0

Atualmente faço da seguinte forma:

$senha = strip_tags(trim($_POST['Senha']));

$senha_segura = password_hash($senha, PASSWORD_DEFAULT);

Gostaria de saber se essa é a melhor forma de proteger o campo senha e se utilizando o password hash é necessário utilizar o strip_tags também, já que o password hash criptografa os dados que estão entrando e gera um valor diferente no banco de dados, ou o password hash já protege o banco de injeção sql e outros ataques por alterar as tags e caracteres por um valor diferente?

OBS: eu também utilizo o bindvalue do PDO:

$query->bindValue(':senha', $senha_segura, PDO::PARAM_STR);

marcada como duplicata por Bacco php 16/10/18 às 22:43

Esta pergunta foi feita antes e já tem uma resposta. Se essas respostas não abordarem completamente sua pergunta, faça uma nova pergunta.

  • strip_tags é um erro, pode prejudicar uma senha válida – Bacco 16/10/18 às 22:42
  • O certo seria utilizar apenas o Password Hash mesmo? – Luizinho 16/10/18 às 22:44
  • Sim, o password_hash é o que você precisa (e o password_verify para verificar). Postei 5 links interessantes no topo da sua pergunta, mas caso ainda restem duvidas, pergunte aqui nos comments ou clique em editar deixando mais específica a dúvida não resolvida. – Bacco 16/10/18 às 22:45
  • Complementarmente, o que você precisa conhecer além da parte da senha, está neste post e similares (uma pesquisa por "injection" no topo do site ajuda): pt.stackoverflow.com/questions/3864/70 – Bacco 16/10/18 às 22:46
  • 1
    Pense comigo: eu ponho a senha a<b>c#d --- No DB vai ficar só ac#d; eu como usuário nem vou perceber que minha senha foi corrompida, mas além de vc ter enfraquecido ela, vai gerar problemas em certas partes e outras não. O usuário não tem sequer como analisar o que deu de errado. Não é bom mexer em senha alheia, ainda mais "por baixo do pano". O que você deve é impedir o uso de caracteres indesejados no cadastro, mas nunca MODIFICAR o valor para aceitar. – Bacco 16/10/18 às 22:57

Pesquise outras perguntas com a tag ou faça sua própria pergunta.