    name VARCHAR(25) NOT NULL    
)   
PARTITION BY RANGE(id)  (
    PARTITION p0 VALUES LESS THAN (5),
    PARTITION p1 VALUES LESS THAN (10),
    PARTITION p2 VALUES LESS THAN (15),
    PARTITION p3 VALUES LESS THAN MAXVALUE
);

Pergunto:

  • Para que server de uma maneira geral o comando PARTITION BY?
  • Quais a vantagens e desvantagens desse comando?
5

Basicamente o PARTITION BY cria uma tabela com uma ou mais partições; em outras palavras, são criadas tabelas físicas que serão acessadas através da tabela especificada.

Exemplificando, ao criar a tabela imovel e definir que ela deve ser particionada pela quantidade de quartos pares e ímpares, seriam criados no BD duas tabelas, "imovelQuartosPares" e "imovelQuartosImpares", que seriam acessíveis através do select * from tabelas.

Esse particionamento pode ser controlado de várias formas, serão mostrados apenas dois para ajudar no entendimento, mas uma lista com as possibilidades e explicações pode ser encontrada neste link:

PARTITION BY LIST

Pode ser usado quando a partição precisar ser feita baseada em valores definidos, por exemplo particionar a tabela usuarios pelo sexo:

CREATE TABLE usuarios
( id NUMBER, nome VARCHAR2(50), idade NUMBER, sexo VARCHAR2(1))
PARTITION BY LIST (sexo) (
    PARTITION masculino VALUES ('M'),
    PARTITION feminino VALUES ('F')
);

PARTITION BY RANGE

Usado quando a partição precisar ser feita com base em intervalos, como por exemplo faixa etária:

CREATE TABLE usuarios
( id NUMBER, nome VARCHAR2(50), idade NUMBER, sexo VARCHAR2(1))
PARTITION BY RANGE (idade) (
    PARTITION crianca VALUES LESS THAN (18),
    PARTITION adulto VALUES LESS THAN (65),
    PARTITION idoso VALUES LESS THAN MAXVALUE
);

Entendendo o exemplo da pergunta:

CREATE TABLE employees  (
    id INT NOT NULL AUTO_INCREMENT PRIMARY KEY,
    name VARCHAR(25) NOT NULL    
)   
PARTITION BY RANGE(id)  (
    PARTITION p0 VALUES LESS THAN (5),
    PARTITION p1 VALUES LESS THAN (10),
    PARTITION p2 VALUES LESS THAN (15),
    PARTITION p3 VALUES LESS THAN MAXVALUE
);

Criada a tabela employees particionada em quatro outras tabelas:

  • p0 - registros com id menor que 5;
  • p1 - registros com id maior ou igual a 5 e menor que 10;
  • p1 - registros com id maior ou igual a 10 e menor que 15;
  • p3 - registros com id maior ou igual a 15.
  • Gostei da sua resposta, como seria a parte do SQL? ficaria a cargo do próprio banco pegar os dados das outras tabelas criadas? – Virgilio Novic 20/11/18 às 15:27
  • como assim "a parte do SQL"? É preciso definir como será feita essa divisão, não ficará a cargo do sgbd (se é que entendi correto). – rLinhares 20/11/18 às 16:10
  • Talvez tenha expressando mau, exemplo select * from tabela where code > 30 vamos dizer que o dado esteja nas tabelas auxiliares... ? tipo não preciso fazer nada o banco se encarregada de buscas as informações nos tabelas auxiliares? – Virgilio Novic 20/11/18 às 16:14
  • 1
    "seriam acessíveis através do select * from tabelas" - beleza, isso é responsabilidade do sgbd. No caso, a consulta seria escrita como você fez (select * from tabela where code > 30) sem precisar informar em qual partição pesquisar. – rLinhares 20/11/18 às 16:21
3

Particionar uma tabela significa dividir uma tabela, que é logicamente grande, em várias tabelas fisicamente pequenas com o objetivo de melhorar o desempenho das aplicações que utilizam o banco de dados. Por exemplo você pode particionar uma tabela de vendas em diversas tabelas cada uma referente a um ano-mês da venda, logicamente você tem todas as vendas mas fisicamente os acessos a cada ano-mês das vendas serão otimizados.

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.