2

Estou estudando o módulo os da biblioteca padrão do Python e percebo que em muitos casos uma função é permitida receber como parâmetro um descritor de arquivo ou diretório alguns exemplos são:

os.fchdir(fd) Change the current working directory to the directory represented by the file descriptor fd. The descriptor must refer to an opened directory, not an open file. As of Python 3.3, this is equivalent to `os.chdir(fd).

os.supports_fd A Set object indicating which functions in the os module permit specifying their path parameter as an open file descriptor. Different platforms provide different functionality, and an option that might work on one might be unsupported on another. For consistency’s sakes, functions that support fd always allow specifying the parameter, but will raise an exception if the functionality is not actually available.

To check whether a particular function permits specifying an open file descriptor for its path parameter, use the in operator on supports_fd. As an example, this expression determines whether os.chdir() accepts open file descriptors when called on your local platform:

os.chdir in os.supports_fd

Minhas dúvidas são:

  • O que é um descritor de arquivo?
  • O que é um descritor de diretório aberto?
4

O módulo os dá acesso a certos recursos de baixo nível, raramente utilizados na programação em python normal. Um exemplo são essas funções que lidam diretamente com os descritores de arquivo e de diretório.

Em sistemas baseados em UNIX, quando tem um recurso de entrada e saída aberto, ele é associado a um número inteiro não negativo, que é chamado descritor... Um descritor de arquivo é portanto um indicador que é usado para fazer referência a este arquivo ao utilizar chamadas de sistema.

Descritores de arquivo fazem parte da API de programação POSIX, por isso, todo unix-like tem essa característica.

Descritores de diretório são a mesma coisa, porém, servem para manipular um diretório do sistema de arquivos. Existem também outros descritores como pipes ou de rede (sockets).

Por exemplo podemos usar os.open() para fazer uma chamada de baixo nível, passando como parâmetro a flag em hexadecimal 0x41 que indica que queremos criar um arquivo em modo de escrita:

>>> fd = os.open('/tmp/teste.txt', 0x41)
>>> print(fd)
3

O retorno da função é o "descritor de arquivo" para o arquivo aberto. Neste caso o número inteiro 3. Todas as operações de baixo nível que eu for fazer com o arquivo, preciso passar esse número 3:

>>> os.write(fd, b'hello')
5   # < - número de bytes escritos

Ou seja, serve pra isso, sempre que quiser referenciar a esse arquivo que está aberto, posso passar o número 3:

>>> os.write(3, b' world\n')
7
>>> os.close(3)

Verificando o conteúdo do arquivo:

>>> open('/tmp/teste.txt').read()
'hello world\n'

Termino a resposta voltando a lembrar que estes métodos de baixo nível não devem ser utilizados em programas normais; Eles são mais difíceis de operar corretamente, e podem ser causas de bugs em seus programas. Raramente é preciso usar um desses métodos.

  • Mais uma vez, muito obrigado pela resposta esclarecedora. Agradeço. – ThiagoLuizS 26/10/18 às 15:39

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.