1

tenho o seguinte trecho:

"onclick=relatorio("+dados[i].cnpj+")"

dados[i].cnpj é uma variável do tipo String, ou pelo menos preciso que ela seja assim, porém o JavaScript converte o parâmetro de função em um tipo number logo:

function relatorio(cnpj) {
     console.log(cnpj);
}

problema: quando preciso fazer um ajax para o banco, os valores diferem
pergunta: O que poderia fazer pra garantir que dados[i].cnpj continuasse com o tipo string?

Resultado de console.log

Não tenho permissão, do cliente para divulgar CNPJs então foi censurado mesmo, mas como se pode ver ai o zero a esquerda foi concatenado quando o tipo de dado foi alterado

  • Alem da resposta do Wallace, você também pode dentro de sua função usar o cnpj.toString(). – Icaro Martins 25/10/18 às 18:59
4

É porque a sua concatenação torna o valor passado como um inteiro na expressão.

Ou seja, supondo que o valor de dados[i].cnpj seja uma string "1046", ao montar a expressão "onclick=relatorio("+dados[i].cnpj+")" por meio de concatenação, você está gerando isso:

onclick=relatorio(1046)

Se você forçar o reconhecimento como string, poderia resolver o problema:

"onclick=relatorio('"+dados[i].cnpj+"')"

As aspas faria que a expressão fosse montada assim:

  onclick=relatorio('1046')

Na minha opinião, o ideia seria que você evitasse essas concatenações malucas, que costumam confundir bastante.

Daria pra armazenar num atributo data-cnpj por exemplo e recuperá-lo

"<button data-cnpj='" + dados[i].cnpj + "' onclick='relatorio(this.dataset.cnpj)'></button>"

A vantagem do dataset é que geralmente, ele sempre retorna String.

<button onclick="console.log(this.dataset)" data-cnpj="0000000000111">
 Clica em mim!
</button>

  • 1
    Obrigado, as vezes depois de horas programando deixo pequenos detalhes como esse passar, mas fico grato pela dica do atributo, isso deixa os dados mais claros pra futuras manutenções – Leonardo da Silva 25/10/18 às 18:37
  • @LeonardodaSilva ok. Eu sempre procuro ir pelo caminho que eu não vou me confudir depois, kkkkk. E sim, depois de horas programando, ao invés do código bugar, quem buga somos nós. – Wallace Maxters 25/10/18 às 18:38

Sua resposta

By clicking “Publique sua resposta”, you agree to our terms of service, privacy policy and cookie policy

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.