6

Me deparei com o termo deadlock em Java. Mas, não consigo compreendê-lo. Assim, gostaria de fazer estas perguntas:

  • O que é um deadlock?
  • Por que e como evitar um deadlock?
1

1 Resposta 1

6

Deadlock é a dependência cíclica que acontece entre duas ou mais threads compartilhando dois ou mais recursos (variável, bloco de código etc.). Em outras palavras, uma thread T1 depende de outra T2, sendo que esta T2 depende, por sua vez, de T1.

Esse tipo de dependência acontece exclusivamente por falha na lógica implementada pelo programador, que, quando desenvolve uma aplicação multithreaded, precisa se preocupar não apenas com deadlock, mas com outros conceitos relativos a programação concorrente, como starvation, livelock e race condition, sendo este último provavelmente o mais comum de acontecer.

Um exemplo de código no qual ocorre deadlock:

public class TestThread {
   public static Object Lock1 = new Object();
   public static Object Lock2 = new Object();

   public static void main(String args[]) {
      ThreadDemo1 T1 = new ThreadDemo1();
      ThreadDemo2 T2 = new ThreadDemo2();
      T1.start();
      T2.start();
   }

   private static class ThreadDemo1 extends Thread {
      public void run() {
         synchronized (Lock1) {
            System.out.println("Thread 1: Holding lock 1...");

            try { Thread.sleep(10); }
            catch (InterruptedException e) {}
            System.out.println("Thread 1: Waiting for lock 2...");

            synchronized (Lock2) {
               System.out.println("Thread 1: Holding lock 1 & 2...");
            }
         }
      }
   }
   private static class ThreadDemo2 extends Thread {
      public void run() {
         synchronized (Lock2) {
            System.out.println("Thread 2: Holding lock 2...");

            try { Thread.sleep(10); }
            catch (InterruptedException e) {}
            System.out.println("Thread 2: Waiting for lock 1...");

            synchronized (Lock1) {
               System.out.println("Thread 2: Holding lock 1 & 2...");
            }
         }
      }
   } 
}

Quando a aplicação é executada e ambas as threads iniciadas, T1 adquire o lock (como se fosse uma exclusividade de acesso), representado pela palavra synchronized, sobre o objeto Lock1. Ou seja, até que T1 libere o lock sobre este objeto (quer dizer, até que o bloco de código dentro de synchronized seja completamente executado), nenhuma outra thread pode acessá-lo. Pode-se perceber que dentro desse primeiro bloco synchronized, há uma outra tentativa de lock (representado pelo outro bloco synchronized), desta vez sobre Lock2. Isso quer dizer, trocado em miúdos, que o lock original sobre o objeto Lock1 só vai ser liberado se a thread T1 conseguir também o lock sobre Lock2 e executar o código dentro desse segundo bloco. Resumindo, neste ponto do código T1 tem lock sobre Lock1 e PRECISA do lock sobre Lock2 para terminar sua rotina e liberar todos os recursos para outras threads.

Por sua vez, T2, quando é iniciada, adquire o lock sobre Lock2 e, para finalizar sua execução e liberar os recursos, PRECISA do lock sobre Lock1.

Com esse panorama, fica fácil perceber o que está ocorrendo: a thread T1 lockou o objeto Lock1 e precisa ganhar o lock sobre Lock2 para finalizar, mas T2 já lockou Lock2 e para terminar precisa ganhar o lock sobre Lock1, que por sua vez está lockado por T1. Eis a dependência cíclica, ou deadlock. O output desse código ao ser executado:

Thread 1: Holding lock 1...
Thread 2: Holding lock 2...
Thread 1: Waiting for lock 2...
Thread 2: Waiting for lock 1...

Neste ponto, sua aplicação está em permanente estado de espera e assim ficará para sempre e esse é o motivo de você não querer nunca um deadlock.

E aí vem a pergunta: como corrigir o código para que ele não ocorra? Basta inverter a ordem dos objetos dos quais se quer o lock. Ou seja: ambas as threads vão tentar primeiro lockar o objeto Lock1 (e, conseguindo, também lockar Lock2), executar o código e finalizar, permitindo então que a próxima thread adquira o lock e execute também seu devido código:

public class TestThread {
   public static Object Lock1 = new Object();
   public static Object Lock2 = new Object();

   public static void main(String args[]) {
      ThreadDemo1 T1 = new ThreadDemo1();
      ThreadDemo2 T2 = new ThreadDemo2();
      T1.start();
      T2.start();
   }

   private static class ThreadDemo1 extends Thread {
      public void run() {
         synchronized (Lock1) {
            System.out.println("Thread 1: Holding lock 1...");

            try {
               Thread.sleep(10);
            } catch (InterruptedException e) {}
            System.out.println("Thread 1: Waiting for lock 2...");

            synchronized (Lock2) {
               System.out.println("Thread 1: Holding lock 1 & 2...");
            }
         }
      }
   }
   private static class ThreadDemo2 extends Thread {
      public void run() {
         synchronized (Lock1) {
            System.out.println("Thread 2: Holding lock 1...");

            try {
               Thread.sleep(10);
            } catch (InterruptedException e) {}
            System.out.println("Thread 2: Waiting for lock 2...");

            synchronized (Lock2) {
               System.out.println("Thread 2: Holding lock 1 & 2...");
            }
         }
      }
   } 
}

Executando, eis o output:

Thread 1: Holding lock 1...
Thread 1: Waiting for lock 2...
Thread 1: Holding lock 1 & 2...
Thread 2: Holding lock 1...
Thread 2: Waiting for lock 2...
Thread 2: Holding lock 1 & 2...

E sua aplicação estará pronta para continuar executando o que quer venha a seguir.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies