2

Hoje em dia é bem comum ver mesmo nos sites mais simples efeitos de animação feitos com CSS, tanto com transition quanto com @keyframes e algo que tem me chamado a atenção é que várias dessas animações utilizam artifícios para forçar uma aceleração por hardware setanto valores como:

.anima {
   -webkit-transform: translateZ(0);
   -moz-transform: translateZ(0);
   -ms-transform: translateZ(0);
   -o-transform: translateZ(0);
   transform: translateZ(0);
}

Também é comum ver transform: translate3d(0, 0, 0) ou até transform: rotateZ(360deg) para de alguma forma usar o eixo Z, mesmo que sem valor (0), para habilitar a aceleração de hardware usando a GPU para processar a animação. Mas sabendo que o Chrome por exemplo é um famigerado consumidor de memória surgiram algumas dúvidas...

Minhas dúvidas estão ligadas a UX e Performance:

  • Para que serve esse tipo de artifício e como ele afeta as animações? Isso traz alguma vantagem pro usuário?
  • Animar algo que seria um 2D com propriedades 3D não aumentaria o consumo de bateria e memória do sistema por exemplo? Qual o impacto disso em dispositivos mobile que normalmente tem o hardware mais limitado?
  • Se eu tiver várias animações na página eu devo usar isso em todas elas ou existe alguma boa prática com relação a isso?
  • 1
    Cara, tem a ver com GPULayer e composite. Vou deixar estes artigos para referência, se eu conseguir mais tempo e inteligência eu monto uma resposta :P – fernandosavio 14/11/18 às 16:49
  • @fernandosavio lerei obrigado pela dica! – hugocsl 14/11/18 às 17:07

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.