0

Eu criei a seguinte fila:

typedef struct
No {
    int pos;
    char cpf[12];
    char nome[40];
    struct No *prox;
} No;
typedef struct No * p_no;

typedef struct{
    p_no ini, fim;
} Fila;
typedef Fila * p_fila;

E tenho a seguinte função enfileirar:

void enfileira(p_fila f, int pos, char cpf[], char nome[]) {
    p_no novo;
    novo = malloc(sizeof(No));
    novo->pos = pos;
    strcpy(novo->cpf, cpf);
    strcpy(novo->nome, nome);

    novo->prox = NULL;
    if(f->ini == NULL)
            f->ini = novo;
    else
            f->fim->prox = novo;
    f->fim = novo;
}

Porém, quando rodo o Valgrind para verificar erros de memória, ele acusa nessa função que alguns blocos estão sendo perdidos:

==16485== HEAP SUMMARY:
==16485==     in use at exit: 600 bytes in 10 blocks
==16485==   total heap usage: 19 allocs, 9 frees, 6,036 bytes allocated
==16485== 
==16485== 300 (60 direct, 240 indirect) bytes in 1 blocks are definitely lost in loss record 3 of 4
==16485==    at 0x482E27C: malloc (vg_replace_malloc.c:299)
==16485==    by 0x108709: enfileira (in /home/student/Downloads/lab06)
==16485==    by 0x108E83: main (in /home/student/Downloads/lab06)
==16485== 
==16485== 300 (60 direct, 240 indirect) bytes in 1 blocks are definitely lost in loss record 4 of 4
==16485==    at 0x482E27C: malloc (vg_replace_malloc.c:299)
==16485==    by 0x108709: enfileira (in /home/student/Downloads/lab06)
==16485==    by 0x109245: main (in /home/student/Downloads/lab06)

Eu entendo que é porque não estou desalocando alguma parte da fila (imagino eu). Porém eu já criei a função de liberar a fila e a chamei na main(), mas o erro persiste:

void libera_fila (p_fila f)
{
      p_no t;
      while(f->ini != NULL){
          t = f->ini;
          f->ini = f->ini->prox;
          free(t);
      }
      free(f);


}
  • Que erro? O Valgrind não apresenta erros, apresenta padrões de uso da memória. – Maniero 18/10/18 às 17:35
  • 1
    Tem certeza que você não está estourando a memória no strcpy? Se o CPF e o nome incluem o terminador nulo na posição adequada? – Victor Stafusa 18/10/18 às 17:39
  • Quando digo erro, digo que em relação a memória que não está sendo totalmente liberada. Eu já verifiquei o strcpy, o problema não está nele. – Luiz 18/10/18 às 17:40
  • 1
    Sem ver como está o resto do código é dificil de dizer alguma coisa. O ideal é mesmo construir um exemplo Mínimo, Completo e Verificável do problema para que seja facil reproduzir o problema e indicar a solução – Isac 18/10/18 às 17:41
  • @Luiz A resposta resolveu sua dúvida? Acha que pode aceitá-la? Veja o tour se não souber como faz. Isso ajudaria muito indicar que a solução foi útil para você. Também pode votar em qualquer pergunta ou resposta que achar útil no site todo – Maniero 21/10/18 às 18:36

1 Resposta 1

1

O Valgrind não tem como afirmar o que seu código está fazendo ao certo, se isto fosse possível já teria sido incorporado ao compilador. Esta ferramenta é um auxílio externo que ajuda identificar certos problemas, mas não é perfeita. Nem é garantido que todos os erros de gerenciamento de memória serão detectados e muito menos que alguns possíveis erros apresentados são erros de fato. O que ele informa que foi alocado e não liberado na função enfileira(), mas não quer dizer que não foi liberado em outro local.

A função libera_fila() libera a memória dos nós que estão nulos. Não sei se é a forma adequada e se é eficiente, ma ela faz isto. Ela não libera os nós que ainda estão ativos. O Valgrind espera trabalhar com um código pronto para produção, não espera um exercício ou código simples onde pode alocar algo e deixar pra lá que o sistema operacional se encarrega. O Valgrind quer que você libere tudo o que alocou de forma explícita. Por isso aparece que teve 19 alocações e só 9 liberações. 10 itens devem ter ficado vivos e nunca liberados. Mesmo que não foram liberados durante o processamento eles deveriam ser liberados antes de encerrar a aplicação, só para zerar o Valgrind. A outra solução é não usá-lo ou ignorar essas diferenças, o que perde um pouco o motivo de usá-lo porque aí vira sorte.

De qualquer forma é só que pode ser dito com o que foi postado. Poderia até ter algum erro mesmo, mas em partes do código que não foram mostrados.

Sua resposta

Ao clicar em “Publique sua resposta”, você concorda com os termos de serviço, política de privacidade e política de Cookies

Esta não é a resposta que você está procurando? Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.